22 março 2014

Eliziane Gama: a hora da decisão…

http://blog.jornalpequeno.com.br/johncutrim/files/2013/11/Eliziane.jpgPor Bruno Mezenga*
É inegável todo o desejo e energia que a Deputada Eliziane Gama dedicou até o momento ao projeto político da sucessão estadual.
Pelo olhar de Eliziane mais que um projeto de poder, passa um projeto de nova política.
Muitos intelectuais, artistas, membros dos movimentos sociais, jovens e trabalhadores entendem que a sociedade brasileira chegou a um impasse; evoluiu, sem dúvida, economicamente, mas socialmente ainda nos encontramos amarrados a estruturas perversas de segregação social.
Para se ir além, para transcender essas amarras, para desatar estes nós que nos impedem de desfrutar os benefícios da verdadeira cidadania precisamos superar a questão política. Este é o Desafio. Ou se muda a forma como se faz política no Brasil, ou continuaremos atados a realidade cruel da falta de Educação, de Saúde, de Infraestrutura, da corrupção endêmica (dentro e fora do governo), da carga tributária imoral, da falta de cidadania.
Esse movimento de mudança, capitaneado nacionalmente por Marina Silva e consubstanciado na candidatura presidencial de Eduardo Campos, tem sua expressão local materializada na pré-candidatura da Deputada Eliziane Gama.
A Nova Política contrapõem-se ao pragmatismo fisiológico e patrimonialista vigente desde sempre, mas também não aceita se apequenar em um projeto de “poder pelo poder” com matizes ideológicas anacrônicas e visões quase messiânicas de lideranças salvadoras.
Eliziane encarna o desafio, se coloca entre duas grandes estruturas de poder e diz, claramente ao Maranhão que é chegada a hora de evoluir politicamente através de uma pré-candidata que tem a cara e o jeito de nossa gente.
Política como deve ser, e não como é. Política como deve ser, e não como é possível fazer.
Para concretizar o projeto de pré-candidatura e fazer com que este projeto alcance seu objetivo (o de levar às massas a ideia da Nova Política) é necessário a formação de uma coligação que viabilize tempo mínimo de televisão, afinal Eliziane tem algo a dizer, mas precisa dos meios para se comunicar.
Muitas e frustrantes tentativas de coligação foram tentadas, todas devidamente rechaçadas ora pelo grupo político da “política como ela é”, ora pelo grupo da “política como pode ser”…
Assim, chega-se ao momento atual.
Eliziane está neste sábado, 22, na cidade de (e que nome de cidade mais apropriado para este momento) SALVADOR.
Vai encontrar com Marina e Eduardo, vai escorada por Roberto Freire, e terá que, claramente, dizer aos mentores e capitães do projeto nacional de NOVA POLÍTICA, que, agora, depende deles.
Ela fez sua parte. Foi até aonde teve forças para ir, foi além de onde muitos imaginavam que ela poderia ir…
Agora veremos se Marina Silva e Eduardo Campos permitirão que o sonho da Nova Política se torne realidade no Maranhão, ou se partiremos para a “política como pode ser”.
Com a palavra Marina Silva e Eliziane Gama.
*vice-presidente do PPS em São Luís
Postar um comentário