Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





O governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT), assinou um decreto concedendo a si próprio uma medalha de homenagem.
O documento, publicado ontem no "Diário Oficial", determina a entrega da insígnia "Cruz de Ferro", da Brigada Militar (equivalente à PM de outros Estados), a oito pessoas que se destacaram no apoio à corporação. O governador petista foi o único civil homenageado.
Na lista de condecorados do decreto, é mencionado o nome completo dele: Tarso Fernando Herz Genro. No fim do texto, o próprio governador o assina, apenas como Tarso Genro. O chefe da Casa Civil também subscreve o ato.
O decreto informa que a lista dos agraciados foi proposta pelo comandante-geral da Brigada. A "Cruz de Ferro" é concedida anualmente no aniversário da instituição.
Segundo seu regulamento, é dada a brigadianos com méritos ou a civis que cooperaram com a Brigada Militar.
De acordo com a corporação, a homenagem ao governador ocorreu pelo apoio na ampliação de seus quadros e na compra de equipamentos.
Por Aluizio Amorim

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:54

O ocorrido é da cidade de Coelho Neto, onde a atual secretária de saúde é pré-candidata a prefeita de Imperatriz pelo DEM e jura ter feito a melhor gestão da vida dela, na gestão Ildon.


A pessoa conhecida por Santana denúncia em programa de rádio que tem uma pessoa com necessidades especiais ao receber uma receita foi até um posto médico do bairro são Francisco onde recebeu o remédio, a criança tomou o medicamento e logo após veio a passar mal ao ser levado a casa de saúde e maternidade da cidade um médico informou a família que por pouco a criança não veio a óbito, ao mostrar a caixa do medicamento que foi recebida no posto de saúde foi constatado, que o medicamento estava vencido. 


Que é isso doutora?!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:39

Recentemente um grupo de vereadores da nossa cidade resolveram levantar a bandeira de uma limpeza visual, a atuação deste que parece ser algo moderno e de boa vontade seria proibir e regular a forma que se colocam out door e faixas na cidade.

Estamos certo que o excesso deve ser contido e em especial em Imperatriz a quantidade de faixas trazem um ar de bagunça, desorganização. Sem critérios e somente com o pagamento de uma taxa qualquer material publicitário é colocado nas ruas da cidade.

Quando a reza é demais o santo desconfia!!!! É isso mesmo, a empresa de propaganda que resolveu instalar grandes telões, com ótimas localizações dentro da cidade acredita que pode explorar mais ainda o negocio e pediu na justiça e com a ajuda de alguns legisladores para limitar a exploração comercial dos espaços, construindo assim um baita negocio, ou uma quarteirização da exploração dos espaços.

Quer dizer, somente esta empresa poderá explorar o serviço, isto porque nem todo mundo terá uns 150 mil reais para investir em um painel de vídeo para vender propaganda.

Sou totalmente de acordo da regulação e controle sobre a poluição visual em nossa cidade, mas tem reza que sinceramente... É muito fácil de saber que é falsa e interesseira.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:51

A informação é do blog do Gilberto Lima, que anuncia uma possível chegada das tropas da força de segurança Nacional, ao todo uns 300 soldados estariam prestes a desembarcar na capital.

A retorno da greve, se o governo do Estado não prontificar-se a negociar dentro do 2° prazo estabelecido está previsto para o dia 23, próxima quarta-feira, onde os policiais não discordam da paralisação por tempo indeterminado.

Por isso e não por outro motivo a chegada da força Nacional é cogitada, sendo assim, mostra o nível da negociação do Estado e a queda de braço que pode envolver a afronta.

Na região Sul do Estado prevalecerá a preocupação dos moradores e todas as repartições que necessitam do sistema, pior para outras regiões do Estado que ficaram a mercê da contra proposta, se ela vir.

Força Nacional, ou outro meio de segurança deve ser acordado, mas dificilmente uma paralisação não afete diretamente a todos.

