Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O médico plantonista Dr. João Ricci, vem fazendo sucesso nas redes sociais, mais, principalmente, sobre suas inovações no ato de atender mal pacientes que procuram o Hospital Municipal de Estreito.


Depois de realizar o atendimento por telepatia, agora, a bola da vez é emitir opiniões pra lá de mal educadas, sobre a situação de saúde dos pacientes, que também pode ser avaliada como falta de ética profissional. (reveja aqui)

Neste ultimo final de semana Tatiane Freitas, filha de uma paciente, postou sua indignação nas redes sociais, segundo ela, sua mãe gestante, sofreu um acidente doméstico e foi levada ao plantão, chegando lá não havia médico na emergência, segundo ela, as enfermeiras tiveram que ligar para que o médico comparecesse ao hospital. Depois de mais de uma hora de espera, o médico chegou e realizou o atendimento. Preocupada Tatiane perguntou ao médico sobre o estado de saúde de sua mãe, mas teve que ouvir do médico Dr. João Ricci, “Vazo ruim não quebra”.

O prefeito teve que intervir em rede social e tentou contornar a situação, pedindo,, as informações do autor do atendimento 'vip', resta saber se pelo menos dessa vez alguma coisa será feita com relação ao 'Doutor Telepatia'.


Matéria original do hojenoticias.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:19



Na ultima sexta-feira (23) a declaração do vereador e apresentador do Bandeira 2 Raimundo Roma, gerou insatisfação no meio Militar após sugerir ao comando que policiais que não quisessem conceder entrevista ao chegar no plantão Central fossem transferidos para Carutapera e outros municípios.

Uma pequena resistência entre a imprensa e a policia vêm ocorrendo, segundo pessoas ligadas à imprensa, desde a morte do produtor de TV Raimundo Carvalho, morto por execução por um Policial Militar. À partir de então alguns policiais passaram a retaliar a imprensa não apresentando as informações sobre presos conduzidos ao plantão Central.

Questionado sobre a sugestão ao comando da PM o apresentador explicou que “o objetivo é que alguém possa falar em nome da PMMA porque a reportagem será feita de qualquer forma. Mais pode ficar melhor com a fala de um representante da brilhante instituição.”

Segundo informações do Bombeiro Ebinelson, essas medidas seriam tomadas para não expor os militares perante os marginais, e explicou que na capital militares que estavam sendo mortos seriam, geralmente, os que mais apareciam em rede social ou TV". O apresentador resistiu e disse não acreditar que fosse isso, e falou que em Imperatriz não se mata policial, e voltou a afirmar que não dar entrevista seriam um “movimento liderado e que policiais que dariam entrevista eram questionados por outros”, completou. 

No final da tarde de ontem o comando da policial Militar de Imperatriz indicou um policial que fará a comunicação social e, provavelmente, o contato com a imprensa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:35

Imperatrizenses realizam o sonho de vários anos de ter seu imóvel legalizado

A Prefeitura de Imperatriz protagoniza o maior programa de regularização fundiária urbana do norte/nordeste e a solenidade de entrega de mais 200 documentos foi feita ontem , 22, no auditório da Secretaria Municipal de Regularização Fundiária - SERF, onde contou com a participação do prefeito Madeira, do titular da pasta Daniel Souza e de vários secretários municipais.

" Ano passado nós regularizamos cerca de 5 mil imóveis. Este ano nossa meta é 8 mil" informou o secretário.

Durante a solenidade Daniel, bastante emocionado, ressaltou que: 'em 2015 uma das grandes alegrias que iremos ter é um convênio com o Governo do Estado para que nós façamos a titulação do Grande Vitória, do que falta na Vila Cafeteria e do Parque Alvorada, além da distribuição dos títulos que regularizam o povoado Coquelândia com mais de 300 propriedades que serão regularizadas'.

Daniel Sousa disse ainda que esta semana foi feita a celebração de acordo um dos herdeiros de área do Grande Santa Rita que vai possibilitar que a secretaria faça a regularização do parque São Jose 1 e 2, Ouro Verde , Vila Independência e outros bairros que compreendem essa área e irão alcançar 5 ou 6 mil famílias nesse processo. 'Já estamos com os mapas, ja fizemos a formulação do acordo e vamos para o registro do cartório onde todas esses moradores serão beneficiados com esta ação. Além disso esta sendo encerrada o processo de regularização das mulheres quebradeiras de coco da estrada do arroz que foram beneficiadas com 18 lotes.

