21 novembro 2013

Barbosa libera Genoino para tratamento médico, mas partido e advogado abusam da criatividade

jose_genoino_25Folga temporária – Presidente do Supremo Tribunal Federal, o ministro Joaquim Barbosa deferiu parcialmente o pedido da defesa do mensaleiro condenado José Genoino, que cumprirá, provisoriamente, pena em regime domiciliar por causa do seu estado de saúde. O despacho de Barbosa contempla tratamento médico domiciliar ou hospitalar, sendo que a decisão vale até o resultado da avaliação que será realizado por junta médica indicada pelo presidente do STF.
Nesta quinta-feira (21), José Genoino sentiu-se mal no complexo penitenciário da Papuda, em Brasília, e foi levado para o Hospital das Forças Armadas. O advogado do petista, Luiz Fernando Pacheco, disse que seu cliente sofreu um princípio de infarto, mas isso é tão verdadeiro quanto uma mulher meio grávida. Em suma, não existe.
Por certo Genoino está doente, até porque recentemente submeteu-se a cirurgia para correção de dissecção da aorta, mas o que o PT vem fazendo com seu estado de saúde é faturar politicamente, não sem antes tentar achincalhar o ministro Joaquim Barbosa. A espetacularização do está de saúde de José Genoino, que se dá com seu consentimento, coincide com os discursos exagerados de parlamentares petistas, que têm transformado as tribunas da Câmara e do Senado em palco de tragédia grega.
No momento em que se entregou à Polícia Federal, em São Paulo, José Genoino não exibiu qualquer fragilidade da saúde, pelo contrário, abusou da arrogância ao erguer o punho cerrado, dando a entender que sua prisão era política. Ciente do estrago político que essas prisões provocarão nas próximas eleições, o PT agora apela ao sensacionalismo barato para se travestir de vítima, quando na verdade é uma legenda que na última década revelou sua vocação quadrilheira.
Ucho.info
Postar um comentário