Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Lara’s Land é uma produção genuinamente imperatrizense e único na literatura nacional e internacional
A diretoria, departamento pedagógico e departamento de marketing da U R Welcome receberam nessa terça-feira (19) a visita do gerente regional da unidade do Sebrae em Imperatriz, Danilo Borges, acompanhado da subgerente regional de Imperatriz, Márcia Martins e da gerente de mercado do Sebrae MA, Keila Pontes.
Com uma parceria que já dura mais de 12 anos, a escola U R Welcome com o suporte do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae - MA), estuda novas possibilidades para a inserção do Lara’s Land, material didático inédito produzido pela equipe pedagógica da instituição, no mercado.
Na ocasião a equipe do Sebrae MA teve a oportunidade de conhecer o material Lara’s Land, lançado na última quarta-feira (13) no auditório do Imperial Hotel em Imperatriz. Com recursos que contribuem para o aprendizado dinâmico e efetivo da língua inglesa e que atendem às necessidades neuropsicopedagógicas das crianças na faixa etária de dois anos, o material é composto por livro do aluno, livro do professor, CD áudio, DVD, games e software para lousa interativa.
Para a gerente de mercado do Sebrae MA, Keila Pontes, buscar essa parceria contribui para que o empresário conheça quais são as necessidades e cuidados antes de lançar um produto no mercado. “Lara’s Land é um material excelente. Ele atende a um nicho de mercado que não foi descoberto. É um produto diferenciado e inovador. Garantia de sucesso”.
Diretora e fundadora de U R Welcome, Raquel Mello, destaca que ao longo dos anos o Sebrae MA tem se mostrado de grande importância para a história da instituição. “O Sebrae tem nos direcionado para o foco. Tira nossa atenção de pequenos detalhes e nos guia para aquilo que realmente é importante”, explica.
Lara’s Land – Produzido pela equipe pedagógica da U R Welcome sob a supervisão da neuropsicopedagoga, Dr.ª Cíntia Viegas, o Lara’s Land é uma produção inédita na literatura nacional e internacional. Baseado em pesquisas realizadas por pesquisadores estrangeiros, o material feito para o ensino da língua inglesa para crianças de 02 anos de idade, atende às necessidades das crianças dessa faixa etária por disponibilizar método e recursos que possibilitam a interação, tornando o aprendizado de uma segunda língua mais simples e prazeroso. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:46

A Agência Reguladora de Serviços Públicos do Maranhão (Arsema) em conjunto com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Combustíveis (ANP) estiveram, na terça-feira (19), em Santo Antônio dos Lopes realizando fiscalização do gás natural.

A Arsema realizou a fiscalização da distribuição de gás canalizado nas instalações da Gasmar, conforme competência atribuída na Constituição Federal e art. 3, II da Lei Estadual 9.861/2013. A comitiva da Arsema foi composta pela diretora-geral Olga Prazeres, pelo diretor técnico Nobuyuki Nakashima e pelos assessores jurídicos Thiago Ferreira Souza, Frederick Guimarães e Jeifferson Silva Souza.

A Aneel e a ANP também fiscalizaram as obras da usina termoelétrica UTE MA III, o que consistiu na comprovação in loco do atendimento às constatações fixadas no último relatório de fiscalização.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:30

Para esclarecer a importância dos serviços de ouvidorias na gestão pública, apresentar o Sistema Unificado de Ouvidorias do Poder Executivo Federal (e-Ouv) e reiterar informações sobre o Sistema Eletrônico do Serviço de Informações ao Cidadão (e-SIC), o Governo do Estado, por meio da Escola de Governo do Maranhão (Egma), realizou palestras sobre os temas, nesta quarta-feira (20). Presentes ao evento, dezenas de ouvidores do Executivo Estadual e servidores de áreas afins.

Solicitadas por meio da Ouvidoria do Servidor, que é vinculada à Secretaria de Estado da Gestão e Previdência (Segep), as palestras ‘A Ouvidoria como instrumento de transparência’ e ‘Canal de Comunicação do Cidadão: E-Sic e E-Ouv’ foram ministradas, respectivamente, pelo secretário-adjunto da Secretaria de Estado de Transparência e Controle (STC), Steferson Ferreira, e pelo Ouvidor-Geral do Estado, Marcos Caminha.