E encerrou sua fala informando que todas essas ações demonstram claramente a importância e o papel desta secretaria na vida do povo e das pessoas mais humildes. 'Estamos fazendo historia e vamos avançar muito mais com esta parceria com o Governo do Estado do Maranhão e a confiança do Prefeito Madeira que só não faz mais porque não tem recursos, mas iremos alcançar e regularizar todas as famílias do município indistintamente'

Para o prefeito Madeira primeiro deve-se achar a pessoa certa pra o lugar certo por isso a SERF funciona e tem dado grandes resultados na vida das pessoas através do Dr. Daniel Souza.

Lembrou que famílias moravam a décadas em casas sem poder provar que eram donos e antes a titulação era uma salinha escondida e de difícil acesso: 'isso mudou e já foram milhares de pessoas que receberam e hoje mais 200 famílias estão com seus títulos para registrarem no cartório sem nenhum custo. É isso que nós vamos fazer até o ultimo dia do meu governo e agora com mais força e razão pois temos um Governador nos apoiando. Estou cumprindo o que prometi e promessa é dívida', finalizou.

Sidney Rodrigues - ASCOM

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

O suplente de vereador Alberto Sousa assume o mandato nolugar do vereador Roma, que se afastará para cumprir um acordo entre os doisparlamentares.
 Roma vai entregar mandato por 6 meses 

Roma concorreu para Deputado Estadual na ultima eleição e prometeu em troca doapoio de Alberto Sousa que o mesmo assumiria o mandato pelo período de 6 meses,que seriam divididos em duas etapas, em caso de derrota na eleição.

Se tivesse sido eleito Alberto Sousa assumiria o mandato, oque não é muito compreensível o acordo.

O vereador que agora também é corretor imobiliário, disse ementrevista ao blog Holden Arruda que não teria interesse em assumir o mandatoneste momento (reveja aqui), em virtude do intenso compromisso empresarial, no entanto, com a insistência do vereador Roma em amenizar os danos, Alberto será 'forçado' a dividir seu tempo nas duas atividades para assumir o acordo com o colega.

Rejeição de Edinho pode ter atrapalhado Roma
Para assumir o mandato Alberto Sousa também terá que se afastar do cargo que ocupa de adjunto no governo Madeira, e que provavelmente não deve voltar a ocupar, já que atualmente tem mantido forte relação com outro grupo politico na cidade, inclusive, com indicações de cargos no governo do Estado nas pastas atualmente ocupadas pelo PDT, partido que está filiado atualmente e que é oposição ao governo municipal.


Raimundo Roma, por sua vez, vem sentindo as dificuldades em função daderrota na ultima eleição, apesar de ter alcançado cerca de 17 mil votossomente em Imperatriz. Alguns analistas politicas diz que o afastamento doprograma bandeira 2, o apoio declarado ao seu patrão e candidato ao governoEdinho Lobão e a ausência de campanha fora do domicilio eleitoral, podem ter prejudicadoo empenho do parlamentar. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:17


Em mensagem encaminhada nesta quinta-feira (15/01) à presidenta Dilma Rousseff, a FENAJ apresentou o que considera indispensável para o exercício de um jornalismo forte, independente, livre e responsável no Brasil. A entidade apresentou seu diagnóstico sobre o sistema de comunicação brasileiro e reivindicou que o novo governo implemente um novo marco regulatório para as comunicações no país e convoque a II Conferência Nacional de Comunicação (Confecom).

Repudiando qualquer forma de censura, a entidade sustenta que o controle público dos meios de comunicação significa constituir mecanismos transversais e interconexos para a aplicação de regras públicas, democraticamente constituídas, a serem observadas por todos. Defendeu, também a urgente reorganização do sistema de comunicação, para cumprir os preceitos constitucionais e superar o atual cenário de oligopólios. Neste sentido, a FENAJ atribui à comunicação uma dimensão estratégica, tanto do ponto de vista das políticas públicas a serem geradas, como da necessária articulação dos movimentos sociais.

