18 dezembro 2015

Dilma, um governo paralítico.


Gilmar Mendes perdeu a paciência com os demais ministros. "Vamos dar a cara à tapa. Estamos tomando uma decisão casuística. Assumamos então que estamos manipulando o processo."
Ele disse ainda que "ninguém vai ser salvo de impeachment por liminar". 
"Os 171 votos necessários para permitir que se escape de impeachment não são suficientes para governar. Estamos ladeira a abaixo, ontem fomos desclassificados mais uma vez, estamos sem governo, sem condições de governar, com um modelo de fisiologismo que nos enche de vergonha."
Postar um comentário