Para o ouvidor da Segep, Luís Henrique Gonçalves França, palestras desse nível são de grande importância não só para os servidores, mas também para a população. “É através dos dados fornecidos pela ouvidoria que podemos ter a noção da qualidade do serviço que está sendo oferecido. No que diz respeito aos sistemas informatizados recém-adotados pelo Governo do Maranhão, o e-Sic e e-Ouv, são canais de comunicação e transparência que o governador Flávio Dino tem se empenhado em aplicar no seu governo, tornando o Maranhão um estado mais transparente e com responsabilidade de gestão”, ressalta Luís.

Palestras

Inicialmente, o adjunto da STC, Steferson Ferreira, explicou o papel da Ouvidoria, seus objetivos e atribuições, dentro do processo de transparência na gestão pública, discorrendo, também, sobre os tipos e conceitos de transparência pública. Ele encerrou sua exposição, falando da Lei de Acesso à Informação, do enfrentamento de desafios e, também, os patamares que o Maranhão já alcançou e a luta para manter o estado nesses níveis.

“A realização desse evento demonstra que o Governo do Estado está comprometido com a evolução das ouvidorias e transparência. Fiquei muito satisfeito em poder participar deste momento e contribuir na capacitação de servidores”, comentou Steferson Ferreira.

Em seguida, foi a vez do ouvidor-geral, Marcos Caminha falar dos canais de comunicação do cidadão. Ele demonstrou o conceito de ouvidoria que a STC está implementando no Maranhão, com a ajuda das ouvidorias setoriais. “Especialmente, no que tange à integração das ouvidorias, a padronização dos serviços, a fim de que o cidadão possa acessar esses serviços e ajudar a melhorar a gestão pública”, complementou.

Por fim, Caminha apresentou o Sistema e-Ouv, uma ferramenta implantada pelo Governo do Estado, no final do ano passado, a qual permite que o cidadão, através da Web, possa manifestar-se sobre os serviços e as políticas públicas. “Nós, ouvidores, temos que não só responder à manifestação (denúncia, crítica, sugestão ou elogio) do cidadão, mas, fazer com que esse material seja utilizado pelos gestores, para que as políticas e os serviços públicos melhorem”, concluiu.

Para a ouvidora da Secretaria de Estado da Mulher (Semu), Leda Maria Rego, além da transmissão de informações, as palestras ajudam a integrar os ouvidores. “Através destas palestras, podemos perceber a integração das ouvidorias e secretarias. Isto é muito bom. As ouvidorias são as vozes dos servidores, cidadãos e das cidadãs, acerca do funcionamento e serviços dos órgãos públicos”, avaliou Leda.

A ouvidora da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Sejap), Jéssica Alves, elogiou a iniciativa da realização das palestras. “Acredito que toda capacitação, no sentido de orientar e conscientizar servidores e cidadãos sobre os seus direitos, traz muitos benefícios. E o serviço de ouvidoria só vem somar, porque é o elo entre os órgãos públicos e a sociedade. As informações sobre esses canais de comunicação têm que ser disseminadas, para que os cidadãos os conheçam e utilizem”, observou Jéssica.

Sistema e-Ouv

O Maranhão foi o primeiro estado brasileiro a implementar uma ferramenta de ouvidorias a partir da cessão do código-fonte do Sistema Informatizado de Ouvidorias do Poder Executivo Federal (e-Ouv), criado pela Controladoria-Geral da União (CGU).

O e-Ouv funciona como canal informatizado para entrada e tratamento de manifestações (denúncias, solicitações, sugestões, reclamações e elogios), disponibilizado pelo Programa de Fortalecimento das Ouvidorias instituído pela CGU.

Caso o cidadão tenha uma dessas cinco manifestações a fazer, deve acessar o e-Ouv. O sistema funciona 24h e permite acompanhar o andamento de uma manifestação já cadastrada. Para utilizar o e-Ouv, não é necessário se cadastrar. Porém, quem realiza o cadastro tem acesso ao histórico das suas manifestações. As ouvidorias que tiverem aderido ao e-Ouv poderão usar a iniciativa.

Sistema e-SIC

Instituído pela Lei de Acesso à Informação (LAI), o Serviço de Informações ao Cidadão (SIC), é uma unidade física existente em todos os órgãos e entidades do poder público federal e estadual, para atender ao cidadão que deseja solicitar informações públicas.