Democratizar a comunicação para consolidar a democracia
O diagnóstico produzido pela Federação é de que a situação da propriedade, das relações estabelecidas e da interferência na vida nacional por parte dos veículos de comunicação social é incompatível com a democracia. Daí decorre a conclusão de que ou o Brasil democratiza seu sistema de comunicação ou não será possível a consolidação plena da democracia.

Entre os pontos do diagnóstico que sustentam tal afirmação foram apontados a legislação insuficiente e arcaica do país em relação à radiodifusão e à comunicação, que atende quase que exclusivamente aos interesses empresariais do setor, a regulação das novas tecnologias também marcada pelos interesses empresariais, submetendo o modelo de serviço ao modelo de negócio sem articulação das diferentes plataformas tecnológicas, dos diferentes atores econômicos e das diversas demandas sociais, e a concentração da propriedade dos veículos de comunicação no país, comprometendo a vocação pública da comunicação.

Em seu diagnóstico apresentado à presidente Dilma Rousseff, a Federação Nacional dos Jornalistas também critica a hegemonia excessiva do modelo da TV aberta, que, se por um lado foi bem sucedido do ponto de vista econômico, por outro constituiu um empobrecimento no que diz respeito à diversidade cultural, à representação regional e à pluralidade de opiniões. Critica, ainda, o hipertrofiamento do sistema de TV comercial brasileiro, que incide exageradamente na cultura nacional, em detrimento dos sistemas público e estatal.

A entidade argumenta que a falta de incentivos à leitura coloca o Brasil entre os países com menor índice de leitura de jornais das Américas e que o jornalismo e os jornalistas são prejudicados pelas escolhas empresarias de transformar seus empreendimentos em verdadeiros partidos políticos. "Estas escolhas inviabilizam o livre trabalho dos jornalistas, por um lado, e, por outro, negam à população a possibilidade da constituir uma opinião pública efetivamente livre", diz o documento.

Reivindicações
A FENAJ conclui sua mensagem à presidenta Dilma Rousseff colocando-se à disposição para debater as políticas públicas de comunicação e reivindica que o novo governo implemente imediatamente o marco regulatório para as Comunicações, para regulamentar o Capítulo V da Constituição Federal, reorganizar o sistema de negócios e de serviços; e implementar, de forma organizada, a convergência tecnológica.

Reivindica, também, a criação dos mecanismos de regulação aprovados pela I CONFECOM, com a imediata instalação de um Conselho de Comunicação, consultivo e deliberativo, nos moldes dos órgãos existentes em países como Estados Unidos, Espanha, França e Portugal, fortalecimento dos sistemas público e estatal d
e comunicação, com a convocação imediata do Fórum Nacional de Comunicação Pública, fortalecimento do jornalismo e dos jornalistas, com a garantia da regulamentação profissional e a implementação de políticas públicas para a segurança dos jornalistas e a convocação da II CONFECOM, com a incumbência de sistematizar as propostas da primeira Conferência e elaborar uma proposta de Marco Regulatório para o país.

Fonte: Federação dos jornalistas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:49

IMAGEM DO DIA: Desaparecido!

por Holden, em 23.01.15

Eles estão quase extintos, e desde o decorrer do inicio do segundo governo de Dilma, eles praticamente desapareceram, assim como a comandANTA. Dilma desapareceu da imprensa e nunca mais deu uma entrevista. Que permaneça assim, será melhor que ouvir mentiras.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:30

(Do G1) 

A Justiça Federal determinou a quebra do sigilo bancário e fiscal do ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, do irmão dele Luiz Eduardo de Oliveira e Silva e da empresa JD Assessoria e Consultoria Ltda., que pertence aos dois. Para o Ministério Público Federal, há indícios de que a empresa tenha recebido recursos de empreiteiras ligadas ao esquema de corrupção na Petrobras, desvendado pela Operação Lava Jato.

De acordo com a decisão, a JD Assessoria e Consultoria recebeu, entre 2009 e 2013, R$ 3.761.000,00, das construtoras Galvão Engenharia, OAS e UTC Engenharia. As três empresas tiveram executivos presos no início de dezembro, quando foi deflagrada a sétima fase da Lava Jato.