Analisando o investimento dos governos para envolvimento das tropas federais chegamos na preocupação "0" (zero) do governo com seus contribuintes. Na visão mais ignorante, o Estado já é ineficiente em muitos casos e assume mais ainda a incapacidade de gerir conflitos e resolve-los, demonstrando o autoritarismo e a discrepância institucional, quando para colocar o ponto nos "is" é necessário a canetada e não uma mesa de negociações. Assim a maquina tem tratado quem ousa defender seus interesses, como ocorreu com comandos que dispunham de cargo de confiança no governo e foram demitidos após a primeira paralisação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:17

Getulio Vargas começa a ser asfaltada

por Holden, em 21.11.11


Obra é feita à noite devido ao grande fluxo de veículos da via. Chuva atrapalhou início da obra.

A avenida Getúlio Vargas começou a ser asfaltada. A pavimentação da via teve início no cruzamento com a rua Dom Pedro II e será estendida por toda a extensão da avenida, até o encontro com a BR-010. A obra foi iniciada no último dia 24, fruto de parceria entre a Prefeitura Municipal e o Governo do Estado.

O secretário municipal de infraestrutura, Roberto Alencar, o pequeno atraso da obra. Segundo ele, a chuvas dos últimos dias prejudicaram o andamento normal do trabalho, no entanto, não deve adiar tanto o período de entrega da obra.

Alencar também aproveitou para justificar a necessidade da obra. “O asfalto [atual] é antigo, já está com muitos remendos. Isso cria instabilidade para os veículos e dificulta o trânsito. Além disso, o asfalto também tem um tempo de vida útil e, no caso da Getúlio [Vargas], seu tempo de vida útil já acabou. Seu último recapeamento foi há trinta anos”, argumentou o secretário.

Logo no início da obra, o prefeito Sebastião Madeira também defendeu a sua importância para preparar a cidade para o futuro.

 “Estamos também preocupados em preparar Imperatriz para receber os grandes investimentos que estão chegando, ou que estão se interessando em se instalar em nossa cidade”, afirma Sebastião Madeira Ele acrescenta que sua administração estimula e vai continuar estimulando a geração de emprego e renda da cidade.

A população aprovou a decisão de se recuperar a avenida. É o caso do motorista Raimundo Araújo.

 “O leito da rua mais parecia um casco de tatu, que além de feio, dificultava o trânsito de veículos. Com a nova pavimentação, nossa avenida vai ficar novinha por muitos anos, uma vez que me garantiram que o asfalto que vai ser utilizado é da melhor qualidade”, afirmou.

A obra de asfalto da avenida Getúlio Vargas é feita, prioritariamente, à noite, para não atrapalhar o fluxo de veículos da via.

História


A Avenida Getúlio Vargas marca a história de Imperatriz, desde o início dos anos 60 quando a rodovia Belém-Brasília, idealizada e inaugurada pelo presidente Juscelino Kubstchek, cortou Imperatriz, dando início ao seu desenvolvimento comercial e industrial. Naquele início de 1960, a avenida já se desenhava como a principal da cidade.

Não obstante a extensa camada de areia, que fazia com que atolasse veículos da época como caminhões os ônibus, apelidados carinhosamente, de jabutis, os comerciantes que aqui se implantavam, optavam por abrir suas casas comerciais na Avenida Getúlio Vargas, que se estendia da margem do rio Tocantins, na direção da rodovia.

No encontro da avenida com a rodovia Belém-Brasília, iniciou-se então o processo de implantação de casas comerciais do setor de peças de veículos. Como ao atravessar a rodovia, começava a então rodovia Pedro Neiva de Santana, o local passou então a denominar-se de Entroncamento, cujo nome gerou um grande bairro com suas casas residenciais e comerciais.

Para os historiadores, a cidade de Imperatriz tem a sua história, “mas a Avenida Getúlio Vargas também tem a sua história”, afirma o escritor e vereador Luis Gonçalves da Costa, o Pastor Luis Gonçalves, que chegou a esta cidade em meados dos anos 60. Entretanto, para muitos, o convênio assinado entre o prefeito Sebastião Madeira e a governadora Roseana Sarney, também vai ficar na história. 
(Comunicação)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:09

A deputada Valéria Macedo (PDT) conseguiu liberar junto a CEMAR projetos de energia elétrica para os municípios de São João do Paraíso, Lajeado Novo, Sitio Novo, Grajaú e Balsas. 