Com o intuito de desburocratizar o acesso à informação aos cidadãos, o Governo do Maranhão instaurou, por meio da Lei 10.217/2015, o Sistema Eletrônico do Serviço de Informações ao Cidadão (e-SIC - MA), que permite a qualquer pessoa, física ou jurídica, solicitar informações públicas para órgãos e entidades do Poder Executivo.

Podem ser solicitadas informações sobre qualquer órgão ou entidade do Poder Executivo Estadual. Caso o cidadão tenha pedido algo a um órgão, e este verificar que é de competência de outro, a solicitação é encaminhada para o órgão correto, pelo próprio sistema. O cidadão é informado sobre todo o trâmite, não sendo necessário refazer o seu pedido. Outra funcionalidade interessante é a possibilidade do cidadão interpor recursos, caso julgue a resposta fornecida, incompleta ou insatisfatória.

Após o recebimento de um pedido, o Poder Público deve autorizar ou conceder acesso imediato à informação. Não sendo possível o acesso rápido, o órgão deve responder ao requerente em até 20 dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

Oficial se reuniu ontem pela manhã com os moradores daquele residencial e representantes da SEDES e da SINFRA
Como tem feito, sempre que convidado, o tenente-coronel Edeilson Carvalho, comandante do Terceiro BPM,  reuniu-se ontem pela manhã na quadra do Centro de Referência da Assistência Social-CRAS , do bairro  Bom Jesus, com os moradores do mais novo residencial popular da cidade o Dom Gregory para discutir e encontrar solução para o clima de violência que tomou conta do lugar nas últimas semanas, situação agravada  depois do registro do estupro de uma moradora.
O encontro articulado pela comunidade contou com as presenças  da  coordenadora do Cras, Katiana Miranda e da  coordenadora do serviço técnico social  da Secretaria Municipal da Infraestrutura  Tamyris Pereira Fernandes, num esforço conjunto para que a paz e a tranquilidade das famílias voltem a reinar naquele logradouro entregue recentemente pela Prefeitura às 342 famílias cadastradas pelo serviço social do PAC I.
Depois de ouvir atentamente a comunidade e as assistentes sociais, o comandante do 14 Batalhão, disse que aquele setor já  é guarnecido por dois militares  que realizam rondas rotineiras mas que, diante do que ouviu,  garantiu reforçar o serviço, assim como fez no Parque Amazonas que até pouco tempo passava pelo mesma situação.
“Passo importante é identificar  esses bandidos, incluindo o maníaco sexual,  que tem tirado o sono das mulheres. Vamos sair daqui já com algumas pistas. Não vai demorar vamos prender esses elementos”  disse o comandante. Para esse enfrentamento Edeilson Carvalho pediu a colaboração da comunidade sob a garantia do anonimato.
A assistente social Tamyres avaliou como positiva a ida do  tenente-coronel Edeilson á reunião sendo para ela uma demonstração de comprometimento com a segurança pública e com os anseios daquela comunidade.  Só queremos que essa comunidade viva em paz. Confiamos e acreditamos no trabalho da Polícia”
Sidney Rodrigues/ASCOM


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:22

Meu malvado favorito...

por Holden, em 18.04.16

Eduardo Cunha, o malvado preferido do Brasil.




Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:12

Dentro, fora...

por Holden, em 15.04.16

José Rodrigues Pinheiro Dória (PP) quase foi empossado hoje (14) como Ministro do governo (a deriva) Dilma, mas desistiu após a cúpula do partido Progressista decidir que fechará questão a favor do impeachment.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:30


O auditório da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), campus Imperatriz, foi o local escolhido pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia (Secti) e da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema) para a apresentação do Plano de Trabalho 2016 da Fapema e para o lançamento de cinco editais de fomento à pesquisa.

Realizada nesta semana, a ação em Imperatriz faz parte de um projeto bem maior do Governo, que visa apresentar o plano em outras cidades do interior do estado. O Plano de Trabalho 2016 da Fapema foi lançado em São Luís na última semana de março. Em Imperatriz a ação contou com a presença do diretor-presidente da Fapema, Alex Oliveira, do secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada, dentre outras autoridades.

Almada elogiou o trabalho de Alex Oliveira e disse que a Fapema vem exercendo uma gestão extremamente diferenciada sob a direção do professor. Para Jhonatan, quatro princípios tornam a Fapema diferente. São eles a transparência, a participação no Planejamento Participativo, a integração das políticas públicas e o caráter de inovação.