Com a quebra de sigilo, os procuradores querem saber se os pagamentos feitos à JD Assessoria e Consultoria foram para o pagamento de propinas, tal como ocorria em empresas de fachada comandadas pelo doleiro Alberto Youssef, também preso na Operação Lava Jato. A quebra do sigilo fiscal foi autorizada entre o período de  1º de janeiro de 2005 a 18 de dezembro de 2014. Já o sigilo bancário foi quebrado entre 1º de janeiro de 2009 e 18 de dezembro de 2014. 

O MPF chegou à empresa de Dirceu ao analisar documentos contábeis das empreiteiras. Em uma das lisas, da Galvão Engenharia, aparece a rubrica genérica de "consultoria", para justificar pagamentos mensais de R$ 25 mil à JD Assessoria e Consultoria. O total desses pagamentos soma R$ 725 mil. Da mesma forma, nos livros da OAS, os procuradores encontraram pagamentos mensais de R$ 30 mil, que totalizaram outros R$ 720 mil.

No caso da UTC, foram encontrados apenas dois pagamentos. Um no valor de R$ 1.337.000,00, em 2012, e outro de R$ 939 mil, feito em 2013. Em ambos, a justificativa anotada nos documentos era de "consultoria, assessoria e auditoria". Em nota, José Dirceu confirma que prestou serviços de consultoria às empresas citadas no documento da Justiça Federal. O ex-ministro ainda se colocou à disposição para prestar esclarecimentos ao Judiciário. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:24

- Onde está a presidente?


O Brasil está assustado com o tamanho da herança maldita que o primeiro governo Dilma deixou para o país. Apagão, racionamento de energia, aumento de impostos, cortes de direitos trabalhistas já preocupam e demonstram como milhões de brasileiros foram enganados durante a campanha eleitoral. Os erros do governo do PT não podem mais ser ‘escondidos embaixo do tapete’.  E a conta de todos esses erros será, injustamente, paga pela população.
Em meio a tudo isso, o país se pergunta: onde está a presidente?
Duas características são essenciais a um governante: responsabilidade e coragem.
Durante a campanha eleitoral, faltou responsabilidade à presidente. Focada apenas em vencer as eleições, a candidata adiou medidas necessárias que agora, diante de um quadro agravado, vão custar ainda mais caro à população.
Hoje, falta à presidente coragem para olhar nos olhos dos brasileiros e reconhecer que está fazendo tudo o que se comprometeu a não fazer.
Ao se omitir no momento do anúncio de medidas que afetarão gravemente a vida do nosso povo, a presidente parece querer terceirizar responsabilidades que são essencialmente dela.
A pergunta que milhões de brasileiros se fazem hoje é: onde está a presidente?
ARTIGO DO SENADOR AÉCIO NEVES (Texto publicado em rede social)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00

A Deputada Estadual Valéria participou na segunda-feira (19/01) de audiência pública no Município de Senador La Rocque. A audiência foi requerida pelas populações diretamente interessadas de vários povoados ao Ministério Público, que convocou os prefeitos de Senador La Rocque e Buritirana, a deputada Valéria Macedo, os deputados da região e o deputado eleito Professor Marco Aurélio (PCdoB), vereadores, sindicatos, dentre outras autoridades.

O Decreto Legislativo n.º 454/2014 foi projeto de Valéria aprovado, promulgado e publicado pela Assembléia Legislativa do Maranhão prever a realização de consulta plebiscitária com o objetivo de definir os limites territoriais de Senador La Rocque.

Depois de acaloradas discussões políticas, jurídicas e administrativas alguns encaminhamentos foram realizados. O primeiro deles foi no sentido de que Deputada Valéria Macedo (PDT) e o deputado eleito Professor Marco Aurélio, os prefeitos dos municípios de Buritirana, Vagtônio Brandão e o de Senador La Rocque Francisco Nunes, dentre outros atores do processo promovam audiência com o Governador do Estado Flávio Dino, para que este ajude na resolução dos problemas administrativos imediatos, dentre os quais, a manutenção de serviços públicos de saúde e educação nos povoados. A outra proposta apresentada pelo advogado Marco Aurélio Gonzaga foi no sentido de que os prefeitos dos Municípios de Senador La Rocque, Francisco Nunes, de Buritirana, Vagtônio Brandão e de João Lisboa Jairo Madeira firmem um convênio de cooperação para manutenção dos serviços públicos essenciais nos povoados até que o plebiscito seja realizado e a assembléia resolva a questão dos limites territoriais.