Sítio Novo obteve liberação de projetos da deputada Valéria o que se deu após inúmeras reuniões com o diretor da CEMAR José Jorge e outros técnicos da companhia maranhense de energia, responsável pelo projeto do Governo Federal Luz para todos. 

O município de Sítio Novo foi beneficiado com projetos na Serra da Cinta, Buritirana, Sapucaia, cavalhada dentre outros com um total de 14 mil postes e mais de 3 mil ligações.
Grajaú foi beneficiada com os projetos Patos e Jenipapo com 222 e 481 postes respectivamente. Balsas com o projeto renascer. No município de Lajeado Novo foi aprovado projeto para Região do Retiro com 293 postes.
O município de São João do Paraíso obteve aprovação para os projetos Gameleira, 677 postes e Novo Sitio com 323 postes e ligações para mais de 42 domicílios. 
Para Bom Jesus da Selva o povoado Vila Redonda obteve aprovação de projeto de Valéria e receberá  460 postes. 

O Programa Luz para Todos do Governo Federal teve a segunda etapa lançada pelo Ministro Edson Lobão recentemente e tem beneficiado as populações rurais da região tocantina. Valéria Macedo disse que “continuará protocolando projetos e acompanhando a execução desses junto a CEMAR em favor da população da região Tocantina, que ainda receberá muitos benefícios”. 

A deputada aproveitou para parabenizar a CEMAR e, especialmente, o diretor José Jorge pelo grande trabalho que vem fazendo, “tirando o nosso povo da escuridão e viabilizando os negócios rurais no Maranhão do Sul, uma região que ainda precisa de muita energia e de uma cobertura maior, pela quantidade de empreendimentos que vem recebendo nos últimos anos”.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:32

Somente em 2010, ano eleitoral, o governo Roseana Sarney liberou R$ 400 milhões de um bolo de quase R$ 1 bilhão, em convênios para prefeituras e associações. No mês de junho, data da convenção que homologou a candidatura da governadora, R$ 180 milhões foram sacados dos cofres públicos para prover convênios, no mais escandaloso crime eleitoral da história do Maranhão.


Note-se que entre as assinaturas dos convênios e a liberação dos recursos não transcorriam mais de três dias para que prefeitos e associações sacassem na boca do Caixa formidáveis quantias destinadas a obras nunca iniciadas ou nunca concluídas. A farta distribuição de dinheiro aconteceu quando faltavam menos de 5 dias para início do período vedado em lei para liberação de quaisquer recursos. E era dinheiro grande, variando de R$ 130 mil a R$ 2 milhões, conforme a associação ou Prefeitura. A pressa era tanta que convênios da Secretaria da Juventude foram assinados pelo secretário Francisco Sousa Neto no dia 23 e publicados no Diário Oficial na mesma data. E houve até secretarias que se eximiram de publicar as assinaturas dos atos.


Estranhamente, a Secretaria de Cidades firmou dezenas de convênios para substituição de casas de taipa e cobertas de palha pela construção de moradias de alvenaria em diversos povoados. Todos no valor de R$ 65 mil!


Em abril de 2011, o jornalista Raimundo Garrone informava que o Ministério Público Eleitoral havia pedido a cassação dos mandatos da governadora Roseana Sarney e de seu vice, Washington Oliveira, devido ao uso de convênios assistencialistas vedados no período eleitoral.


Através do Programa Viva Casa, o governo Roseana assinou mais de 60 milhões de reais, somente em créditos suplementares, em convênios, no ano de 2010, o que no entender do MP caracteriza conduta vedada em lei.


O Viva Casa tinha por objetivo a construção de moradias, bem como aprimorar as condições de habitação da população da zona urbana e rural, com a distribuição de kits construção, como areia, barro, cimento, etc.


O Ministério Público denunciou que o programa não atendeu a nenhum pré-requisito exigido por lei para a sua aplicação em ano eleitoral. Ele “foi instituído à revelia do procedimento escorreito de consignação na Lei Orçamentária Anual e da necessária edição da lei específica que lhe definisse o objeto e os critérios objetivos de concessão dos benefícios”, disse o procurador regional eleitoral, Régis Richael Primo da Silva.


