04 julho 2013

Por falta de gente, Conferência das cidades em Montes Altos encerra antes da hora...

A popularidade baixa e ausência do prefeito no próprio município podem ser a razão da ausência do povo e dos vereadores, até mesmo os da base.
Junto com os movimentos que tem ocorrido na cidade de Montes Altos, também acontece o desejo do executivo em demonstrar que a coisa está correndo na mais perfeita harmonia, se não fosse por um fato: O descaso que hoje existe no município.
Na ultima sexta-feira, era previsto para ter ocorrido a 1° Conferencia das cidades, que de fato ocorreu, mas foi encerrada antes do horário previsto, por volta de 10 da manhã, logo após ter iniciado, por falta de quórum (falta de gente).
 Muitas lideranças e prefeitos da região eram previsto para participar, como Otsuka de Grajaú e João Piquiá, do Sitio Novo, e até foram, mas preferiram não participar por não ter pessoas no evento. Com a falta de popularidade do Valdivino Rocha, preferiram fazer uma visita particular ao padre e dar meia volta.
Os vereadores por sua vez, preferiram permanecer na câmara, onde discutiram projetos e problemas que assolam o município, como a educação e saúde, que foram alvo de um movimento que ocorreu no final da tarde do mesmo dia, como tem ocorrido em todas as regiões e cidades do Brasil. Com grande reforço policial vindo de outros município, a população não se acovardou e cobrou do executivo municipal os recursos vindos para a educação, ampliação e reformas de escolar, que, segundo um dos lideres do movimento, NENHUMA SALA DE AULA, SE QUER FOI CONSTRUIDA DURANTE OS QUASE CINCO ANOS DO MANDATO DE VALDIVINO.

                                                                                                                                                                     
Postar um comentário