04 março 2015

Imperatriz sedia o 1º Encontro Regional de Segurança Pública

Prefeito Sebastião Madeira defende união dos órgãos de segurança e da sociedade civil no combate à “crise da violência”

Gil Carvalho

O Ministério Público do Maranhão, por meio do Centro de Apoio Operacional do Controle Externo da Atividade Policial, realizou nessa terça-feira (3), no plenário Léo Franklin, da Câmara Municipal, o 1º Encontro Regional de Segurança Pública de Imperatriz. O encontro lotou a galeria do Palácio Dorgival Pinheiro de Souza.


O evento faz parte do programa institucional “Controle e Fiscalização do Sistema de Segurança Pública”, cujo objetivo é exigir o cumprimento do direito à segurança pública, assegurando à população segurança pública com qualidade por meio da apuração dos crimes e o combate à criminalidade, especialmente às drogas e o controle externo da atividade policial, em Imperatriz.

Na ocasião, o prefeito Sebastião Madeira saudou todos os promotores de justiça pela iniciativa de realizar o encontro por Imperatriz, a segunda maior cidade do Estado do Maranhão. E destacou a atuação do vereador-presidente José Carlos Soares (PTB) que cedeu espaço da sessão ordinária para se discutir o tema segurança pública.
Ele também parabenizou o ten.cel. Markus Lima pelo desfecho do assalto com 14 reféns ocorrido na tarde da última quinta-feira (26) contra a agência dos Correios da Avenida Bernardo Sayão que, após intensa negociação, dois assaltantes foram presos sem que fosse disparado nenhum tiro. “Foi com muita competência e serenidade que o senhor comandante conseguiu resolver, sem nenhuma morte ou episódio mais grave essa ocorrência”, reconheceu.

Madeira assinalou que estará encaminhando uma “Moção de Aplausos” ao secretário de Estado da Segurança Pública, Jefferson Portela, e ao governador Flávio Dino, em reconhecimento a brilhante atuação do tenente-coronel Markus Lima.

O prefeito, que também saudou o novo delegado regional de Imperatriz, Eduardo Galvão, lembrou que o mesmo terá uma grande tarefa em substituir o delegado Assis Ramos, hoje no comando da regional de Açailândia. “Ele (Assis Ramos) foi um grande delegado em Imperatriz, inclusive saiu sendo reconhecido por todos daqui”, disse.

Madeira parabenizou os promotores de justiça, Cláudio Cabral Marques, coordenador do CAOp, que representou a procuradora-geral de justiça, Regina Lúcia de Almeida, e Joaquim Ribeiro de Souza Júnior, que viabilizaram a realização do evento para discutir a segurança pública em Imperatriz. “A segurança pública é um problema tão grave [e complexo] que não pode tratada apenas pelas secretarias de segurança e pelas policiais, pois é um problema também da sociedade e, como tal, deve ser tratado com a sua complexidade”, frisou.

Ele entende que é preciso uma ação sinérgica [simultânea] para que se possa enfrentar os momentos de “crise da violência”; Madeira observou ainda que o país enfrenta extrema dificuldade, assolado pela crise econômica, moral e política, bem como  o “fantasma do desemprego” que começa ameaçar o povo brasileiro. “É um aspecto que reflete no aumento da violência, pois somente podemos equacionar esse problema se for uma ação conjunta de todos os poderes e da sociedade”, finalizou.


Fotos: Josa Almeida
Postar um comentário