O Viva Casa foi instituído por meio de mero ato administrativo e, embora seja de 2009, o MP disse à época da existência de provas de que teve início somente a partir de março de 2010, e sem a devida previsão orçamentária.


Régis Richael Primo da Silva lembrou que o TSE, durante o julgamento que resultou na cassação do mandato do ex-governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima, reconheceu a necessidade de previsão orçamentária no exercício anterior e lei própria instituindo o programa social.


“No caso do ex-governador da Paraíba, o mandatário foi cassado por ter distribuído cerca de R$ 3,5 milhões com fins supostamente assistencialistas. Já no programa Viva Casa, apenas no ano eleitoral de 2010, foram abertos créditos suplementares de mais de R$ 60 milhões para a construção de casas e para a distribuição de materiais de construção – diga-se novamente, sem nenhum critério de aferição da renda do beneficiário”, observava o procurador.


A Procuradoria Geral do Estado denunciou irregularidades em nada menos que 3 mil e 800 convênios sacramentados no primeiro governo Roseana Sarney entre os anos de 1995 e 1998, sem que a Justiça ou o Tribunal de Contas do Estado se manifestassem sobre a denúncia.


Hoje, com o Ministério Público em pé de guerra e francamente avesso a receber denúncias contra o governo do Estado e com a Justiça estadual engessada pelo tráfico de influência, é muito improvável que venhamos a saber o destino real dos recursos repassados através desses convênios. 
JM Cunha

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:03

Da Agência Brasil/cópia do Zezo
 
O juiz Hugo da Gama Filho, da Justiça Federal no Pará, negou nesta quinta (17) pedido do Ministério Público Federal para suspender os efeitos da licença de instalação da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, na região do Xingu, no Pará. O MPF alega que a licença de instalação foi emitida sem o cumprimento de condições da licença prévia, como a construção de estruturas de saúde, educação e saneamento.
 
A licença de instalação foi emitida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), em junho. O órgão defendeu que as condições contidas na licença prévia podem ser cumpridas ao longo do projeto, como nas fases de instalação e operação. Já a Norte Energia, consórcio que responsável pela construção da usina, alegou que não cabe ao Judiciário avaliar o mérito dos atos administrativos, sob pena de violar o princípio da separação dos Poderes.
 
Ao rejeitar a concessão de liminar, o juiz acatou a tese de que as condicionantes podem ser atendidas em qualquer fase da construção da usina, inclusive na operação, e que a Norte Energia se comprometeu a sanar todos as falhas detectadas na manifestação prévia do Ibama.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Cunha Santos/Agência Assembléia
O deputado Marcelo Tavares vai propor na Assembléia Legislativa a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito com o fim de investigar todos os convênios sacramentados no Estado a partir do ano de 2009. “Vão fugir disso aqui como diabo da cruz”, disse exibindo o requerimento em que solicita a CPI.
Depois de indagar quantos prefeitos naquela época receberam os convênios e sacaram o dinheiro, disse que a oposição aceita, corrobora e vai participar de todas as investigações desde que não seja uma atitude unicamente política, endereçada ao prefeito João Castelo. Para ele, a Assembléia tem a obrigação de investigar cada um dos prefeitos, sem exceção.
Marcelo Tavares denunciou que após assumir o governo do Estado a governadora Roseana Sarney abriu inquérito contra vários prefeitos, mas depois que os estes decidiram apoiar a reeleição da governadora os inquéritos foram arquivados na Polícia Civil ou os prefeitos não foram mais incomodados. O deputado acha que a população tem o direito de saber a destinação dos recursos dos convênios. “É dinheiro público, nenhum gestor pode fugir a essa responsabilidade, todos eles são iguais”, considerou. O deputado afirmou que houve prefeito que sacou o dinheiro na boca do caixa, prefeito que colocou 1 milhão e 800 mil reais debaixo do braço e levou do Banco. E perguntou: será que o crime que um comete, o outro, por ser aliado da governadora não cometeu?
Marcelo registrou que qualquer um que observe os Diários Oficiais de ontem e de hoje vai dar de cara com convênios que a governadora assinou e até hoje as obras não terminaram e continuam recebendo aditivos. Já vai para o terceiro ano e as obras não foram concluídas, denunciou o parlamentar indagando se o dinheiro não foi desviado para a campanha de Roseana Sarney. “Dinheiro público não tem lado, não tem filiação partidária, não dá atestado de honestidade para ninguém”, acrescentou.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:05


