27 fevereiro 2013

Duas irmãs de Amarante do Maranhão são presas no México

Entrada da cidade de Amarante do Maranhão

A comerciante  Maria Rosilene Alves, residente na cidade de Amarante do Maranhão, a 105 km de Imperatriz, oeste do Estado ( a cerca de 760 km de São Luis) está fazendo um apelo à embaixada brasileira no México em busca de informações sobre duas filhas dela que estariam presas naquele país há um mês.

Segundo Maria Rosilene, as filhas dela Roseane Ribeiro Alves e Camila Ribeiro Gonzalez foram presas com os maridos que integram uma quadrilha chefiada por Ignacio Gonzalez de Arriba. Ele é suspeito de envolvimento com a prostituição, vinha mantendo mulheres reféns no México e também se auto proclamava a encarnação de Jesus Cristo.

Maria Rosilene procurou na tarde desta terça-feira (26) a Assistência Jurídica da Prefeitura de Amarante do Maranhão, onde pediu ajuda. A advogada Maira, informou que já deu entrada com um pedido de informações as autoridades competentes em Brasília.


Por João Rodrigues
Postar um comentário