A deputada Valéria Macedo (PDT) disse que “a solução para estes problemas passam pela realização de uma consulta plebiscitária pela Justiça Eleitoral, já autorizada pela Assembléia Legislativa do Maranhão através de projeto de sua autoria”. O Deputado estadual eleito Professor Marco Aurélio (PCdoB) comprometeu-se de público com a causa dos larroquenses. Inúmeras outras questões foram discutidas: a situação dos servidores públicos dos povoados, os recursos públicos que atualmente estão sendo recebidos pelos municípios de João Lisboa e Butirirana, mas as estruturas administrativas de pessoas estão vinculadas a Senador La Rocque.

Um dos lideres do movimento, o vereador Bartolomeu pediu a Promotoria que, além dos problemas territoriais, fosse atribuído ao município a responsabilidade pelos serviços básicos até a realização do plebiscito. Segundo o parlamentar “a população desses povoados estariam tendo enormes dificuldades geradas em função da ausência da prestação de serviços por estes municípios, e vem dificultando em questões fundamentais como assistência à saúde, social, educacional e o próprio vencimento dos servidores públicos, já que essas atividades essenciais e de responsabilidade pública foram abandonadas pela cidade de Senador La Roque e nem foram assumidas pela cidade de Buritirana, então responsável até a realização do plebiscito”.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:02

Anaílson está de volta ao futebol maranhense. 
O meia de 36 anos, vice-campeão brasileiro com o São Caetano em 2001 e campeão da Série C com o Atlético-GO, o jogador acertou com o Imperatriz e já iniciou os treinos com a camisa do Cavalo de Aço. O alvirrubro será o primeiro clube profissional do Maranhão pelo qual Anaílson vestirá a camisa.
Além das conquistas com os clubes, Anaílson foi campeão mundial sub-17 em 1997, defendendo a Seleção Brasileira. Desde que deixou o Atlético-GO em 2010, o meia virou um andarilho do futebol brasileiro, passando pelo XV de Piracicaba, Rio Verde, Sobradinho, Anápolis, Interporto, União Rondonópolis e Tocantinópolis.
Anaílson já está treinando com o elenco alvirrubro na cidade de Estreito, onde o time realiza a pré-temporada. Ainda recuperando a forma física, a expectativa é que o meia faça sua estreia somente na segunda rodada, quando o Imperatriz enfrenta o Santa Quitéria, no dia 8 de fevereiro.
Informações G1

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:54

Por Gilberto Léda
O ex-secretário de Saúde Ricardo Murad e o deputado estadual Roberto Costa tiveram uma dura discussão, hoje (21), durante reunião do PMDB, em São Luís.
Um bate-boca mesmo, para falar a verdade.
A reunião foi convocada pela direção estadual para tratar do posicionamento da legenda em relação ao Governo do Estado, começando pela eleição para a presidência da Assembleia Legislativa.
Murad defende a formação de uma chapa com PMDB, PV, PTN e DEM e o lançamento de uma candidatura alternativa à de Humberto Coutinho (PDT), o escolhido do governador Flávio Dino (PCdoB).
Além disso, ele pretendia a emissão de uma nota de veto à candidatura do pedetista.
As propostas não foram aprovadas e o ex-secretário acusa Roberto Costa de ser contra elas por já haver fechado acordo para votar em Coutinho.
Costa nega.
“Foi com essa postura que tu acabaste com o PMDB”, disparou Ricardo Murad no momento mais ríspido da discussão.
“Tu é que acabaste com o governo de Roseana”, rebateu o deputado.
O clima só não esquentou mais porque o senador João Alberto interveio, retirando Roberto Costa da sala.
“Isso não leva a lugar nenhum”, aconselhou o presidente do PMDB e padrinho político do deputado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:33

Definitivamente, Imperatriz não é para amadores.  

Depois da fama repentina do juiz que  mandou prender atendentes de uma companhia aérea, uma abordagem 'flagrosa' pela polícia que atrapalhou um vereador em pleno ato oral com um afamado travestir da BR-010, agora, mais um juiz causa um alvoroço ao praticar UFC no trânsito da cidade de Imperatriz.

