16 abril 2013

Hamilton Miranda pede abertura da "caixa de pandora" do aterro sanitário do PT...


O pedido do vereador pode ter sido uma retaliação sobre a influencia petista dentro do movimento grevista, que tem prejudicado as negociações e tiram a legitimidade do movimento, que passou de uma reivindicação classista para uma manifestação política do PT.  

Hamilton quer relatorio sobre desvios de recursos
na ordem de MEIO MILHÃO, na gestão do
PT de Imperatriz
O presidente da câmara, Hamilton Miranda (PSD) pediu que fosse formado uma comissão de vereadores para fiscalizar os recursos do ministério do meio-ambiente, que deveriam ter sido aplicados na construção do aterro sanitário no município de Imperatriz, segundo o vereador, os recursos recebidos ainda no governo do ex-prefeito do PT, Jomar Fernandes, não teriam sido aplicados e apresentam forte indício de corrupção e desvios de recursos, o que prejudicará o município no cumprimento das normas que regulamentam a criação do aterro sanitário, conforme a nova lei de resíduos sólidos que determinam o fim dos lixões, com prazo determinado para execução até 2014, conforme a lei 12.305 de 2010.

Hamilton pediu que as comissões, inclusive a do meio-ambiente,  realizassem a fiscalização para saber qual empresa teria sido contratada para a execução do serviço e abrisse, ao final dos trabalhos, a caixa se pandora para saber quem foram os beneficiários dos recursos que chegam a meio milhão de reais, mas que restaram somente na construção de um galpão.

O pedido do vereador Hamilton Miranda pode ter sido proposto após a constatação da
Recursos desviados serviria para construção
de aterro sanitário
presença de ex-integrantes do desastroso governo petista na manifestação dos servidores da saúde e da educação, ocorrida hoje na câmara de vereadores. Durante a realização da sessão ordinária, manifestantes exaltados prejudicaram o pronunciamento dos vereadores que não compactuaram com as ingerências e corrupção do desastroso governo petista, defendido pelos esquerdistas que estavam misturados com os manifestantes e quase prejudicaram os pronunciamentos da casa de leis, a ordem só voltou ao parlamento quando o presidente da câmara pediu que a democracia e ordem fossem restabelecidas e chamou a atenção dos manifestantes informando-os que suas reivindicações eram louváveis, mas que os baderneiros misturados com aos manifestantes deveriam respeitar a casa de leis.

De fato a presença de radicais e esquerdistas nos movimentos de classe tem prejudicado as negociações, visto que na sua maioria estão infiltrados em movimentos somente para conturbar o cenário político e muitas vezes prejudicar a serenidade e a ordem, estabelecida em momentos onde os direitos constitucionais deve prevalecer.
Postar um comentário