Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Porto, Madeira e um dos mais populares empresários
da cidade proprietário da Tok bolsas
O arco de alianças do prefeito Madeira, tem lhe proporcionado, neste primeiro momento de campanha, uma condição favorável perante os outros adversários, é basicamente o que tenho dito. Primeiro seus principais aliados devem comprar sua projeto, como ocorre com os vereadores da coligação "Pra fazer muito mais", depois, o candidato a prefeito deve passar a segurança necessária para que cada voluntário saiba realmente qual o projeto que ele esteja divulgando. 

Mesmo no sol, simpatizantes ouvem Madeira
Madeira tem sido recepcionado de forma hospitaleira onde chega. É possível sentir a facilidade de comunicar-se, principalmente quando a grande expectativa dos receptores, neste caso, os eleitores que buscam em Madeira; a segurança da continuidade dos projetos e ampliação de outros, a continuidade do crescimento da cidade, proporcionado pelas condições favoráveis construídas por ele.

A dificuldade encontrada pelos demais candidatas resume-se em ter que se apresentar no primeiro momento, logo depois, a exposições de promessas que na sua maioria das vezes, permanecem nas promessas, principalmente para quem não tem experiencia administrativa, ou em outros casos, nem legislativa.

Mesmo de costas, pessoas se contorcem
para ouvir o candidato Madeira
Para Carlinhos, a principal cobrança relaciona-se a sua fidelidade a Madeira, que tem lhe incomodado por eleitores em alguns momentos, outro fator, é a prestação de conta do seu mandato, que mal começou e já está sendo abandonado. -  seria como trocar um prefeito por outro e ainda perder um deputado elegendo Carlinhos, comentou uma moradora do bairro Vila Nova -  mesmo sem saber da fraca atuação do deputado como legislador. 

O debate deve prolongar-se e ter um aquecimento natural, quando as campanhas passarem para o horário eleitoral. Quem estiver atrás, após a divulgação da pesquisa que deve ser apresentada pela empresa "ESCUTEC" até domingo, é possivel que baixem o nível da campanha e comecem a construir boatos de todas as formas, para atingir o principal candidato a prefeito de Imperatriz, que deve ter uma boa vantagem neste primeiro momento.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:05

A corrida eleitoral tende a sacrificar alguns conceitos, prova disso, a ideia de fidelidade partidária pode até parecer juridicamente correto, difícil mesmo será os partidos que provem a infidelidade, conseguirem punir de alguma forma seu, pelo menos teoricamente, candidato.

O PDT por exemplo, é o que mais tem pressionado a essa questão, tanto em Imperatriz, como em São Luiz, é possível que a pressão aumente. 

Na ultima eleição municipal, o então candidato a vereador Rildo Amaral, fez campanha para prefeito para Sebastião Madeira, mesmo filiado ao PV, partido que estava coligado ao principal concorrente eleitoral de Madeira, o PMDB de Ildon. 

O PR tem demonstrado descontentamento por estar coligado com o PDT, para alguns candidatos, que preferiram o anonimato, a represaria, " O partido teria namorado com uma e teria casado com outra", referencia a coligação não planejada com os trabalhistas. No PSB, que quase foi obrigado coligar-se também com o PDT, ainda é maior o descontentamento, dado ao pedido de interferência judicial, que a coligação de Carlinhos teria pedido em desfavor da candidatura própria dos socialistas. Para o candidato a vereador Xerxes, "Carlinhos e o PDT estaria atrapalhando o inicio da campanha dos candidatos a vereadores do PSB, que permanecem estáticos, por conta do "imbróglio" judicial".  O PSB foi forçado a entrar na coligação após uma intervenção de dois militantes.   Se os trabalhistas, por um acaso, conseguissem a adesão via justiça , estaria mais uma vez enrolado, visto que a maioria dos candidatos a vereadores não apoiam a eleição do pedetista. 

