02 junho 2013

Mulher foi enganada por macumbeiro e diz, não quero mais meu marido, quero é meu dinheiro de volta

PORTAL AI5


Mulher diz que foi enganada por macumbeiro e diz, não quero mais meu marido, quero é meu dinheiro de volta.

Francisca, a vítima
O macumbeiro identificado conhecido pelo apelido de ‘Missionário Maranhão’, que diz ser da cidade de Codó (MA) e amigo pessoal do pai de santo Bita de Barão, está sendo investigado pela Polícia Civil do Piauí, na cidade de Campo Maior, acusado de estelionato. Ele recebeu da doméstica Francisca Rodrigues, 49 anos, a importância de R$ 700,00 prometendo trazer o marido dela de volta. No entanto, o homem fez foi casar com outra mulher.

Na Delegacia do 1º DP de Campo Maior, Francisca disse que começou ser enganada logo através de anúncios. Ela garante que o macumbeiro anuncia no município que ‘traz a pessoa amada em três dias, pelo preço de apenas R$ 300,00′.

‘Ele diz que é somente o dinheiro que gasta com os trabalhos, mas quando eu cheguei lá para ser atendida, o Missionário foi dizendo que tinham feito um serviço pra mim e que iria sair mais caro trazer o meu marido. Me pediu R$ 1 mil e 200 reais. Eu paguei R$ 700,00 e o resto do dinheiro ficou acertado para ser pago quando o meu marido voltasse. Os dias se passaram e nada do meu marido aparecer. Acabei descobrindo que ele fez foi casar com outra mulher’, contou a doméstica, ao registrar boletim de ocorrência.

A delegada Ana Luisa abriu inquérito para apurar o caso e também não descarta a prática de charlatanismo.

O macumbeiro acusado ainda não foi ouvido pela polícia, mas garante que a doméstica Francisca se precipitou em ir a delegacia. Afirma que os trabalhos dela ainda não terminaram e que ela quebrou a corrente.



Postar um comentário