20 julho 2013

SINDICATO DOS JORNALISTAS NOTICIA ESQUEMA DE CORRUPÇÃO NO JUDICIÁRIO DE IMPERATRIZ

O Sindicato dos Jornalistas de Imperatriz (SINDIJORI) vai, nesta segunda-feira, 22 de julho de 2013, noticiar a Corregedoria do Tribunal de Justiça Maranhão e a Associação dos Magistrados do Maranhão, o eventual esquema de corrupção que estaria envolto o Judiciário na Comarca de Imperatriz, conforme denúncia do radialista Justino Filho, veiculada nos dias 18 e 19 de julho de 2013, com entusiasmo, pela TV Capital, no “programa” “Imperatriz 24 horas”, ancorado pelo apresentador e empresário do ramo das comunicações, Conor Pires de Faria.
Justino denuncia esquema no judiciário
No documento confeccionado pelo Sindicato dos Jornalistas de Imperatriz contém a juntada de mídia em DVD, com gravação do referido programa televiso, em que Justino Filho afirma ter provas que juízes de Imperatriz, com exceção da Dra. Ana Lucrécia, foram comprados pela Prefeitura.
O famoso radialista vai mais longe, desafiando as autoridades do Judiciário Maranhense, as quais, segundo ele, sabem tudo (da corrupção) e, mesmo assim, nada fazem para combatê-la.
CREDIBILIDADE

Não há dúvida que a denúncia promovida por Justino Filho encontra-se eivada de pouquíssima credibilidade, a julgar pela postura e comportamento do próprio autor, pessoa de baixa reputação, às voltas com esquemas de desvio de dinheiro da Saúde, propina, chantagem eleitoral e até roubo de uma motocicleta no Estado do Tocantins.
Todavia, a Corregedoria de Justiça do TJ e a Associação dos Magistrados do Maranhão devem se pronunciar, sob pena de essa grave falácia transformar-se em verdade ainda que a premissa seja, sabidamente, falsa.

Postar um comentário