01 abril 2014

Com o mesmo afinco...

A forma de conduzir a secretaria de Regularização fundiária, coordenada pelo advogado Daniel Sousa, tem deixado muitos aliados e opositores de orelha em pé, e até fazendo questionamentos sobre o que realmente imperaria sobre tantas ações, resoluções e atividades dessa pasta, que tem resolvido problemas históricos em tão pouco espaço de tempo.

Daniel Sousa - sec. de regularização fundiária
Na semana passada, mesmo antes do encaminhamento sobre a reforma do Hospital Regional de Imperatriz, mais uma vez, a SERF regularizou parte da documentação que poderia impedir a captação do recurso, emitido, com resolutividade em tempo recorde, o titulo definitivo da área, que antes era de propriedade do município.

Para quem conhece o secretário Daniel Sousa, suas ações na pasta talvez não despertaria tanta especulação, mas avaliaria que suas ações durante o correr da sua vida pública, seu exercício como advogado em defesa de causas sociais e, ou entidades de classes, foi, e é, somente a sua forma própria de executar seu trabalho. Com sempre aguerrido e determinado, comprova, que ao longo do tempo sua forma de exercer seu 'oficio' não tem mudado.  

Perguntado, porém, qual pretensões rodeavam tanto trabalho, Daniel Sousa preferiu dizer que um dos seus objetivos estão mais para o exercício do direito, e que concorrerá uma vaga de juiz, e relatou um pouco da sua trajetória, justificando, então, a resolução de tantos problemas territoriais e a concessão de títulos definitivos, que outrora, não passavam de 10 por ano, relatando, ainda, que a SERF entregará, em breve, mais 2 mil titulos definitivos.

Diante das especulações promovidas pelos mais ansiosos, é necessário reconhecer que uma pasta como a de regularização fundiária se torna mais eficaz com a objetividade de um secretário como o Daniel, e que, fica mais evidente ainda, que ações vazias e falacias pouco contribuem para o sucesso politico de quem almeja se reafirmar na vida publica. Afinal, o resultado ainda é a melhor bandeira.
Postar um comentário