“A apresentação do Plano de Trabalho da Fapema aqui em Imperatriz é um gesto de respeito, de reconhecimento da importância de Imperatriz, de seu povo para o Maranhão e da comunidade acadêmica desta cidade. Este não é um ato simples, ordinário, mas inovador do governador Flávio Dino que a Fapema executa”, disse Jhonatan Almada.

Dirigindo-se ao público, Alex Oliveira disse que “efetivamente a ideia é levar a Fapema a todo o Maranhão, fazer a aproximação, estimular, convocar os pesquisadores, professores e estudantes para que se envolvam cada vez mais no projeto de pesquisa”.

“Há uma mudança significativa no processo de interiorização, mas precisamos de vocês para melhorar ainda mais esses dados. No ‘Mais Ciência’, por exemplo, eram 160 projetos, passamos para 223. Saímos de 199 bolsas para 377 no interior do estado”, pontuou Oliveira.

Na opinião de Alex Oliveira, as visitas aos polos de ensino superior do Maranhão devem aproximar os pesquisadores do que vem sendo desenvolvido pela Fapema. Em sua apresentação, Oliveira mostrou que o Plano de Trabalho prevê para este ano investimentos no valor de R$ 50,3 milhões nas áreas de ciência, tecnologia e inovação, tem por foco “Mais Ciência e Inovação para Todos Nós” e está estruturado em quatro linhas de ação: ‘Mais Ciência’; ‘Mais Inovação’; ‘Mais Qualificação’ e ‘Popularização da Ciência’.

O presidente da Fapema encerrou, após a publicação dos editais, anunciando a doação de livros à biblioteca da Uema de Imperatriz. Outros foram doados ao público que participou do evento.

A primeira etapa de viagens para apresentar o Plano de Trabalho 2016 da Fapema contemplou as cidades de Imperatriz, Grajaú e Barra do Corda. Além do diretor-presidente da Fapema, Alex Oliveira, participam da ação membros da Diretoria Executiva da Fundação.

Editais

Uma particularidade do lançamento dos cinco editais da Fapema que ocorreu no auditório da Uema de Imperatriz nesta semana foi a possibilidade de o público ali presente acompanhar a postagem dos documentos no site da Fundação. O presidente da Fapema esclareceu que a política da Fundação é de tecnologia, de construir mais ciência e inovação para o Maranhão e de popularizar a ciência.

“Mais qualificação é uma linha de ação da Fundação. Era preciso dizer o que faz a Fundação, o que faz a Ciência, porque temos um compromisso com a mudança, com a inversão dos indicadores sociais como disse o governador Flávio Dino. Era preciso reforçar que a Fapema é do Estado e o Maranhão é de todos nós.”

As oficinas de Orçamento Participativo realizadas para discutir os editais e que permitiram a participação das pessoas no processo de elaboração dos editais também foram citadas por Alex Oliveira como importante instrumento de transformação e participação.

“Nos sentimos valorizados e acolhidos pelo Governo do Maranhão, pela Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia e também pela Fapema, porque agora temos a possibilidade real de pleitear bolsas de extensão e pesquisa para poder trabalhar e desenvolver mais dentro do nosso campus esse potencial dos alunos da pesquisa e da extensão”, declarou Mauro Borges, presidente do DCE da Uema de Imperatriz.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

Até tú?!

por Holden, em 15.04.16

O agora ex-Ministro Kassab (PSD) determinou que o partido também votará contra o governo, e convocou todos a deixarem o governo (a deriva) Dilma. Kassab chegou a ser um dos grande articuladores e defensores do governo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

Último factoide...

por Holden, em 15.04.16

O presidente do PT, Rui Falcão (especialista em criar fatos novos), apoderou-se do penúltimo factoide, e diz que querem tirar a Dilma para abafar a Lava Jato. 

O factoide ficou com cara de ultimo suspiro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:42


A formação dos professores aconteceu nos dias 8 e 9 de Abril na Escola Trancredo Neves - Educadores do Campo e da cidade e teve o apoio da Prefeitura e Secretaria de Educação.

Na primeira etapa do Pacto, de 2013 a 2014, os professores receberam formação em Letramento, e na segunda, de 2014 a 2015, em Matemática. O terceiro ciclo, que se iniciou em 2015 e continua em 2016, vai abordar as demais áreas do conhecimento de forma integrada, com o objetivo de promover a educação integral das crianças.