Através da direção do partido, candidato a vereador já teria sido pressionado a fazer reunião e levar o candidato a prefeito. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:03

Acompanhado do advogado Marco Aurélio, o candidato a vereador Josué Moura 12.888, intencifica suas visitas em vários bairros de Imperatriz, em especial, ontem, esteve no bairro Vila JK a convite de lideranças daquela área.

Após um discurso empolgado e uma recepção acima do esperado, Josué Moura recebeu mais adesões em sua campanha. Alinhado as proposta da deputada Estadual Valéria Macedo, Moura dispõe de créditos para construir seus trabalhos futuros como vereador, direcionados também aos projetos da deputada, que tem focado seu mandato a discussões de projetos de massa - aqueles que atingem diretamente a necessidade básica, como é o caso da saúde. Na visita de ontem, foi possivel constatar a ausencia de um posto de saúde daquela região, apesar dos atendimentos do PSF estarem sendo feito, moradores chegaram a reclamar da distancia de procurar atendimento em outro bairro, observador, Marco Aurélio, pediu a palavra e se comprometeu com a visita da deputada Valéria Macedo aquela região, inclusive, disponibilizando recursos do Estado, através de emendas, para a construção de um posto de saúde.

As pessoas que buscam em seus futuros legisladores um voto de esperança, acreditam que a garra do candidato Josué Moura, junto com seu histórico de luta e participação nos projetos sociais da cidade, são qualidades fundamentais para executar um grande mandato. Algumas pessoas presente na reunião, chegaram a comentar casos de pessoas que ingressam suas candidaturas sem ter legitimidade e acabam fazendo do seu mandato uma banca de negocios. Para Josué, "é fundamental que um politico, seja em qual esfera ele estiver, seus trabalhos tenha seus projetos voltados ao povo e não para negocios particulares, a politica deve ser feita para a politica e não para enriquecimento pessoal", completou Josué Moura.

Josué Moura é um dos candidatos forte a vereador e tem empreendido determinação no momento de trazer lideranças para o projeto que tem apresentado. É mais uma demonstração que politica em Imperatriz não é para quem tem vontade, mas para quem tem coragem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:04

O que o jornalista Kenard, de São Luiz, formado pela UFMA, constatou ao visitar Imperatriz é basicamente o que todas pessoas que passam um tempo fora da cidade, e retornam, encontram - Uma cidade preparada para o futuro - "Há se todos falassem bem da nossa cidade..." O que entristece, é que, para algumas pessoas, esse povo da esquerda ou da oposição, acreditam que mérito (para eles) é falar mal da cidade - com o proposito apenas de desmoralizar o governo, sem observar, que, quando falam mal da nossa cidade, também espantam nossa visitas, ou afastam as pessoas que um dia saíram daqui, filhos da nossa terra, e pensam um dia em voltar. 

Leia o que o jornalista Kenard escreveu sobre Imperatriz, em sua visita recente a cidade:


