04 setembro 2015

EXPECTATIVA: Fim do prazo de filiações deve definir novo cenário politico em Imperatriz


Rosangela Curado -  Clayton Noleto e Ildon Marques, expectativa para a mudança de cenário nas  próximas pesquisas
O mês de setembro será decisivo para demonstrar aos especuladores politicos como o cenário pode ficar para as eleições municipais do ano que vem, porém, isso não quer dizer simplesmente, que, por estar no partido A ou B, o candidato estará credenciado à disputa eleitoral. O credenciamento, resume-se, ao que as pesquisas devem demostrar após a montagem desse novo cenário, com isso, essa avaliação após o ultimo mês de filiação - no qual obedece o prazo de um ano anos da eleição de outubro do ano que vem -, deve retratar principalmente as manifestações dos últimos dias, como o anuncio da pré-candidatura do Secretário de Infraestrutura Clayton Noleto (PC do B), a ocupação da ex-sub secretária de Saúde, Rosângela Curado (PDT), no cargo de Deputada Federal e um dos mais fortes concorrentes ao pleito, o empresário e ex-prefeito Ildon Marques (PMN). A indecisão ainda do PSDB deve colocar pelo menos dois nomes na pesquisa espontânea, mas que não deve representar exatamente o desejo do líder tucano Sebastião Madeira.

As incursões de Curado demonstram que dificilmente ela não concorrerá ao
Daniel Sousa foi anunciado
como pré-candidato na convenção tucana 
pleito, a saída do governo para ocupar o mandato, em mais uma grande articulação de Weverton Rocha, demonstra que o parlamentar estar mesmo disposto a construir um cenário onde o PDT possa sair mais forte. Na ultima convenção, pelo menos 16 prefeito filiaram ao partido, e essa disposição favorece Curado.


Essas primeiras pesquisas ainda devem trazer o nome do Deputado Marco Aurélio (PC do B), mesmo com a decisão de não concorrer ao pleito, mas simplesmente apoiar o candidato comunista Clayton Noleto, o que não quer dizer que ele tenha tirado da cabeça a hipotese de participar. Marco tem passeado nos bastidores especulando a candidatura do partido e ouvido palavras motivacionais. Se o parlamentar não concorrer a eleição do ano que vem, poderá ser a primeira vez em quase 15 anos.

Apesar do cenário que se apresenta parecer definido, é possível que novos nomes venham se manifestar até o ultimo prazo para as novas filiações, o que não descarta que esses desejos venham aflorar depois do carnaval de 2016.



Postar um comentário