01 março 2014

Eliziane destaca realização de retiros e pede apoio do Poder Público para estas manifestações

"Na tribuna ela também falou sobre sua preocupação com a segurança no período carnavalesco"
A deputada Eliziane Gama (PPS) parabenizou  na manhã desta quinta-feira (27) a juventude evangélica que todos os anos se reúne no período carnavalesco e realiza os retiros culturais.  Ela aproveitou para pedir a sensibilidade do Poder Público e que também apoie estas manifestações.
 “Na quarta-feira de cinzas, a comunidade evangélica, em alguns anos fechou a semana com uma atividade belíssima, ali na Maria Aragão e naturalmente também estará acontecendo mais uma vez nesse período. Portanto, quero deixar os meus cumprimentos E a minha alegria e, acima de tudo, a minha torcida para que o poder público também, da mesma forma como investe na passarela e nos blocos, possa ter sensibilidade em relação aos retiros culturais”, concluiu.
 Eliziane Gama é autora do projeto de lei n.º 8.904 que institui a arte evangélica como cultura e também é defensora da Semana Maranhense de Retiros Culturais, pois a semana reúne a comunidade evangélica em uma ação diferenciada, com orações e atividades culturais.
 “O Maranhão tem hoje uma lei aprovada e sancionada pelo então governador Jackson Lago, que cria a Semana Maranhense de Retiros Culturais. É uma atividade cultural que acontece em todo o período de carnaval. Enquanto temos algumas pessoas que vão para a passarela do samba, vão para os blocos de carnaval, temos uma juventude cristã, seja da igreja católica ou da igreja evangélica, que tem uma prática cristã mais intensa e acaba realizando os retiros culturais, nos quais temos várias manifestações artísticas como dança, música, apresentação teatral e outras manifestações culturais que acontecem”, esclareceu.
 E completou lamentando não ter havido direcionamento orçamentário para os retiros, mesmo com a lei aprovada.  “Gostaria cumprimentar à juventude cristã católica e à juventude cristã evangélica por esse período em que já começam as organizações, casas ao longo da orla marítima de São Luís estão todas alugadas para esse período, quando a juventude vai com música e com muita alegria e faz uma atividade totalmente diferenciada que são os retiros culturais. Apesar de hoje amparadas por lei, infelizmente não há hoje direcionamento orçamentário para essas atividades culturais, pelo menos de meu conhecimento, mas o governo teria prerrogativas legais para fazer esse indicativo como já fizemos aqui”, concluiu.
 Segurança
 Na tribuna ela também falou sobre sua preocupação com o aumento da violência neste período carnavalesco e pediu sensibilidade dos órgãos de segurança para garantir que a população não fique vulnerável. “Quero deixar a nossa preocupação e, acima de tudo, a torcida para que neste carnaval os índices de violência sejam bem menores do que foram nos anos anteriores e que a população não venha a sofrer com danos que são infelizmente comuns nesse período de carnaval”, enfatizou.
Assessoria
Postar um comentário