Depois de realizar reunião com a direção da operadora Oi no Maranhão, a deputada estadual Valéria Macedo (PDT) confirmou a instalação de 32 orelhões para povoados do município de Amarante.
Serão instaladas ainda algumas linhas individuais para residências na Zona Rural. “A sede de Amarante já foi beneficiada e agora, será a vez dos povoados terem comunicação”, relata a deputada.

 O líder comunitário e empresário, Uilmar Viana— presente à reunião—, informou que serão beneficiadas as regiões de assentamentos Siquel/Alvoradas e Assentamento Sertão, com 16 linhas cada.  “Tudo isso se deve ao fato da deputada Valéria Macedo ter apresentado proposições aprovadas na Assembleia Legislativa e que foram aprovadas para beneficiar as famílias que no momento não têm comunicação”, disse.

 Valéria Macedo contou que a diretoria da operadora OI foi representada na reunião por Luís Maurício Santos Lopes e Cristina Gonçalves (Relações Institucionais), que garantiram um estudo imediato, para posterior início de instalações dos referidos serviços.

 “Posteriormente de acordo com solicitação nossa, vamos ter a instalação de telefonia móvel naquela região”, declarou a parlamentar.

(Assessoria).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:44


Está marcado para o dia 19, sábado, em Imperatriz no Maranhão, o primeiro seminário da Coomigasp voltado para diretores, delegados  e representantes  da cooperativa, além de dirigentes de Entidades de apoio ao projeto de Desenvolvimento Mineral de Serra Pelada tocado pela SPCDM.
A discussão mais esperada por todos, vai girar em torno das ações que a cooperativa tem direito sobre a produção do ouro da mina prevista para entrar em operação no próximo ano. O administrador de empresas, Lauro Andrade Assunção foi contratado pela Coomigasp para desenvolver um estudo sobre como será administradas essas ações e ajudar a implantar um novo modelo de gestão administrativa com objetivo de preparara a Coomigasp para o novo conceito da indústria mineral.

“Passamos quase 20 anos carregando sacos de melechetes nas costas na época que funcionou o garimpo. Hoje somos donos de parte de uma mina de ouro o que é muito diferente de um garimpo”, disse Nelton Paulino, líder garimpeiro e delegado regional de Marabá ao comentar que esse seminário servirá como preparação e base de conhecimento das lideranças garimpeiras que por sua vez saberão repassar para o resto da sociedade. E não é apenas Nelton que pode expressar esse ponto de vista sobre a importância dessa reunião que ocorrerá em Imperatriz no próximo sábado.

Se o seminário de sábado será reservado  só para as lideranças,  o domingo (20),  será aberto para todos os garimpeiros de Imperatriz e região. O presidente da Coomigasp, Gesse Simão, resolveu aproveitar o momento para realizar a primeira pré-assembléia que irá excluir do estatuto da cooperativa o famigerado 7% que ela tem direito sobre a produção do ouro da mima.

Lauro Assunção fará uma ampla palestra aos garimpeiros sobre as ações. “Irei utilizar uma linguagem fácil e que seja compreensível a todos os garimpeiros ”, garante Lauro Assunção. Ele chegará na sexta-feira em Imperatriz. A pré –assembléia também servirá para reeleger ou eleger novos delegados. No caso de Imperatriz Furtadinho é o candidato a reeleição. O ministro de minas e Energia Edison Lobão que estará no domingo em Imperatriz como patrono do futebol  beneficente em favor da APAE organizado pelo ex-jogador celebridade e hoje deputado federal Romário (PSB-RJ) é provável que ele de uma passadinha durante a pré-assembléia para dar um alô aos garimpeiros. Se isso acontecer Edison Lobão falará sobre o seu empenho que já está fazendo junto ao governo, no sentido de que peça, ao presidente da Câmara dos Deputados Marco Maia (PT-SP),  formar  a comissão especial para analisar a PEC -405 conhecida como a “PEC dos Garimpeiros” que incluirá na Constituição Federal os direitos previdenciários da categoria ao regime Geral da Previdência.

