04 fevereiro 2016

Imperatriz já possui quase 170 mil recadastramentos biométricos.


Em Imperatriz, os eleitores podem ser atendidos em quatro

postos de recadastramento do TRE-MA

Gil Carvalho
Imperatriz – O prazo para recadastramento eleitoral encerrará no próximo dia 17 (quarta-feira) em Imperatriz. Os eleitores podem agilizar atendimento por meio de agendamento eletrônico – são quatro postos de recadastramento que funcionam na sede do Fórum Eleitoral, no Parque das Mangueiras, no Viva Cidadão (Centro); no Imperial Shopping (Jardim São Luís) e na Unidade Regional de  Educação de Imperatriz (UREI), no Centro.
O chefe do cartório da 33ª Zona Eleitoral, da comarca de Imperatriz, José Conceição Sousa, explicou nessa quinta-feira (4) durante audiência pública que essa será a primeira vez que os eleitores imperatrizenses participarão do processo eleitoral utilizando a tecnologia de identificação biométrica.
“O nosso eleitorado atual está próximo dos 170 mil eleitores no município de Imperatriz, resultado da estrutura montada graças à colaboração institucional disponibilizada pela Câmara Municipal, pois a Justiça Eleitoral em todo o país não dispõe de pessoal suficiente para atender uma demanda nesse nível”, frisa ele, ao citar a prerrogativa da Justiça Eleitoral que pode solicitar servidores aos demais órgãos públicos.
José Sousa enfatiza que de forma espontânea o Poder Legislativo manifestou preocupação com o processo de recadastramento biométrico e cedeu servidores no sentido de agilizar o atendimento aos eleitores em Imperatriz. “Temos uma capacidade diária de 1.300 atendimentos, onde anuncio que já alcançamos a nossa meta”, comemora.
Ele conclamou os eleitores que ainda não efetuaram o processo de recadastramento biométrico para que agilizem o atendimento, pois chega o período de carnaval -- de sábado (6) a quarta-feira (10) – que ficará sem atividade nos balcões de atualização do TRE-MA.
“Transparência, segurança e celeridade -- esse tripé são fundamentos que a Justiça Eleitoral trabalha para melhorar cada vez a apuração do processo eleitoral”, acrescenta ele, ao esclarecer que o prazo final de 17 de fevereiro é apenas para os eleitores do município de Imperatriz.
O chefe do cartório eleitoral argumenta que o cidadão que expedirá o primeiro título eleitoral de forma facultativa – pessoas que completem 16 anos o dia da eleição – ou de forma obrigatória, uma vez que teve o título cancelado e não teve mais validade e de pessoas que residem em Imperatriz, mas que ainda não transferiram o título o prazo final será o dia 4 de maio.
“A questão da acessibilidade está sendo trabalhada desde a eleição passada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e convidamos essas pessoas portadoras de necessidades especiais para que compareçam a uma unidade da Justiça Eleitoral para prestar essa informação”, garantiu.
Postar um comentário