20 março 2013

Falta de água e aula marcam o inicio da gestão Otsuka em Grajaú...


Depois que o prefeito Otsuka assumiu a cidade de Grajaú, alguns fatos ocorridos tem preocupado os moradores daquela cidade, na sua maioria, questões que estão claramente ligadas a ingerência administrativa, mesmo alguns casos sendo, por um lado, ocorridos em função de "mal feitos" ou "nem feito" por secretários do primeiro escalão, naturalmente a competência e responsabilidade, é do prefeito.
Otsuka: Falta d´água e falta de aula em Grajaú

Um dos problemas ocorridos na cidade é a falta d’água. Em Grajaú, o sistema de abastecimento é municipal e não da Caema, como em alguns municípios do Estado. Bairros como Ipem e Canoeiro, dois grandes bairros estão com o fornecimento suspenso já a alguns dias.

Outro impasse, ainda sem resposta é o inicio do ano letivo, que, segundo os pais de alunos nunca teria atrasado tanto. Alguns pais de alunos procuraram o prefeito, mas não conseguiram ser atendidos e nem conseguem respostas sobre quando as aulas devem começar. Apesar de Grajaú ser uma cidade pequena, onde, habitualmente, os prefeitos são pessoas comuns e de fácil acesso, o mesmo não tem ocorrido neste governo.

Rua que dá acesso a casa do prefeito: Melexete.
A falta de gerenciamento também foi vivida recentemente em um dos bairros da cidade, quando, em pleno inverno, para mostrar serviço no bairro onde mora o prefeito, a secretaria de obras resolveu raspar e empiçarrar a rua, o resultado é desastroso e demonstra a falta de planejamento, visto que o serviço não deveria ter sido feito em pleno período chuvoso.  

É possível que o prefeito venha a conseguir chegar na estabilidade administrativa, apesar de não ter tido nenhuma experiência administrativa e nem política anteriormente, afinal, ainda faltam mais de 3 anos para definitivamente Otsuka colocar a máquina administrativa de volta nos trilhos.
Postar um comentário