Fonte:Agasp Brasil

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:59

Deputado Antonio Pereira


O deputado estadual Antônio Pereira (DEM), mostrou que pode tudo. Recentemente chegou a adquirir um avião – modelo King Air.

Antônio Pereira que efetuou o pagamento do avião pelo valor simbólico de mais de R$ 1,5 milhão, chegou a ser comentado pelos próprios deputados que estranharam a sua nova aquisição milionária.

Segundo um deputado, Antônio Pereira aumentou seus patrimônios de tal forma estarrecedora que acabou pegando de surpresa vários deputados com a compra deste avião, disse o parlamentar.
Porém, os reais motivos que segundo documento esclarece, o empresário e irmão do deputado é laranja e um dos sócios majoritários da famosa ONG ‘Bem Viver’ que é possuidora de um contrato milionário com a Secretaria de Estado da Saúde.
É impressionante os valores destinados pela secretaria de Saúde, a ONG Bem Viver, que tem sede em Imperatriz. Alguns pagamentos chegam a ultrapassar a casa dos 2,5 milhões.

Fonte: Blog Neto Ferreira

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:37

Prefeitura, Governo do Estado e Ministério da Saúde conseguem mais procedimentos para a cidade
Dr. Irisnaldo Felix - SISREG
A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) vai disponibilizar um lote extra de cirurgias eletivas à população de Imperatriz ainda este ano. Este lote foi conseguido graças à parceria entre a Prefeitura Municipal, o Governo do Estado e o Ministério da Saúde. Os procedimentos serão realizados até dia 15 do próximo mês e, caso sobrem, retomados a partir de 15 de janeiro do próximo ano.
A informação é da secretaria de saúde Conceição Madeira. Ontem ela declarou que todas as providências já estão sendo adotadas pela superintendência de regulação para a  realização do que ele chama de “mutirão das cirurgias”.
Segundo o coordenador do Sistema de Regulação do Município (SisReg), Irisnaldo Félix, a Semus irá entrar em contato com os pacientes que já estão cadastrados no posto de saúde dos Três Poderes, sem que os pacientes tenham que se deslocar até a unidade. “Aqueles pacientes que já estão cadastrados nos Três Poderes não precisam se preocupar: Eles serão naturalmente comunicados, via telefone, e serão encaminhados para suas cirurgias”, explicou o coordenador.
Os pacientes que necessitam de procedimentos na área de oftalmologia também serão beneficiados. Este tipo de intervenção, normalmente, não faz parte dos procedimentos contemplados pelas eletivas, o que obriga os pacientes a buscarem atendimento em estados vizinhos. Os pacientes também terão acesso aos procedimentos de otorrinolaringologia. Além da médica que atualmente faz o atendimento aos pacientes do município, a Semus busca outros profissionais que possam contribuir com o município neste período.
Irisnaldo Félix (FOTO) também aconselhou que os pacientes que ainda não estão cadastrados no posto de saúde dos Três Poderes, procurem a unidade e façam o cadastro, para que também possam se beneficiar dos procedimentos deste fim de ano. “Quem ainda não foi atrás de conseguir seu procedimento, orientamos que procure”.
Boas notícias
As parcerias realizadas pela Prefeitura continuam a beneficiar a população da cidade. Na próxima semana, entre os dias 22 e 24, o município vai oferecer, nos postos de saúde da Vila Cafeteira e do Bacuri, atendimentos específicos para os portadores de diabetes, glaucoma e catarata.
O atendimento será disponibilizado graças à parceria entre o município, o Governo do Estado e o deputado estadual Antônio de Pádua, o dr. Pádua. Pessoas com mais de 40 anos que não sabem se possuem algumas destas doenças também devem comparecer a um destes postos para a realização dos exames. (Comunicação)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Para garantir bom atendimento, posto vai passar a funcionar no colégio das “irmãs Canossianas”

Preocupada com a melhoria da qualidade do atendimento de saúde prestado à população do Parque Airton Senna, a secretaria municipal de saúde, Conceição Madeira, visitou ontem (16) a escola das irmãs Canossianas, onde o serviço é oferecido. Conceição Madeira estava acompanhada do assessor Esmeradson Dipinho.

