22 novembro 2015

Em Nota, Valeria Macedo lamenta crime brutal contra a vida de Roberto Lano


A Deputada Estadual Valeria Macedo foi surpreendida na noite de ontem (21) pela noticia do assassinato brutal do locutor Roberto Lago. Em nota, a parlamentar demonstrou sua indignação e pediu providencias do Estado para a solução do crime. Leia a nota abaixo: 

NOTA DE PESAR

Ontem, por volta das 22h, fui surpreendida aqui em São Luís por uma notícia muito triste: que ORISLANDIO TIMÓTEO ARAÚJO, mais conhecido como “Roberto Lano”, fora alvejado por tiros nas proximidades do “pé-de-amêndoa”, no centro de Buriticupu, na noite deste sábado, e que estava morto. O corpo está no IML em Imperatriz em procedimento de liberação. 

No ano passado eu e Marco Aurélio Gonzaga conhecemos Roberto, ele prestou serviços de locução para nosso grupo. Era uma pessoa alegre, extrovertida, de bem com a vida, pacífica e ótimo locutor. Não tenho nenhuma notícia de que Roberto tenha tido algum envolvimento com violência. 

A última notícia que tenho dele foi ele mesmo que passou para meu marido. Roberto disse por telefone que “tudo estava indo muito bem em Buriticupú, e que uma boate que montou lá tinha estava dando certo, e chegou a informar que estava ganhando um bom dinheiro com o negócio”. Chegou ainda a informar que na campanha de ano de 2016 iria trabalhar provavelmente para a Deputada Francisca Primo em Buriticupu, pois já havia trabalhado para o ex-prefeito
Primo, com quem tinha ótima relações”. 

Sirvo-me da presente para prestar nossa solidariedade a toda a família de Roberto Lano, especialmente sua mãe e filhos e todos os parentes e amigos, rogando a Deus que cubra de bênçãos a família enlutada e que acolha Roberto num bom lugar. Para mim muita tristeza e indignação com a violência que tem atingido as pessoas no Maranhão, pobres, ricos, públicas ou cidadãos comuns, de que é exemplo este assassinato. 

Ao mesmo tempo peço de público atenção especial aos aparelhos da Secretaria de Segurança Pública do Estado que envidem todos os esforços no sentido de elucidar este crime e punir os culpados.

VALÉRIA MACEDO

Deputada Estadual (PDT)
Postar um comentário