2 de agosto de 2012 às 17h45min  -    BLOG DO KENARD

Imperatriz – uma cidade no rumo certo

O que tenho dito? Pois é, quando se trata da tal esquerda todo o cuidado é pouco. A esquerda e os sonolentos de Imperatriz, aliados a gente de São Luís, espalharam que havia um caos na cidade de Imperatriz. Como vocês sabem, ontem estive em Imperatriz. Fui preparado para ser apresentado ao Caos da Silva.
Bom, como conheço bem as esquerdas e seus aliados sem ideologia, já no avião tratei de pôr o caos entre aspas. Boa medida, como vocês verão a seguir.
Imperatriz continua uma cidade que me agrada muito. Trocaria, sem nenhuma queixa, São Luís por Imperatriz. Com isso não digo que Imperatriz é o melhor dos mundos. Não existe o melhor dos mundos.
Em primeiro lugar, ressalte-se: não há cidade do interior do Maranhão a ser comparada com Imperatriz. Não fosse certo bairrismo tolo que alguns insistem em cultivar e a cidade teria muito pouco de provincianismo.
Hoje a cidade parece um imenso canteiro de obras. Explodem condomínios de casas e prédios de qualidade por toda a Imperatriz. Agora mesmo vai ser inaugurado o shopping Tocantins, do molde do shopping Rio Anil em São Luís (só que maior). Anotem: isso vai mudar muito os hábitos do imperatrizenses.
Do lado institucional, do poder público, fiquei com a impressão de que Sebastião Madeira (PSDB) está tratando bem a cidade. Não sei quem é o secretário de Educação, mas a cidade está longe dos tempos do prefeito Jomar Fernandes, do PT, quando a Educação, aí, sim, era um caos, com greve de professores quase todas as semanas.
Um amigo me levou a passear pela cidade. Raros os lugares que não estão sendo asfaltados. O amigo me soprou: já são 60 quilômetros de asfalto e mais 40 quilômetros já estão licitados e com ordem de serviço.
Outro amigo me levou a conhecer o “Minha Casa, Minha Vida”. Trata-se de um simpático conjunto de 1.000 casas, que serão sorteadas ainda neste mês.
Perguntei pela Saúde. Ouvi o seguinte: é onde os recursos públicos sangram e mesmo assim é a área onde o prefeito ainda recebe críticas. Posso traduzir: é onde o município mais investe e é justo onde o prefeito é criticado.
Não tive acesso a dados oficiais, repito o que os amigos me disseram e me mostraram. Por exemplo: na época do prefeito Ildon Marques o hospital realizava 30 exames de ressonância magnética. Hoje realiza 300 exames. Por conta disso, a demanda aumentou. E a bela ponte construída pelo ex-governador Jackson Lago tem certa culpa na história, vejam vocês: de posse da informação de que a Saúde em Imperatriz melhorou, moradores das cidades vizinhas (inclusive do Tocantins) começaram a procurar se tratar na cidade. Resta saber como o prefeito Madeira vai resolver esse problemão.
Os amigos seguiram me mostrando a cidade. Passei pela BR-010, onde, no perímetro urbano, 13 quilômetros estão recebendo iluminação. De noite o trecho fica muito bonito.
Mais, por agora, não posso dizer. Não posso deixar de dizer que a cidade continua a me agradar muito. Tem ótimos lugares para se comer (dos mais sofisticados aos mais simples, todos com qualidade). Fui num espetinho perto do clube da moto (ou seria do motoqueiro? Acho que é da moto mesmo) sensacional. Ali conheci um casal de goianos que mora há 25 anos em Imperatriz e não troca a cidade por nada. Ao saber que sou de São Luís me trataram de forma muito simpática.
Almocei num restaurante japonês muito bom. Comida excelente e tratamento perfeito. E, antes de tudo, ao chegar cedíssimo na cidade, fui direto do aeroporto para a feira, onde tomei um café da manhã com um cuscuz memorável.
Bom, dormi em São Luís e cedo viajei para Icatu. De onde escrevo este texto, morto de saudade de Imperatriz.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:44

Hoje a noite foi realizado mais uma reunião de campanha, esta, comandada por lideranças evangelicas da coligação "Pra fazer muito mais", que tem como candidato a prefeito Sebastião Madeira. O anfitrião era o Pr. Paulo, candidato a vereador do PTB, que segue reforçando em sua base eleitoral.

A união evangelica para o candidato a prefeito
Pr Paulo começa a demonstração de força que deve ser acompanhada pelos demais vereadores, para isso, levou uma quantidade expressiva de simpatizantes e o principal, levou também o candidato a prefeito. 

Mais uma vez o ton dado a campanha de vereador, assim como a de prefeito. As articulações devem prevalecer cada dia mais forte, o que deve preocupar os vereadores que tinham essa eleição como resolvida. Nenhuma eleição é igual, e os eleitores, em boa parte, no caso do legislativo, preservaram algumas poucas lideranças, aguadas, permaneceram. Chegar ao  primeiro mandato é sem dúvida mais fácil que o segundo, e os profissionais da politica, tendem, mesmo com o aumento de vagas, se surpreenderem com essa eleição.

