07 outubro 2015

SERF realiza ação itinerante na Vila Ipiranga


A comunidade da Vila Ipiranga, bairro localizado na região da grande Cafeteira, foi contemplada, nesta terça-feira (06), com o trabalho itinerante da Secretaria Municipal de Regularização Fundiária-SERF.

Uma equipe de funcionários atendentes, digitadores, consultores e advogados foi mobilizada para o bairro e se instalou nas dependências da igreja  Assembleia de Deus, onde procederam os trabalhos de cadastramento para regularização fundiária de imóveis.

A moradora Sônia Maria, residente na rua “5” nº 81, foi uma das centenas de pessoas contempladas com o serviço. Ela disse que mora no mesmo endereço há mais de 20 anos, mas só agora teve a oportunidade de regularizar a documentação de sua casa.

“Esse trabalho é uma ideia maravilhosa”, elogia a moradora, argumentando que, além da facilidade de fazer tudo perto de casa ainda tem a vantagem do bônus da gratuidade do processo. “A gente não precisa pagar nem as cópias dos documentos, é tudo de graça, isso é muito bom”, disse Sônia Maria.

A equipe da SERF vai continuar na Vila Ipiranga até a próxima quinta-feira (8), quando todos os imóveis estiverem cadastrados. O objetivo do trabalho itinerante é facilitar a vida dos moradores, que poderão fazer todo o processo sem sair do bairro e sem arcar com despesas.

“Este é um serviço social o qual realizamos com muita satisfação, por que é assim que deve ser prestado o serviço público”, disse o Secretário de Regularização Fundiária do Município, o advogado Daniel Pereira Souza.
Os casos mais complexos, como os de usucapião e os de cônjuges separados são encaminhados para assistência jurídica, que na Vila Ipiranga é representada pelo advogado Luiz Paulo dos Santos Barros.

As ações itinerantes da SERF já estiveram em vários bairros distantes do centro, entre eles a Vilinha, na grande Vila Nova; o Parque do Buriti, no grande Bacuri; o Santo Amaro, no grande Santa Rita e outros.

Segundo o secretário Daniel Pereira de Souza, o trabalho itinerante vai continuar para dar mais comodidade às pessoas. O secretário entende que em se tratando de localidades tão distantes do centro, como é o caso da Vila Ipiranga, é mais viável as ações saírem dos gabinetes ao encontro do povo nas comunidades.

“Temos uma equipe de pessoas profissionais treinados para atender bem, da melhor forma possível, pois essa é uma marca da nossa secretaria.”, finalizou Daniel Souza.  [Djé Guedes – ASSESSORIA SERF]
Postar um comentário