19 agosto 2013

Eliziane, ela sim é um problema...

A medida que sai uma nova pesquisa que avalia a situação dos candidatos ao governo do Estado, também saem as novas avaliações sobre os resultados, claro que na lógica de cada analista, que na maioria das vezes tendem a enaltecer o resultado que lhe favorece e desprezar os demais.

Mas, apesar dos números estarem favoráveis ao candidato Flávio Dino, do PC do B, a subida do candidato do governo, Luis Fernando, ainda tende a incomodar. É só observar as empreitadas da oposição com relação a ele, que, se não incomodasse, não estaria também sendo atacado.
Por outro lado, Dino corre as léguas em sua liderança quase inabalável. Quase. Isso porque a entrada da candidata do PPS, Eliziane Gama, na corrida Estadual, também tende a reduzir os números do comunista, e não somente dele, mas também de Luis Fernando. Exatamente por isso que Eliziane agora busca outros campos, com sua proposta de neutralidade entre o grupo oposicionista por natureza,de Dino, e o naturalmente governista, de Luis Fernando. Eliziane deve apostar em um nome vindo da região Sul do Estado para vice, talvez para compensar seu desconhecimento na região, o que pode, de certa forma, fazer com que os demais candidatos também venha optar por tal estratégia.

O próprio Roberto Freire, presidente nacional do PPS, é quem teria procurado a Deputada para tratar dos números da ultima pesquisa, que seriam algo em torno de 27%, somente em São Luis, o que aumenta a especulação em torno também da ida do PSDB, visto que os dois partidos sempre dividiram derrotas e vitórias no quadro nacional. Além disso, os tucanos já deixaram claro que o nordeste será o foco da campanha, e sem duvidas não deverá desperdiçar um palanque próprio.

Eliziane, que é evangélica, é, assim como Marina Silva, do REDE, a cara do novo Brasil. A cara da ascensão social, da nova politica, da nova classe C e da renovação em sí, é por isso que ela deve preocupar os dois grupos políticos do Estado.


Postar um comentário