15 fevereiro 2013

Fim da Resistência: Com o Ministério nas mãos de Lupi, o PDT do Maranhão deve permanecer como está.


 É o que informa o próprio partido (PDT), sobre a opção de Dilma para ocupar o ministério do Trabalho. Sai Brizola Neto e entra quem o Lupi indicar.

A comunicação ao ministro sobre sua saída foi feita pelo Ministro de Gabinete, Gilberto Carvalho, o porta-voz da presidente. A intenção é trocar a pasta no mês de Março, quando será feita uma mini-reforma no governo do “pibinho”.

Com essa noticia, a ala conservadora do PDT do Maranhão (Resistência) pode começar a dar adeus as fileiras trabalhistas e ingressar em outras duas opções, visto que o objetivo do partido é apoiar a candidatura de Flávio Dino, que é motivo de discórdia por outros que defende um amplo debate da oposição e não somente uma chancela natural da candidatura.
A primeira seria o partido a ser criado por Marina Silva (ex-PV), a segunda, o PSB, que já fez o convite, mas também deve seguir a oposição, resta saber se com ou sem o debate.

Em Março haverá a eleição nacional do PDT, que tende a permanecer nas mãos do Lupi a nível nacional, consequentimente, nas mãos de Weverton, no Maranhão, apoiando o candidato comunista, devido a conveniência acertada nas eleições de Imperatriz e da capital.
Postar um comentário