28 novembro 2013

STEEI se desfaz de professores, ou o sindicato é só para pelegos?

Sindicato diz que existe professores comprometidos com a educação e professores que não estão compromissados com o sistema, que eles digam quem são os descompromissados, sob pena de responsabilidade com a queda na qualidade do ensino em Imperatriz.

Uma postagem publicada ontem, 26, na rede social, pela Fanpage do Sindicato dos professores (na imagem abaixo), deixa uma breve reflexão de como a direção do sindicato, que teoricamente deveria representar a categoria, sem distinção, claro, mas tem, escancaradamente, excluído, não se sabe quem, dos seus projetos ‘democráticos’ de entidade.

Se os diretores de escolas são votados por professores e demais servidores da educação, teoricamente, estes são os sindicalizados do STEEI, mas é preciso entender a quem o sindicato se refere ao dizer: 
“... colegas que tenham compromisso com a educação”, pois, quem conhece o histórico de planos frustrados dos dirigentes de Sindicatos ligados a esquerda, sabe que eles se acham mais corretos e mais capazes que as demais criaturas, mas, devido ao erro na colocação da frase, o sindicato deveria justificar sua afirmação perante a sociedade. O sindicato fez, na verdade, foi convocar, a sua pequena militância para disputar as eleições, pois, na ultima greve, com o esvaziamento que ocorreu, ficou claro que apenas uma minoria tem concordado com as decisões sindicais tomadas pela direção, e deve diminuir, com essa nova modalidade de avaliação do STEEI, a "meritocrática sindical", onde existe professores e professores.

Outra inversão e incitação a sua minoria radical é a de que, a publicação do edital da eleição, feita no jornal “o progresso”, onde a prefeitura cumpre a lei, estaria pouco divulgada. Como não divulgar as eleições na escola? E seria mesmo necessário, visto que é público a eleição que, dificilmente seria feita em uma sala às escondidas.

Bem, como é comum as “síndromes de coitadinho,” sabe-se, pois, que, não é necessário também fazer como os pelegos, que acreditando que na sua própria classe tem os colegas competentes e os colegas incompetentes, e os convoca para uma eleição democrática, excluindo, no chamamento, o direito de todos participarem.


É necessário que o sindicato venha a público dizer, até para o bem dos alunos e da sociedade, quem são os professores que não tem compromisso com a educação, sob pena de omissão e compromisso com a qualidade do ensino em Imperatriz, afinal, somente os colegas tem compromisso com a educação (sic).
Postar um comentário