10 março 2013

Por favor, não me mande e-mail de movimentos do avaaz. Perdeu o crédito.


O grupo avaaz que promove abaixo assinados na internet, foi um dos defensores do ficha limpa e ajudou a mobilizar a população brasileira a conseguir manifestações e assinaturas via internet, mas perdeu o crédito.

O site passou a defender todos que são contra os evangélicos e pastores, principalmente a comunidade gay, que tenta, de qualquer forma, aprovar uma lei exclusiva pra eles, como se fossem algum ser especial e diferente dos demais.

Após autorizar o movimento contra o Pr. Malafaia retirou do ar um baixo assinado a favor do mesmo pastor, agindo autoritariamente e sorrateiramente, pois os direitos são exatamente iguais. A desculpa para retirar o link teria sido motivada por uma comissão de pessoas ligadas ao próprio movimentos, mas a verdade é que as assinatura à favor de Malafaia já estava superando em duas vezes a quantidade dos que estavam contra ele.

Agora, agindo sorrateiramente mais uma vez, o avaaz abre espaço para denegrir a imagem do Pr. Marco Feliciano, que recentemente foi eleito presidente da comissão de direitos humanos, tudo por conta da manifestação gaysista imposta pelo também deputado Federal e homossexual, o Jean Wylys.  O objetivo é usar um texto isolado onde o Pr. cita o país da África, para fazer uma colocação sobre uma maldição coloca sobre a terra e encontrada na Biblia.
Por essas questões eu não participarei mais de nenhuma manifestação do Avaaz, e avaaz tudo pra PQP.
Postar um comentário