16 novembro 2015

De maior evento politico para um simples ato narcisista...

O evento realizado pelo vereador e agora pré-candidato a prefeito Esmeradhson, poderia até ser melhor compreendido dado ao desejo de emitir um recado, porém, os discursos que antecederam o ato de lançamento, de que o evento seria o maior da história do PSDB, o que de fato não ocorreu, acabou deixando um ar de frustração e muito narcisismo concreto, esse sim é o fato importante do evento.

Apesar da força do sindicato dos pescadores e até dos servidores da SEDES, não foi exatamente como a expectativa anunciava, e frustrou até mesmo os palestrantes resumidos à sua maioria já tarimbados por outros pré-candidatos a prefeito, como o vereador Pimentel e o comunista Rafael Heringer.

O narcisismo exacerbado tomou conta dos cenários com imagens gigantescas que apresentavam o pré-candidato, do outro lado, curiosos espectadores que trocavam mensagens no celular (whatsapp, provavelmente) e pouco observava os discursos desencontrados da realidade. Nem o Deputado Antônio Pereira, candidato a apoiador de uma quase improvável candidatura, veio.

Quase nada foi ressaltado sobre os avanços do governo, tendo se limitado a fazer uma menção genérica do que é a cidade na gestão do prefeito Madeira, do PSDB, somente enfatizado mesmo no bom discurso político do tucano e assessor de comunicação Elson Araújo, e só, os demais discursos patinaram frente ao verdadeiro debate.

Em que pese o forte foguetório, não houve empolgação da plateia, nem mesmo daquela rebocada ao local, que preferia papear pelo WhatsApp.
Postar um comentário