05 janeiro 2015

A última chance de Madeira.

São muitas as especulações que começaram ainda no ano passado sobre uma provável reforma no governo Madeira, no decorrer do processo a reforma diminui para uma mini e aos poucos passa a ser apenas uma mexida politica necessária à governabilidade.

Apesar do desejo desta reforma vir mais por parte da oposição, que provavelmente creditaria o ato a um atestado do governo à oposição, no entanto, não parece que será dessa vez que os azarões comemorarão. Mas em parte há de se convir que uma reforma daria um gás a gestão Madeira, que hoje não passa de um ‘exercito de um homem só’;  O prefeito de Imperatriz assume todos os projetos e ações do governo. Resolve crises burocráticas à erros administrativos de subordinados, e isso tudo sem expressar que vai realizar a tão especulada reforma. 

Nos bastidores do próprio governo é possível ver o quanto o prefeito de Imperatriz sofre, e meio a uma dezena de secretários sem votos e quase ao mesmo tempo sem nenhum compromisso. Basta analisarmos que os atuais ocupantes vieram de eleições, mas na ultima eleição municipal se quer dispuseram a tentar qualquer cargo eletivo e permaneceram no cargo; Por impopularidade ou para permanecer no cargo? O tempo vem tornando secretários profissionais no cargo, e no serviço publico, isso é um péssimo presságio.

Estrategicamente o meio do ultimo governo seria uma ótima sugestão para injetar novas personagens no processo politico ou até mesmo técnicos como aplicou o governador Flávio Dino no novo governo. 

O prefeito Madeira tem uma ótima oportunidade de construir a governabilidade, mas não pode deixar de contemplar a cidade com uma renovação, e dar uma nova imagem ao governo que implorava por esta ultima oportunidade.
Postar um comentário