Pr. Paulo apresenta Madeira como candidato
As reuniões alinhadas a candidatura majoritária principal, a de Madeira, tende a crescer mais que as outras -  Há um animo maior no projeto. Candidatos de coligações ligadas a candidaturas oposicionistas, começaram a entender como a coisa funciona e passam a se mexer fora da base. O motivo seria os boatos de uns "balões de ensaios", como é o caso da candidatura da Rosangela - que mais parece uma projeção para o legislativo em 2014, outros, se deparam com a coincidência de projetos -  Como vereadores que mesmo antes da reeleição, já afirmam ser candidatos a Deputado, no pior dos casos, a corrida para o legislativo e ao executivo virou uma desconfiança de um cão e gato, como é o caso da candidatura do deputado Carlinhos Amorim, que tenta aumentar sua projeção com dois olhares; um para 2014 na sua reeleição de deputado, marcando um espaço significativo, ou o fortalecimento de uma possível eleição em 2016. Com o olhar do predador atento as passadas de sua presa, os candidatos a vereadores da coligação de carlinhos, e o próprio vice, também ensaiam uma candidatura para a assembleia -  mas desconfiados, mais que animados.

Ao certo, não existe um candidato a prefeito forte sem suas bases, sem suas lideranças, seus vereadores. A falta de apoio aos candidatos e o receio de morrer na praia confronta o compromisso de fidelidade. É possível encontrar campanhas independentes, ou aquelas que esperam um sinal para mudar de lado. Foi a unica coisa que esqueceram de avisar para os candidatos -  A força do vereador é a força do candidato a prefeito, por outro lado, se alguém não consegue segurar seus aliados mesmo detendo um mandato, dificilmente conseguirá prometer para o futuro, algo que não foi cumprido anteriormente.  Mesmo com todas tentativas de construir um fantasma em relação a promessas -  Vai ser difícil emplacar um dever que nem mesmo o deputado conseguiu resolver. - O de cumprir com suas bases.

Pelo jeito, candidatos perderão mais tempo justificando a inercia de seus mandatos, que realmente apresentado projetos que não podem ser cumpridos. 


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:50

Não há mais dúvida.O Partido Progressista (PP), que havia sido anexado a uma outra coligação, vaimesmo de Madeira e de  Pastor Porto, integrando o arcode aliança da Coligação Pra Fazer Muito Mais. A decisão é  da Justiça Eleitoral.
Madeira - Waldir Maranhão e Neto Ampere
No dia 5 de julhode 2012, quando do último prazo para o registro de candidaturas no TRE, opresidente do Diretório Municipal do PP, Neto Ampere, descobriu que uma outracoligação, adversária do prefeito Madeira, havia anexado o PP junto a seuregistro eleitoral.
“Fiquei pasmado,porque participamos da convenção que decidiu que o PP de Imperatriz iria compora chapa majoritária de Madeira e Pastor Porto. Nunca acreditei que essa fraudepoderia prosperar”, comentou, à época, Neto Ampere.
Na ocasião, aduplicidade de registro ensejou numa impugnação judicial, que, agora, foijulgada procedente pela Justiça Eleitoral, principalmente depois que o DiretórioEstadual desconsiderou o ato intervencionista que havia ensejado no registro doPP na coligação adversária de Madeira.
Assim, ficagarantido, além da participação do PP no arco de aliança de Madeira, maiortempo de televisão e rádio, importantíssimos na fase de mídia que se inicia nodia 21 de agosto.
“A decisão foi umavitória para uma coligação que firmou parceria partidária baseada noconvencimento político e no respeito aos dirigentes de Imperatriz, livre daditadura da intervenção e do mandonismo”, frisou o advogado Daniel Souza, dacoordenação da coligação de Madeira.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:13

Delegado da policia Federal foi ouvido no caso da morte do jornalista Décio Sá e pode ser ouvido outras vezes, devido aos casos de agiotagem no Estado. Na noite da morte do jornalista, o delegado Pedro Meirellis foi ao local do crime acompanhado do advogado que hoje presenta um dos mandantes da morte de Décio, também teria enviado uma mensagem via sms ao agiota glaucio, avisando da execução.