Imagem da confusão, enviada via celular 
O fato ocorreu agora há pouco (21/01 às 18:00), na Avenida Ceará, uma das principais e mais movimentadas vias da cidade.  Segundo informações relatadas por testemunhas, o motoqueiro teria ultrapassado pela direita, o que teria irritado o magistrado identificado por Dr. Joaquim. Logo ao aproximar-se novamente do motoqueiro a autoridade deixou de lado a norma e operou 'a vias de fato', chegando a trocar socos com o motoqueiro que o imobilizou. Uma empresária reconheceu o juiz e o tirou às pressas dessa encruzilhada, o motoqueiro, porém, foi conduzido para o Plantão central afim de prestar esclarecimentos.

Essa é a princesa do Tocantins, que ainda dispõe de pontos célebres como o mercadinho, a rodoviária, fábricas da pfizer no planalto, engarrafamentos do old par e absolut do 'baxim' e o médico ciclista do socorrão.

Realmente, essa cidade não é para amadores.




Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:58

Novos secretários, gás novo.

por Holden, em 21.01.15
Sec. de Esporte Saulo Dino
Motivados, os dois novos secretários municipais de Imperatriz tem sido o foco das ações do governo nos últimos dias. Saulo Dino, no esporte, teria recebido de boas vindas uma série de problemas dentro de sua pasta, no entanto, tem se mostrado determinado a resolvê-los, e preparar 'o campo' área para as novas ações da pasta que durante um certo tempo passou adormecida.


Klleyton - sec juventude e trabalho
Outra pasta que estava adormecida como o 'sono do urso polar' era a Secretaria de juventude e trabalho, mas com a renovação através do novo secretário Klleyton Nascimento, já dá sinais que o inverno passou. Para isso Klleyton vem demonstrando que tem interesse em mostrar as novas ações como secretário e não somente passar despercebido como ocorreu com o secretário anterior. 

Agora é preciso que os dois novos secretários não repitam os erros dos anteriores sob pena e risco de não passar de meros coadjuvantes do processo, ao invés, de, em oportunidades como esta, fazer o que o processo politico pode proporcionar; ' - Fazer história'.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:29




Blog do Minard
Ricardo Murad deixou dívidas na SES e para não serem identificadas imediatamente, não empenhou
O ex-secretário estadual de Saúde, deputado Ricardo Murad (PMDB), é muito ágil quando o assunto é fazer críticas pelas redes sociais. Por diversas vezes, o “grandioso” Murad também usa as redes sociais para dizer que não houve administração melhor na saúde do que a dele.
Só que o ex-secretário esqueceu de avisar as empresas que prestavam serviço na rede público estadual de saúde que há dívidas de quase R$ 10 milhões que não foram sequer empenhadas e que devem ser pagas pelo atual governo. Isso fará com que a dívida deixada por Murad demore ainda mais para ser paga já que a prioridade é pagar as dívidas já empenhadas.
Os auxiliares do governador garantem que as dívidas com as empresas escolhidas por Ricardo serão pagas, mas ainda não há data prevista. “Não tiveram a preocupação nem de empenhar a dívida. Todos os dias encontramos novas dívidas”, dizem membros da equipe de Flávio Dino.
Dia e noite reclamando que os salários dos funcionários terceirizados da saúde estão atrasados, por que o governador Flávio Dino suspendeu o pagamento das empresas contratadas por ele, mas, Murad esquece de dizer que por diversas vezes também atrasou. A última vez ainda a frente da SES, houve um atraso de 45 dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:35

Mais filiados, esse é o projeto almejado dentro da visão danova presidente da comissão provisória do PDT, em Imperatriz. A odontólogaRosângela Curado deu mais um paço no seu projeto de ser prefeita de Imperatriz,e realizou o evento deste final de semana que recebeu os novos pedetistas.


Mesmo limitada pelo cargo em não fazer politica, pelo menospor enquanto, Curado vem manejando a estrutura governamental e conciliando seu desejo de ser prefeita com o cargo e suas limitações, que ora diverge com a recomendação dogoverno, ora com o objeto de melhorar a saúde sem enfrentar omais importante aliado do governador, o prefeito de Imperatriz.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:04





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D