23 abril 2015

Planalto tenta barrar fusão entre PTB e DEM

Articuladores do governo Dilma oferecem a manutenção de cargos no segundo escalão para adiar o fortalecimento da bancada oposicionista

Preocupados com o aumento da força da oposição no Congresso Nacional, integrantes da base aliada do governo Dilma Rousseff têm conversado com membros do ainda governista PTB na tentativa de evitar a fusão do partido com o oposicionista DEM. Se o plano vingar, a nova legenda se tornará a quarta maior bancada tanto da Câmara dos Deputados quanto do Senado, dificultando ainda mais a situação do Planalto no Legislativo.
Senador José Agripino presidente do DEM e a
deputada Cristiane Brasil presidente
do PTB
(Agência Brasil/Divulgação)

Um dos principais interlocutores é o ministro petebista Armando Monteiro (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), para quem este não seria o melhor momento para discutir a questão. Uma parte da legenda se diz independente e afirma que não reconhece o ministério como de sua cota. Monteiro foi candidato derrotado ao governo de Pernambuco no ano passado, apoiado por Dilma e pelo ex-presidente Lula.  (veja.com)
Postar um comentário