Meirellis, ficou bastante conhecido em Imperatriz, após fazer a prisão de 72 hackers na conhecida "operação galáticos"  (Veja Aqui), onde concentrou a maior operação da PF em uma só cidade, entre outras; também está a operação "rapina I e II".

Leia mais sobre o caso AQUI


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:17


Vagtonio Brandão

BURITIRANA - Com uma campanha propositiva, Vagtonio intensifica o trabalho de visita junto aos moradores dos bairros e povoados de Buritirana. “Nós tempos recebido diversas manifestações de apoio de lideranças políticas e comunitárias em nossa campanha”, reitera o candidato que concorre pela primeira vez a preitura do município.

O coordenador-geral da coligação “O povo quer mudança”, Francisco Gomes, o “Seda”, afirmou que “A campanha tem evoluído de forma rápida, com adesões de várias lideranças comunitárias da sede e dos povoados, bem como de lideranças políticas que acreditam no projeto político do candidato a prefeito Vagtonio Brandão”.

Recentemente aderiram à campanha de Vagtonio duas lideranças municipais. A primeiro foi do vereador e candidato a reeleição de Varjão dos Crentes, Jairo Gomes (PSD). “Eu era da situação e aderi por entender que o povo de Buritirana está cansado da atual administração”, enfatiza Jairo que foi eleito no pleito passado.
 
Quem também aderiu à coligação de Vagtônio Brandão, “O Povo Quer Mudança” foi o empresário e líder comunitário, Neto do Supermercado. Que diz “Acreditar nas propostas de Vagtonio para o munícipio de Buritirana nas áreas de saúde, educação e infraestrutura”.

Candidatos a vereadores - Pelo menos 14 candidatos a vereadores da coligação “O povo quer mudança” disputam uma vaga na Câmara de Vereadores de Buritirana. A disputa para prefeito em Buritirana é conciderada umas das mais acirramdas da região Tocantina.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:10

A coligação "Pra fazer muito mais", que tem como candidato a prefeito Sebastião Madeira deu o primeiro passo de campanha ontem no final da tarde, 01, com a realização de uma caminhada.

A passos largos, Madeira chegou ao comitê de campanha para inauguração, onde uma multidão o esperava, atendendo o chamamento através dos carros de campanha que circularam durante a tarde. 

Candidato a reeleição, Madeira marca um posicionamento forte através deste evento, a quantidade de pessoas, representou a força da campanha do atual prefeito e mostrou o ton da campanha; com qualidade e organização, principalmente centrada nos objetivos que a cidade tem para os próximos quatros anos, mas fundamentalmente, não deixar o processo de crescimento parar.

A obrigação da realização de um evento desse porte era obrigação, por sinal, bem cumprida, pois a espontaneidade e a quantidade de pessoas reunidas - após deixar seus trabalhos - trás um sentimento diferente ao inicio da campanha. - Não é a força de Madeira que reunião tanta gente, mas a força da vontade do povo.

PESQUISA

Correndo contra o tempo, o candidato Carlos Amorim, tenta construir seu nome na rua, realizando caminhadas durante a manhã e tarde, mas demonstrando ainda muita inocência politica. Com a proximidade do processo, o julgamento eleitoral, o candidato do PDT, ainda não entendeu o tamanho que a cidade está, talvez por ter passado, os últimos dois anos fora da cidade, para piorar, antes de apresentar projetos para a cidade, deve apresentar sua prestação de conta do mandato, que por sinal, a cidade ainda não conhece. Mesmo saindo na frente, o impacto pode ser surpreendente para o deputado - Suas caminhadas tem sido feitas regularmente, para tentar construir um efeito menos devastador no resultado da pesquisa que pode ser divulgada no domingo pelo jornal Estado do Maranhão.





Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:47



logo mp
O Ministério Público do Maranhão irá lançar ainda em 2012 o edital do concurso para provimento de cargos de servidores técnico-administrativos. A informação foi prestada pelo presidente da comissão do concurso, o promotor de Justiça João Leonardo Sousa Pires Leal.

Serão oferecidas vagas para o cargo de analista ministerial, que exige escolaridade de nível superior, e de técnico ministerial, com formação de nível médio. De acordo com a comissão do concurso, criada por meio de portaria da Subprocuradoria Geral de Justiça para Assuntos Administrativos, existem cargos em que o número de vagas já está definido e outros em que os aprovados ficarão em cadastro de reserva.

Para o cargo de analista ministerial administrativo, que pode ser preenchido por candidato com formação superior em qualquer área, há uma vaga; para a área de Arquitetura e Urbanismo, são duas; Ciências Sociais, uma vaga; Engenharia Civil, são nove; Engenharia Elétrica, são três; Engenharia Mecânica, há uma; e para área Processual Direito, são cinco vagas.

O cargo de analista ministerial também selecionará candidatos para o cadastro de reserva nas áreas de Administração, Arquivologia, Serviço Social, Biblioteconomia, Comunicação Social/Jornalismo, Auditoria, Economia, História, Medicina, Pedagogia, Psicologia, Tecnologia da Informação, Perícia nas áreas de Engenharia Sanitária, Geografia, Medicina e Psiquiatria.
Para o cargo de técnico ministerial, o concurso disporá de 48 vagas para a área administrativa e quatro para a de edificações. Para as áreas de informática e saúde, os aprovados ficarão em cadastro de reserva.

A comissão do concurso público para servidores do Ministério Público do Maranhão é composta, além do presidente João Leonardo Sousa Pires Leal, titular da 23ª Promotoria Especializada do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa, pelos promotores de Justiça Orfileno Bezerra Neto, da 4ª Promotoria Criminal, e Valdenir Cavalcante Lima, da 15ª Promotoria Cível, todos de São Luís, e ainda pelos servidores Ivoneide Queiroz Santos, coordenadora de Gestão de Pessoas, e José Walter Gonçalves Silva Júnior, coordenador da Folha de Pagamento da Procuradoria Geral de Justiça.


Redação: José Luís Diniz (CCOM-MPMA)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:51

O vereador e blogueiro Rui do Porão agora sente as dores de um processo por tratar de forma venosa, compulsiva e pejorativa um dos candidatos a prefeito de Imperatriz, o mesmo entrou na justiça pedindo para que fosse tirado do seu blog, os posts que continham mensagens baixas e infâmias, acatado pela justiça, agora o blogueiro insiste em publicar sobre a liberdade de expressão. No ano passado, o blogueiro Rui, que já foi suplente de vereador por 3 vezes, processou este blogueiro (veja aqui) , com um ton pejorativo, chegou a comunicar a ação, que hoje respondo. A mesma iniciativa, o advogado da coligação "Imperatriz não pode parar" pediu que o blogueiro retirasse do seu espaço, assim como também ele fez com este blogueiro (veja aqui) e publicado pelo blog do Carlos Lee, como tentativa de censiar a liberdade de expressão. Na época, blogueiros como a "Jurema Capeletti" (Leia aqui)  de repercussão nacional, publicou com o título: "NINGUÉM TIRA O DIREITO DE OPINAR", demonstrou sensibilidade a causa, acusando o candidato Rui do Porão de tentar constranger o blog e a imprensa. No blog do "mascate" um dos líderes nacional de audiência ele escreveu: "Alguns blogueiross já estão sendo processados como é o caso do Holden Arruda no Maranhão e da Adriana Vandoni no Mato Grosso, entre tantos. Outros blogs são simplesmente tirados do ar sem a mínima cerimônia, sem contar os que são patrulhados diariamente pela camarilha de bandidos que infestam os corredores das instituições do poder desta pocilga."

