18 julho 2013

Primeiro casamento gay do Maranhão é de São Luis, e Imperatriz, quando vai sair do armário?

É estranho o movimento onde uma maioria gaysista que se manifestava a favor do casamento gay, e até agora, em Imperatriz, não vemos essa grande vontade manifestada na justiça, com o casamento civil, autorizados pelo CNJ.

Dentre todos os estudos no qual se tenta afirmar a tese sobre a formação social ou das entidades, vemos a vontade da maioria sempre prevalecer. No Brasil criaram a vontade da minoria, onde o desejo dela sobre sai perante a maioria, então, vemos tendências, militâncias, e até apologias, que defendem tais abominações, como tratou Angels, em seu livro “A Origem da família, da propriedade privada e do Estado” (1884), onde ele disse não existir nenhuma civilização onde se juntaria duas pessoas do mesmo sexo, e denominou de “abominação”, portanto, não me venham apelidar de extremista da direita, pois me baseio nos estudiosos da antropologia humana, como também, não devendo pois, me colocar como radical, pois o mesmo radicalismo é incremento de Max.  - Mas nada contra!  Cada um dar o que tem. Neste ramo aí, por exemplo, não tenho nada pra dar. São apenas restrições quanto as imposições de uma minoria.

Pois bem, visto que o sonho da maioria tida como conservadora (até certo ponto, claro) não impõe o seu desejo geral, pois como vemos na atualidade, a minoria passou a ditar sobre a maioria, portanto, passou a ser a vontade geral, vejo que pelo menos em Imperatriz, nenhum troglodita, junto com outro troglodita, ainda não teve coragem de sair do armário e colocar seu nome no cartório, para servir-se dos direitos jurídicos como todo casal.

Ficamos a espreita. Pois toda via, será uma grande manchete da minoria, estampar o primeiro casamento gay em Imperatriz, assim como a cinquentagenaria Daniela Mercury, que somente depois de ver sua carreira em baixa, viu a oportunidade se transformar em oportunismos,  em meio ao debate do casamento gay, e resgatar sua carreira de artista anunciando seu desejo de casar com sua namorada.

Em meio esse infinito debate, e a corajosa exposição dos nossos irmãos ludovicenses, ainda aguardo pra ver quem será o primeiro corajoso a sair do armário em Imperatriz...

jornalista esqueceu de escrever a categoria da matéria



Postar um comentário