10 julho 2013

Com falácias, dono do PTC tenta desmoralizar judiciário imperatrizense...

Não é a primeira vez que o radialista e ex-candidato a prefeito por Imperatriz, Justino Filho, usa programas de TV ou qualquer outro método de comunicação para atacar juízes e promotores. O problema sobre tal denuncia, - várias vezes repetidas por ele - , é a falta de resposta do judiciário, que assiste e permanece em silêncio. Na eleição do ano passado, Justino chegou a enfrentar um promotor e um juiz eleitoral, em um debate realizado na Fest, dizendo, inclusive, que não tinha medo de promotor e nem de juiz, pois eram todos comprados.

Ontem, mais uma vez, o dono do PTC em Imperatriz usou um programa para atacar o judiciário,  destilando todo o seu veneno e fazendo sérias e promissoras denuncias contra o sistema de justiça imperatrizense, afirmando até, que prefeitos estariam pagando para juízes não tomarem decisões contrárias aos seus interesses. 

Verdade ou não, cabe ao sistema ora afetado, o judiciário, convocar o radialista para comprovar denuncias, sob pena de continuar constrangendo-os ou até mesmo, destruindo a credibilidade ainda existente no fórum local.
Postar um comentário