30 julho 2013

Resultados positivos são reflexos do comprometimento social e econômico do governo Madeira...

Com o resultado divulgado sobre a melhora nos índices da condição de desenvolvimento humano, divulgado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, que coloca, mais uma vez, a cidade de Imperatriz em destaque com resultados positivos, fica cada vez mais claro que Imperatriz está no rumo certo. Mas não só isso, como também este resultado vem tirar todas as duvidas sobre um intenso debate travado com relação a crescimento e desenvolvimento, pautado pelos críticos no ano passado. Os maiores avanços talvez não venham a ser destaque ainda no governo do prefeito Sebastião Madeira, pois em alguns casos esse trabalho não tem reflexo imediato, mas de forma gradativa.  
Praça  Brasil,  ponto Central da cidade de Imperatriz

Mas, o mais importante é que os frutos desse desenvolvimento não estão somente nas mãos dos grandes investidores e empresários, mas estão também nas mãos dos pequenos, médios e grandes comerciantes da própria cidade, e que hoje desfrutam do aquecimento do mercado, e por consequência, a melhora da condição social.  É um efeito cascata, que sem duvida atinge todo o comercio até o pequeno varejista. Em Imperatriz a economia tem crescido de forma gradativa, e a necessidade de inserir as indústrias no mercado ocorreu no momento certo, fazendo com que todo o aquecimento promovido pela implantação da principal industria da cidade, a Suzano papel e celulose, viesse a ser despejado por aqui, diferente de outras cidades que vêem o processo de industrialização chegar primeiro.

Imperatriz continuará sendo destaque, pois além do comercio pujante, do povo forte e trabalhador, o governo municipal tem feito sua parte, com seriedade e comprometimento social, basta andar nos bairros periféricos para entender qual o foco das ações de Madeira, que seguem desde a regularização fundiária,  que certamente é uma das maiores ações sociais já realizada, até a canalização e drenagem de esgotos e riachos contaminados, que ao longo de décadas assolaram e tiraram a dignidade humana de muitos transeuntes e moradores dos mais diversos bairros da cidade.


É só andar pra ver... 
Postar um comentário