08 abril 2014

Manobra de Weverton Rocha impõe Márcio Honaiser como indicação pedetista

- Quem você conhece nessa foto? 

Weverton Rocha mais uma vez toma o comando do PDT e impõe o nome de Márcio Honaiser como vice-governador a ser indicado na chapa de Flávio Dino. As demais lideranças históricos e com representação no partido não concordaram com o método adotado, portanto não participaram da "festa" promovida por Weverton.

Julião Amim, vi
sivelmente constrangido, teve que emitir declarações de apaziguamento. Vale lembrar que na reunião ainda estavam: Edson Vidigal (ex-ministro do STJ), Deóclides Macedo (ex-prefeito de Porto Franco), Valéria Macedo (deputada estadual), Léo Costa (prefeito de Barreirinhas), Sandra Torres (ex-vice-prefeita de São Luís), Rosangela Curado (pré-candidata a deputada federal), Renato Dionísio, Chico Leitoa (vice-presidente do PDT) e outras lideranças. 

Estes se recusaram participar do golpe armado por Weverton Rocha, que abarrotou o diretório do PDT com militantes, que inicialmente não teriam votos e trouxe alguns aliados sem tanta expressão como o vereador Ivaldo Rodrigues, o ex-secretário Jerry Abrantes e a ex-secretária adjunta de Educação, Karyadne Mais.

Os Lagos tinham razão quando deixaram o partido...



Por Diego Emir

Postar um comentário