18 outubro 2013

VALÉRIA LUTA PELA IMPLANTAÇÃO DE BASES DO SAMU EM MUNICÍPIOS DO SUL DO MARANHÃO

Sempre buscando melhorias para a saúde do Maranhão, a deputada estadual Valéria Macedo protocolou indicação à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa solicitando que seja encaminhado ao Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, pedido para que adote as medidas legais e administrativas necessárias, com a maior brevidade possível, para a Implantação de Bases Descentralizadas do SAMU 192 para os Municípios de Lajeado Novo, Ribamar Fiquene, São João do Paraíso e São Pedro dos Crentes, todos localizados no sul do Maranhão.


Trata-se de uma antiga aspiração da população e dos gestores desses municípios, uma vez que a falta de uma base descentralizada inviabiliza um melhor e mais rápido atendimento de urgência/emergência médica tendo em vista as grandes dificuldades de deslocamentos das equipes da Unidade Regional de Porto Franco, como unidade reguladora do sistema, para atendimento de emergência que, por mais rápida que seja a resposta no local da ocorrência, a demora pela distância (em média mais de 40 Km cada um da Base de Porto Franco, sendo que São Pedro do Crentes está há mais de 150 km), tem causado, muitas vezes, sérias complicações no estado dos pacientes, deixando sequelas e levando até mesmo a casos de óbitos”, justiça a parlamentar pedetista.

Segundo Valéria, a instalação de bases descentralizadas, a exemplo do que já ocorre com os Municípios de Estreito e Campestre do Maranhão, com uma infraestrutura que garanta tempo/resposta célere e de qualidade, viabilizará um atendimento mais ágil e rápido uma vez que a equipe do SAMU local faria o atendimento no próprio município e, após a regulação feita pela regional de Porto Franco, se houvesse necessidade, se deslocaria para atendimento naquela regional.

“É de suma importância à implantação de uma Base Descentralizada do SAMU 192, nesses municípios, por isso espero que nosso pleito seja acolhido pelo Ministério da Saúde”, disse Valéria informando que pretende em breve ir até Brasília para pessoalmente falar com o ministro Alexandre Padilha sobre esse e outros pleitos relativos à Saúde na região tocantina e sul do Maranhão.



                        
Postar um comentário