10 julho 2013

Imperatriz amanheceu sem graça...

Mais uma vez somos vitimas de ações de assassinos que a muito tempo vem operando a margem da lei em Imperatriz; matando, destruindo famílias, instaurando a desordem na cidade.
Durante muito tempo Imperatriz fez parte das principais noticias sobre crimes do Estado, e até do país. A cidade que mata padre, prefeito, professor, tirando a alegria e instaurando a tristeza, a revolta e o medo.

Mas a principal pergunta é; Como bandidos a todo o momento cercam a cidade e assassinam quem quer que seja, circulam nas ruas com suas armas e não são se quer abordados?

Como falei anteriormente: Não são viaturas que impedirão, mas sim, policiamento ostensivo, preventivo e até uma policia repreensiva, que circule com viaturas bem equipadas e abordem qualquer suspeito, e não ajam sempre com ações premeditadas de fiscalização, onde o comando vai até a TV dizer que fará operações de desarmamento. - Só um idiota vai sair armado depois de deflagrado tal procedimento!


Enquanto nos preocuparmos com mídia antes de agir com eficiência, bandidos, assassinos estarão fazendo seu trabalho e divulgando sua mídia contra o aparato do Estado, que funciona aparentemente, pois quando vemos as viaturas circulando com seus sinalizadores luminosos nas ruas, instalam em nossos sub conscientes a falsa impressão de segurança. 

É preciso que o sistema aja de forma concisa, articulada e efetiva, e não somente midiática. 

Iron Vasconcelos (foto), professor, foi morto a tiros, ontem a noite, ao chegar em sua residencia no bairro Nova Imperatriz. Ele era professor e artista, onde atuava em empresas com apresentações motivacionais. 

Exclusivo: Vídeo mostra o prof. Iron Vasconcelos fazendo o prefeito Madeira dançar

Com seu carisma, o professor Iron ministrava palestras em empresas e repartições publicas, como neste vídeo abaixo, onde ele coloca o prefeito de Imperatriz para dançar.

Postar um comentário