18 julho 2013

Carlos Hermes, em outro planeta...

Lendo um texto publicado no blog do vereador comunista e ex-petista, Carlos Hermes, lembrei do tempo em que o governo do PT, partido no qual ele fez parte, governava Imperatriz, e que ainda governa este país, e lembrei, sem mais delongas, do próprio PC do B, partido que comanda o atual ministério dos Esporte, no qual foi alvo de uma série de denuncias de corrupção que acabaram por derrubar o então ministro Orlando Silva. Mas também lembrei, das palavras diferidas pela Dilma, e do artigo no jornal New York Times, ditado pelo seu símbolo maior do socialismo/capitalista (se é que isso existe), o próprio Lula, ambos, fingindo que não são governistas, que não governam o Brasil a mais de uma década e que toda deficiência nos pilares principais de um governo; saúde, educação e transporte, até chegar a inercia politica em que o Estado se encontra, não seria culpa deles.

Governistas continuam fingindo que a revolta não é com eles...
Incitavelmente, a particularidade no que eles falam quando tratam a roubalheira que existe na política e os desmandos na área da saúde e da própria educação, que no Maranhão, - sem olhar para o próprio nariz - , os militantes do governo (PT e Cia) que desenterraram o Sarney, ainda colocam a culpa em Roseana, como se no Brasil existisse algo diferente.

É estranho tentar conseguir entender o óbvio, e como Lula e Dilma, que culpa os políticos pelas revoltas do povo expressadas na rua, Carlos Hermes também os culpa. Assim como seus algozes, fingem que não são políticos e nem governo e discussão em meio a militância ou fanáticos (como é o caso de Imperatriz), como se estivessem blindados das vozes do povo.

"Planeta Marte"
Eu simplesmente não entendo. Estariam eles, como tanto tem se falado nas mídias sociais, nos jornais de grande circulação, em planeta diferente do restante do povo brasileiro?

Vejamos: “Utilizei a tribuna para lembrar que o povo se manifestou contra a classe política, em sua absoluta maioria corrupta...” 
(vereador Carlos Hermes, PC do B)


Realmente, sem precisar o legislador recordar, (o que não pode nem sonhar em esquecer) o povo brasileiro se manifestou contra a classe política em um momento inesquecível,  pois as vozes da indignação manifestada pelo povo, ainda soam para muitos, mas penso, que assim como a Dilma, o Lula e os demais companheiro, é preciso entender que quem governa este país são vocês, “como nunca na história...” e dispensar os discursos lunáticos para o planeta Lula, onde as vozes do povo ainda não foram compreendidas, é desrespeitar todos os movimentos que pediram mais "tudo" e menos corrupção.  
Imaginemos então, se a Vara da Fazenda resolver tirar da gaveta os processos contra o PT, quando governou Imperatriz...
Postar um comentário