03 agosto 2015

Ministro da Defesa chama rojão no Insituto Lula de "atentado terrorista".

Jacques Wagner é o ministro da Defesa do Brasil. Ele aproveita um factóide para esconder o escândalo que emerge da compra de submarinos franceses, com suspeitas de superfaturamento, contratação fraudulenta sem licitação, projeto que teve a sua participação desde o início. Isso sim pode virar mais um ato terrorista contra os cofres públicos. Resta saber se o ministro da Defesa fala em nome das FFAA ou apenas como mais um baba-ovo de Luiz Inácio Lula da Silva.
Postar um comentário