Quem conhece o espaço virtual que ele escreve, sabe da forma pejorativa que ele trata seus adversários políticos, totalmente diferente da forma que o blog HOLDEN ARRUDA posta e mesmo assim ele moveu uma ação e pediu que as postagens que continham o nome dele fosse retirada. Muito bem, se a justiça foi usada por ele e cumprida, porque da mesma forma ele agora tenta invalidar a ação a que ele foi submetido?

Quer processar, mas não quer ser processado. Da pra entender?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:09

O que ocorre na cidade de Buritirana-Ma é o que não ocorre em lugar nenhum desse país, pelo menos depois das sistemáticas investidas da justiça contra péssimos gestores públicos, mas para o prefeito Zé do Mundico, as leis desse país parecem não o atingir, pelo menos ao que parece ou reflete suas atitudes, apesar de ter sido julgado por improbidades.

Zé, com o seu dinheiro (teoricamente) conseguiu trazer para o seu grupo politico, o seu maior adversário de todas as campanhas, o sr. Antonio do Leque (ex-prefeito), segundo o que corre na Tal "boca miúda", o valor pago pelo seu apoio seria de R$ 750 mil reais, para outras lideranças que ousaram interferir no processo eleitoral contra o atual prefeito, que não concorre por ter sido reeleito na ultima eleição, as interceptações financeiras beiram os 100 mil a 150 mil reais, dependendo do potencial de voto, para candidatos a vereadores, esses que não passam de coadjuvantes, 50 mil reais. 

A cidade de Buritirana é realmente um lugar abençoado e paga por ter reeleito Zé do Mundico, que já usou das mesmas práticas na eleição anterior, se não bastasse, seu sobrinho, que estuda medicina, está consultando o povo onde chega;  nas praças ou nos bares, onde até mesmo as contas de bebidas são pagas, isso tudo com o dinheiro do Zé, que foi convidado pelo Ministério Publico de Amarante, que também atende por Buritirana, a dar expediente pelo menos duas vezes por semana, sob pena da denuncia e possivelmente a perda do mandato. Talvez seja por isso, pela distancia da comarca de Amarante, que o mesmo MP não esteja vendo a quantidade de absurdos que tem ocorrido naquela pacada, destruida e abandonada Buritirana.




Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:32

PORTO FRANCO: O desespero do Nelson

por Holden, em 01.08.12
Somente pela astucia do deputado Antônio Pereira, um candidato desconhecido e de outra cidade, tentaria uma eleição em Porto Franco. 

Prefeito Empreendedor
Ao visitar as repartições públicas daquela cidade, desde um posto de saúde até um ginásio ou o estadio de futebol, é possível entender o quanto é difícil ganhar uma eleição de Deoclides Macedo.

 A construção de alianças em todas as cidades da região, ou talvez até do Maranhão, o deputado Antonio Pereira, constrói candidatos a prefeitos, de preferencia médicos, com seu suporte empresarial, melhor que isso - Constroem lideranças para sua próxima eleição para a assembleia.

Mal assessorado, as alianças de Nelson, é o exemplo da derrocada que o município viveu, o Fia, ex-prefeito, o unico que conseguiu aproveitar a ausência de Deoclides e afundou o município nos 4 anos que ficou na prefeitura.

Nelson - desanimo na campanha
Aos poucos, o grupo de Nelson, ou do Fia,  que enfrenta a união de um grupo consolidado como o do atual prefeito,  começa a entender porque é extremamente difícil enfrentar Deoclides, e aceitam terminar como começaram, totalmente desanimados. Se dependesse somente da imagem virtual construida durante o periodo pré-eleitoral Nelson estaria eleito, mas a escolha de Adersinho, um fiel companheiro do atual prefeito, simplesmente desconstruiu todo o projeto do único grupo que aceitou enfrentar a força pedetista, e na ultima eleição, conseguiu apenas 4% de todos os votos de Porto Franco.