A secretaria aguarda o laudo da Defesa Civil do Município que ontem esteve no local vistoriando as condições de segurança do prédio (alugado), que segundo a secretaria, nesse momento, visivelmente já não dispõe das condições adequadas de segurança e comodidade.


“Aguardamos o laudo da Defesa Civil, no entanto num primeiro momento optamos por transferir as atividades para o Posto de Saúde, anexo á escola das irmãs Canossianas” disse ontem a secretaria que completou. “Com isso queremos proporcionar mais conforto e segurança para os usuários e funcionários”


Segundo a secretária, a população será a grande beneficiada com a transferência, já que o prédio onde funcionava o posto de saúde não estava com as condições desejáveis. Porém, Conceição confirmou as palavras do secretário adjunto, Arnaldo Alencar, garantindo que o prefeito já busca formas de melhorar a estrutura do posto.


Novo Posto de Saúde- “Essa situação não é definitiva. O prefeito está buscando recursos para fazer aqui [Parque Airton Senna] o mesmo que fez no Ouro Verde. Pretendemos construir um moderno posto de saúde neste bairro”, explicou a secretária.


Atualmente, o prefeito Sebastião Madeira negocia com os Governos Federal e Estadual a disponibilização de recursos para a construção de um posto saúde no parque Airton Senna. A ideia que este posto tenha estrutura semelhante ao que foi inaugurado no bairro Ouro Verde, no último mês de julho. No mês seguinte (agosto), os bairros Bom Jesus e Camaçari receberam seus postos de saúde completamente reformados.


No caso do Parque Airton Senna, a Defesa Civil do município também compareceu à unidade do posto de saúde e recomendou que o atendimento fosse transferido do local. A escolha pela escola das irmãs Canossianas foi aprovada, tanto porque possui salas amplas e arejadas, quanto por ser próximo ao local onde o posto de saúde já funcionava.


O secretário adjunto de saúde do município, Arnaldo Alencar, deixou claro o empenho da gestão em resolver o problema. Ele lembrou, ainda, o empenho da gestão para melhorar a qualidade da saúde pública de Imperatriz. “O governo Madeira tem feito um esforço gigantesco para oferecer uma saúde de qualidade aos munícipes, inclusive buscando reequipar as unidades básicas de saúde de Imperatriz. Contudo, entendemos que é preciso haver a ajuda dos parlamentares para que aloquem recursos para construção, reforma e ampliação dos postos de saúde de Imperatriz”, finalizou.


As discussões sobre maiores investimentos do Governo Estadual e do Ministério da Saúde em Imperatriz continuam acontecendo com a participação de vários representantes da saúde do município. O objetivo é aumentar os recursos para beneficiar a população da cidade. (Comunicação)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:42

ONG ligada a deputado compra avião

por Holden, em 16.11.11
O avião modelo de super-luxo custou mais de 1 milhão de dólares e só é comprado por encomenda, o avião pode demorar até um ano para ser entregue.

Mas o estranho é tentar saber porque a tal ong, que presta serviços a instituições públicas na área da saúde necessitaria de um modelo tão sofisticado e luxuoso.

A aquisição demonstra o poder de fogo $ dos atuais diretores que já estão enraizados no Tocantins, no Pará e no Maranhão. Com um grande pelotão de frente, eles já tem assim como em grandes organizações criminosas, vereadores, deputados Federais, Estaduais e até planejam eleger governadores.

Para custear uma aeronave de valor tão exorbitante, é necessário mesmo um aparato acima do Estado e talvez até acima das leis.


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:28





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D