09 setembro 2013

Membros do COMMAM cobram da SEMA compensação ambiental da empresa Suzano

A bióloga Ivanice Cândido e o ambientalista Domingos Cezar, presidente e relações públicas, respectivamente, do Conselho Municipal de Meio Ambiente (COMMAM) estiveram em São Luís, no período de 3 a 5 de setembro, participando da 4ª Conferência Estadual do Meio Ambiente, que este ano trouxe como tema “Resíduos Sólidos”. 

Domingos Cesar e Ivanice Candido
Na capital do Estado, Ivanice Cândido e Domingos Cezar aproveitaram a ocasião para solicitar da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais, por intermédio do secretário Carlos Victor Guterres Mendes, o repasse do recurso pago pela empresa Suzano Papel e Celulose para compensação ambiental. Como a licença ambiental foi feita pela SEMA, o recurso é recolhido diretamente na sede da Secretaria de Estado, em São Luís. Os diretores do COMMAM solicitaram que esse repasse seja feito também para Imperatriz, uma vez que a empresa instala sua unidade industrial no município de Imperatriz e expande suas plantações por outros municípios tocantinos. Na audiência, o secretário Victor Mendes instruiu os representantes do COMMAM que solicitasse do prefeito Sebastião Madeira a criação de uma Unidade de Conservação, que pode ser em Imperatriz, ou na região tocantina, de preferência em áreas de atuação da empresa industrial de papel e celulose.

Ivanice Cândido afirma que ao desembarcar em Imperatriz vai acionar todos os membros do Conselho para que este possa mobilizar a sociedade civil, bem como o poder público municipal, para que seja discutida, conjuntamente, a criação da Unidade de conservação e onde ela pode ser implantada. O ambientalista Domingos Cezar, que representa a Fundação Rio Tocantins junto ao Conselho, afirmou que já aprovou no Instituto Chico Mendes, em Brasília, uma moção com um pedido de instalação de uma Unidade de Conservação, ou Área de Preservação Ambiental (APA), na região lacustre do rio Tocantins, entre os municípios de Cidelândia e São Pedro D’Água Branca. Conferência – Apesar dos esforços dos delegados Ivanice Cândido, Domingos Cezar e professor José de Ribamar (UFMA) em apresentar propostas de interesses ambientais da região tocantina, a delegação de Imperatriz foi pequena, não conseguindo, portanto, eleger pelo menos um delegado para a IV Conferência Nacional do Meio Ambiente, que se realizará no mês de outubro, em Brasília. 

(Assessoria)


Postar um comentário