Se for por falta de animo, Nelson está eleito - Em troca, a melhor saída é fazer como já tem dito:
 - Estamos montando um projeto para o futuro, para as próximas eleições. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:34

Tudo que Carlinhos não quer.

por Holden, em 01.08.12
Terminar as eleições em terceiro, é tudo que Carlinhos não quer passar. Ao entrar na campanha contra o criador, o deputado deixou de lado toda a militância tucana que lhe proporcionou uma eleição para a Assembleia, em troca de poucos militantes da esquerda que caminham retrucados em ter que andar pregando sua imagem. O receio do grupo pedetista agora é a entrada de Ildon na campanha, e se for para entrar, que seja junto com o PDT - É o que pensa Jean e Carlinhos, mas é discordado pela maioria vermelha, como o próprio candidato a vereador Carlos Hermes - que acredita na transferência natural dos votos. 

Durante os 4 anos, Madeira não trabalhou desordenadamente, trabalhou nos principais pontos, onde estavam, segundo pesquisas, os votos que ainda restavam do Ildon. O reflexo da campanha que Madeira fez a Carlinhos foi sua votação na cidade, exorbitante se compararmos a votação que o candidato do ex-prefeito teve, mesmo com todo o seu aparato humano de campanha.

Ildon é um politico em decadência e não em ascensão, mas para Rosângela, que corre por trás, seria um bom apoio, visto que tanto a militância, como os votos podem ser divididos com os demais candidatos, pois dificilmente a fatia completa será transferida.

Para Carlinhos, o apoio de Ildon pode até o colocar na disputa, mas não o levaria para terceiro lugar. Depois das derrotas com relação as intervenções (PSB, PP) e  a perda desses partidos; a derrota na busca pelo apoio de Ildon e o terceiro lugar no final da campanha seriam o ultimo pensamento de Carlinhos. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:55


Aberturado comitê marca oficialmente a campanha  pela reeleição de Madeira

A Coligação Pra Fazer Muito Mais-PSDB,PSD, PSL e PT do B, PMN, PPS, PTB, PP e PV- que tem como candidato a prefeitoSebastião Madeira (PSDB) abreoficialmente a campanha nesta quarta-feira, Primeiro de Agosto,  com a inauguração do Comitê de Campanha localizado na Rua  Leôncio Pires Dourado, esquinacom a Tupinabá.

“Será nosso primeiro grande ato de campanha. Esperamos contarcom a presença da  militância de todos os partidoscoligados; dos  simpatizantes   e,  detodas as pessoas que querem  uma Imperatrizcada vez melhor”  disse ontem o coordenador  geral da campanha o advogado e jornalistaDaniel Souza, que deixou  o cargo deouvidor geral do Município para se dedicar  á campanha.

Essa será a quinta campanha  para prefeito da qual Sebastião Madeira participa como candidato desde que decidiu trocara medicina pela vida pública no início  dos anos  1990.

Madeira teve quatro mandatos de deputado federal pelo  PSDB, seu primeiro e único partido até hoje. Foi vice-líder da legenda da Câmara dos Deputados e,  ainda presidiu, por dois mandatos, o cobiçado cargo de presidente nacional  da Fundação Instituto Teotônio  Vilela (ITV) que é  o braço doutrinário do PSDB.

Em 2008 se elegeu pela primeira vez prefeito de Imperatrizimprimindo na gestão a marca da presença na vida da cidade; da solução de problemas históricos na infraestrutura urbana, e de significativos avanços na educação, saúde e  agricultura,  além da expansão e melhoria dos programas sociais e a abertura da cidadepara grandes investimentos, como a Suzano Papel e Celulose. 

“ Quero continuar a serprefeito para prosseguir com esse trabalho. Para que a cidade continue nesseprocesso de desenvolvimento; para que   possamos fazer muito mais do que já fizemos” disse ontem numa rápida entrevista  oprefeito Madeira.  

Coligações-O grupo departidos que apóia a reeleição de Madeira se desdobrou em duas outras coligações proporcionais: Para Imperatriz Continuar a Avançar pelo PSDB- PP-PSD-PSL- e a Coligação O Progresso não pode parar- PPS-PV-PT do B-PMN e PTB.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:00

Pág. 7/7





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D