08 fevereiro 2014

Prefeitura faz limpeza e desobstrução dos leitos de riachos que cortam toda a cidade

Os trabalhadores têm retirado toneladas de lixo dos leitos dos córregos. Prefeito pede colaboração da comunidade para evitar o despejo de lixo nesses locais.


A Prefeitura de Imperatriz, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (SINFRA) começou no ultimo sábado (1º de fevereiro), a limpeza dos leitos dos riachos Bacuri, Cacau, do Meio, Santa Tereza e Capivara, principais córregos que cortam de um extremo ao outro a cidade de Imperatriz.

Acompanhado do titular da SINFRA, Roberto Alencar, o prefeito Sebastião Madeira acompanhou as frentes de limpeza nos riacho Santa Tereza, no trecho que corta a Avenida JK, e Capivara no Santa Rita. Mais uma vez Madeira pediu o apoio da comunidade para evitar o acumulo de lixo e entulho nos córregos para evitar alagamentos.
“Uma das áreas que temos tido todo o cuidado para prestar um serviço eficiente à comunidade é a da limpeza urbana, cumprindo à risca o cronograma da coleta de lixo. Mas precisamos do apoio da população principalmente nas regiões cortadas por riachos, pois os riachos não são depósitos de moveis velhos, sucata e lixo de qualquer natureza”.
Outra frente de trabalho foi flagrada pelo repórter na manhã de ontem limpando o riacho do Meio, nas proximidades das ruas Coriolano Milhomem, Simplício Moreira e Godofredo Viana, ao lado do prédio da UEMA.

             “Nosso trabalho vai se estender até o encontro do riacho do Meio com o Bacuri, no bairro da Caema”, explicou o chefe da equipe, ressaltando que os trabalhadores tiveram muita dificuldade em remover a enorme quantidade de lixo acumulada no interior do riacho. “É preciso que as pessoas joguem menos lixo nos riachos”, conclui o gariÓrgãos e entidades que lidam com as questões ambientais têm formado uma verdadeira força tarefa no sentido de conscientizar as pessoas a não jogarem lixo – de qualquer natureza – nos leitos dos riachos.

Mobilização - A Fundação Rio Tocantins, o Conselho Municipal de Meio Ambiente – COMMAM, têm se unido à Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Meio Ambiente – Sepluma e Superintendência Municipal de Defesa Civil, órgãos da administração do Município que se preocupam com as questões relacionadas ao meio ambiente em prol da preservação da limpeza dos riachos.
            Contando com a parceria da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços públicos – Sinfra, órgãos e entidades solicitaram desta a limpeza dos riachos, para que as águas possam correr livremente por seus leitos evitando assim alagamentos no período chuvoso que causariam sérias consequências para as pessoas que residem nas proximidades desses riachos.
             Nota-se, entretanto, que as campanhas educativas realizadas pelos órgãos e entidades não alcançaram ainda o efeito desejado. Muitas pessoas insistem em construir prédios residenciais nas margens e até mesmo no leito dos riachos, impedindo dessa maneira, a passagem das águas que aumentam seus volumes no período invernoso.
           

. (Domingos Cezar/ASCOM) 
Postar um comentário