09 fevereiro 2013

Reunião do STEEI não é política, é politiqueira...


Na ultima reunião do sindicato dos professores de Imperatriz, foi deflagrado a caça as bruxas (ou caça ao real $), iniciativa que também, decreta o inicio do processo eleitoral do ano que vem, por dois motivos.

Primeiro, a ordem é conturbar o cenário político de qualquer governo, dos grandes, que tenham alguma ligação com os governistas a nível de Estado e traga algum resultado midiático.
Mas tem algo além disso, que trato no final do post.

Para os professores, que já receberam no finalzinho do ano, o rateio, o décimo terceiro e o décimo quarto salário, ainda estão de olho em um recurso que estava previsto para o inicio do ano (2014), mas que foi cortado pelo governo federal, então, o que mesmo eles estariam  reivindicando?

Até a ultima sexta-feira, mais de dois dias após a iniciativa de deflagrar a tal greve - onde anunciaram que fariam uma paralisação de advertência  -  a prefeitura se quer teria sido comunicada. Pelo menos isso deveria ter sido feito, para que, se, realmente a categoria tiver direito, ou se tiver algum recurso para os “insaciável dos professores”, que seja pago. O problema é que não há! Sem falar que a deflagração de greve ou paralisação de advertência  na pior das hipóteses  são realizadas após o o final de incansáveis negociações, que nem se quer houve.

Muito bem, então vamos para a outra parte. O porquê de o sindicato ter tanto interesse em começar o ano atrás dos recursos, mais recurso, (os incansáveis recursos), antes se quer de pensar na qualidade do ensino que será apresentado neste ano letivo . Não para todos, até porque como sempre, apenas uma minoria tem concordado com tanto apelo poliqueiro. Isso mesmo, politiqueiro.
A guerra é outra, e esta claramente ligada a eleição de 2014.

Eu explico: Existe uma briga não formalizada para saber quem será o candidato do PC do B a deputado Estadual e nessa disputa entra o vereador Carlos Hermes e o vereador e suplente de Deputado Estadual, Marcos Teorema. Entenderam? O primeiro busca a todo custo aumentar seu espolio político, apesar do segundo ter sido seu grande patrimônio eleitoral, pois sem Marco Teorema, Carlos Hermes não seria vereador, basta olhar sua votação...

Aliado à estratégica poliqueira do comunista e ex-petista, o sindicato dos professores, o insaciável $TEEI, inicia o ano querendo mais.
Quem sabe agora com essa, precipitada e mal planejada iniciativa da direção do $TEEI, os pais de alunos se manifestem e comecem a reivindicar a qualidade no ensino dos professores, e até, quem sabe, façam uma paralisação de advertência, ou a corda vai continuar quebrando na parte mais fraca.

E o pior, os alunos sendo o escudo de uma luta política para saber quem será o candidato a Deputado Estadual da oposição nas próximas eleições. Simplesmente ridículo.
Postar um comentário