26 fevereiro 2013

Vereador Jr Holanda solicita recuperação de rua, bueiro e iluminação pública


Os moradores pedem socorro ao poder público no bairro Vila Sálvio Dino, na cidade de João Lisboa, na região Tocantina. A afirmação é do vereador Francisco Alves de Holanda Júnior (PTB), o Júnior Holanda.
Ele reivindicou na sessão ordinária dessa segunda-feira (25/02) providências à Secretaria Municipal de Infraestrutura (Sinfra) no sentido que revitalize o bloqueteamento de um trecho da rua “A”, na Vila Sálvio Dino.
Júnior Holanda conta que o pavimento da via não suportou o trânsito de veículos pesados [ônibus e caminhões] e “estourou” o bloqueteamento dificultando o acesso de carros e motociclistas que arriscam a travessia pela rua “A”. “Essa é uma situação que precisa ser resolvida em curto intervalo, pois a comunidade clama por melhorias em toda vila Sálvio Dino”, disparou.
O vereador também considera crítica a falta de iluminação pública, embora os moradores paguem mensalmente a famigerada taxa à Companhia Energética do Maranhão (Cemar) que repassa os recursos arrecadados ao município de João Lisboa. “A manutenção do serviço, incluindo reparos e substituição das luminárias é de responsabilidade da Prefeitura Municipal”, garante.
Reivindicou ainda ao município a instalação de luminárias e lâmpadas na rua “F”, na Vila Sálvio Dino. O vereador entende que melhorar a iluminação pública também contribuirá para o setor da segurança pública. “Esse é um direito constitucional do cidadão joãolisboense que precisa ser assegurado pelo governo municipal”, observa.
Bueiro – Júnior Holanda, que luta para viabilizar projetos e ações em benefício da comunidade, aponta ainda como um dos maiores problemas do bairro a situação de um bueiro estourado na rua B2, na Vila Sálvio Dino.
Ele alerta que o acúmulo de água pode causar nessa época do ano a proliferação do mosquito aedes aegypti,transmissor da dengue, além de causar outras doenças endêmicas, sendo necessária a urgente intervenção da Secretaria Municipal de Infraestrutura – Sinfra.
“Esse é um problema grave, pois se providências não forem adotadas urgentemente a via ficará intransitável, prejudicando dezenas de moradores da Vila Sálvio Dino”, concluiu ele. 
[Assecom-Gabinete]
Postar um comentário