Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]






Desde a semana passada  a Prefeitura de Imperatriz recupera   o trecho da   Estrada do Arroz que vai de Imperatriz até o povoado Bom Jesus, quase na divisa com o município de Cidelândia.  Ontem pela manhã, acompanhado do secretário de infraestrutura Roberto Alencar, o prefeito Madeira percorreu a  via  para verificar a qualidade do serviço.


Uma comissão de moradores da Estrada do Arroz, mesmo sabendo que  a estrada é de responsabilidade do Governo do Estado,  esteve há poucos dias na casa do prefeito para pedir que a Prefeitura recuperasse a via.  O pedido foi atendido.

De acordo com o secretário Roberto Alencar a obra deve durar  entre 30 e 40 dias.  “Creio que com o serviço que estamos fazendo a estrada suporte o período chuvoso” disse o secretário.

Ao percorrer os  trechos já recuperados o prefeito elogiou o trabalho realizado pela Secretaria de Infraestrutura.  “A estrada vai continuar trafegável” garantiu o   prefeito.

Por Elson Araujo

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:50


RICARDO FELTRIN
EDITOR E COLUNISTA DO "F5"
Em iniciativa um tanto inusitada, o "Caldeirão do Huck" do último sábado trouxe pela primeira vez dois convidados da música gospel. Nada encabrunhou os artistas, que louvavam a Jesus enquanto as assistentes do programa, apenas de biquíni, rebolavam à beira da piscina.
Cercado de 'coleguinhas', como Huck chama suas assistentes, o rapper Pregador Luo não se fez de rogado também, tirando uma fã (de canga) para dançar abraçadinha, no palco da atração.
A mistura de louvor com as moças escassamente vestidas acabou repercutindo na internet. O bispo André Santos, da Igreja Nova Vida, lamentou o episódio:
"A Rede Globo está conseguindo profanar a música evangélica", postou. Procurada, a assessoria de Huck informou que ele está em viagem internacional. Se e quando o apresentador quiser se manifestar, terá suas palavras incluídas aqui.
O bispo criticou a (verdadeira "intenção dos Marinho", donos da Globo, por causa da frase usada por Huck para anunciar os cantores no palco:
"Desta vez, temos o sagrado e o profano, a babel das religiões, passando pelo funk carioca, o axé da Bahia e as atrações evangélicas", bradou Huck ao anunciar a cantora Ana Paula Valadão -acusada por Edir Macedo de ser "endemoniada", em pregação recente do líder da Iurd. Agora Macedo terá motivos para chamar a atração de Huck de "Caldeirão do Inferno". Veja trechos citados nesta reportagem no vídeo acima.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:50

O tiroteio ocorreu no dia 30 de Dezembro por volta das 2 horas da manhã na Texana, clube localizado no centro da cidade. Segundo informações de quem estava no local foram efetuados 6 disparos de arma de fogo.

O estranho foi que passados algum tempo do ocorrido, viaturas da policia foram para o local mas não prenderam ninguém, mas facilitaram a empreenção de fuga do atirador.

O tal acusado é um policial, mas até agora não foi identificado e na pior das hipóteses não será.

Veja mais informações sobre o caso no blog do Marlon Moura.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:11


Nos últimos dois dias a imprensa imperatrizense ( e até a da capital), blogueiros e outros meios de comunicação, deram um grande destaque a uma pesquisa pré-eleitoral realizada por um instituto do Piauí sobre a disputa eleitoral do ano que vem em Imperatriz e a posição dos pretendentes a uma candidatura a prefeito dinate da opinião popular.

A pesquisa, segundo fontes não oficiais, teria sido encomendada pelo PC do B do Maranhão.

Aqui a oposição fez muito estardalhaço e interpretações negativas contra o atual prefeito e provável candidato a reeleição, Sebastião Madeira, colocando- em queda livre, graças a uma suposta aproximação política deste com a governadora Roseana Sarney.

Em conversa com este jornalista, o prefeito Madeira disse que via com tranqüilidade o resultado da pesquisa, mas demonstrou dúvidas em relação aos índices que lhe colocam em empate técnico com o ex-prefeito Ildon Marques.

“Não quero desqualificar a pesquisa, mas essa distancia em relação ao ex-prefeito, segundo a última pesquisa que encomendamos em novembro passado é muito maior, quando o Instituto Econométrica registrou que eu tinha 39%, Ildon 25% e os demais prováveis concorrentes com índices abaixo de 10%”, disse Madeira.

Sobre a afirmação de alguns oposicionistas de que estaria em queda diante da opinião popular por causa da parceria que o município vem fazendo com o governo estadual (leia-se Roseana) e que já estaria acertado um possível apoio do grupo Sarney à sua reeleição, Madeira disse que não tem sentido.

“Eu nunca vi nem ouvi a governadora Roseana dizer que vai me apoiar, o que sabemos é que ela é do PMDB e que o partido dela tem candidato em Imperatriz. O que temos feito é uma parceria de trabalho e isso vem tendo a aprovação da população que não quer saber de brigas políticas, quer é ver obras e serviços que melhorem a sua qualidade de vida”, argumenta Madeira, completando que ele e Roseana não podem ficar de picuinhas porque são de grupo diferentes.

“Temos é que trabalhar. Depois, na época da eleição, a gente toma os rumos que desejarmos e a conjuntura permitir. Meu compromisso é com o povo de Imperatriz e eu não posso sacrificar a cidade para saciar os ranços ideológicos de alguns”, diz Madeira.

Bastante lúcidas as afirmações do prefeito Madeira, que está mesmo é focado em administrar Imperatriz e enfrentar os grandes desafios de uma cidade em franco desenvolvimento. Nesse sentido Madeira vem governando o município com os partidos que lhe ajudaram a ganhar a eleição, mas sem deixar de buscar parcerias com os governos estadual e federal e parlamentares de todos os partidos, sendo justo e atento ao divulgar as ajudas que recebe e os recursos indicados por estes.

“O povo saberá quem está ajudando Imperatriz e fará o seu juízo eleitoral, pode ter certeza disso”, garante Madeira.

Outro erro cometido por alguns é achar que a eleição de prefeito em Imperatriz em 2012 está vinculada a eleição de governador em 2014. Mas isso é assunto para outro post, depois da virada de ano...

Por Josué Moura

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Pág. 4/4





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D