Parceria:

O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa é uma parceria que envolve o MEC, as universidades públicas, as redes municipais e estaduais de ensino e os professores alfabetizadores.
O MEC é responsável pelas bolsas de estudos concedidas aos alfabetizadores, aos educadores das universidades envolvidas na formação, aos coordenadores do Pacto nos estados, no Distrito Federal e nos municípios e aos professores orientadores dos cursos em cada município. O Ministério produz e distribui os cadernos de formação dos educadores e material didático, paradidático, dicionários, obras literárias e jogos às escolas que tenham classes de alfabetização.

O Secretário Municipal de Educação, Davison Sormanne, agradeceu e parabenizou a todos os professores que compõe a equipe da secretaria e os responsáveis pelo acompanhamento das séries iniciais. O secretário disse também que a busca é por uma educação de qualidade, mas que só é possível por causa da dedicação permanente dos professores.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:25


O dinamismo que énatural na politica e força a mudança nos cenários eleitorais, sejam eles Nacional,Estadual ou Municipal, surpreende até mesmo os políticos mais conservadores.

Em algumas cidades a opçãopara a população sair da polarização tradicional que limita o desenvolvimentode alguns municípios é o de incluir novos nomes nesse cenário politico e,indiscutivelmente, o eleitorado passa a buscar no meio político novos epromissores nomes, e que estimula o surgimento natural da 3ª via.

Em Grajaú, o nome dovereador Albertinho da Saúde (PPL) vem alcançando uma dimensão surpreendente nomeio político à medida que se aproximam as eleições municipais.

Considerado um dos destaquesdo parlamento municipal. Selecionado pelo Instituto Tiradentes que mede apopularidade dos vereadores através da opinião da população, como um dos mais lembradose atuantes, Albertinho da Saúde é lembrado por todos os grupos políticos do municípiocomo um candidato a vice que certamente somaria em qualquer conjuntura. Mas issotudo se deve ao intenso trabalho do parlamentar, que intensifica suas ações naárea da saúde, mantendo atenção permanente ao seu eleitorado.


Nos bastidores,pesquisas de consumo interno já demonstram que a população busca uma nova opção dentre os nomes que disputarão as eleições na cidade de Grajaú, esem duvidas, um novo nome nesse cenário (uma terceira via) seria um campo neutro para o eleitorado grajauense. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:03


As internas gestantes da Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) Feminina de São Luís receberam, na manhã de quinta-feira (14), repelentes contra o mosquito da dengue. Ao todo foram entregues, pelo Governo do Maranhão, 26 repelentes naquele estabelecimento. A iniciativa faz parte do esforço do Governo Federal para combater a dengue, febre Chikungunya e Zika vírus.
Os produtos foram entregues às únicas duas internas gravidas da unidade, que receberam um repelente cada. O restante dos insetífugos será estocado e, caso outras grávidas adentrem ao sistema, receberão o produto. O objetivo é contribuir para uma gestação saudável da interna, tendo em vista o surto de doenças provenientes do Zika vírus e dengue.
Uma das internas que ganhou o repelente está com quatro meses de gravidez e se sentiu aliviada após receber o produto. “A gente fica com medo porque muitos casos de doença envolvendo a criança tem acontecido e eu quero que meu neném nasça bem e, para isso, vou me proteger”, disse a interna.
Para combater o mosquito da dengue naquela unidade são feitos trabalhos diários de conservação e limpeza do estabelecimento, realizados pelas próprias internas sob a supervisão da segurança prisional. Entre as iniciativas estão medidas simples como, por exemplo, não permitir o acumulo de lixo nos pavilhões e no pátio do estabelecimento e escoar a água da chuva da área do banho de sol.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:52

A deputada Eliziane Gama (PPS-MA) falou esta semana sobre a situação da São Luís-MA no Plenário da Câmara dos Deputados. Ela destacou que a cidade tem sofrido com a falta de planejamento e abandono, principalmente com o início do período chuvoso.
“Registro aqui da minha tristeza e indignação pelo que tem ocorrido na nossa cidade, São Luís do Maranhão, que tem estado em total abandono. A cidade tem sido protagonista de todos os noticiários no Brasil por causa deste abandono, da falta de planejamento, da falta de mobilidade e a falta de segurança”, enfatizou.
A maranhense lembrou que além de problemas de infraestrutura, a capital maranhense sofre ainda com graves problemas na área de mobilidade, educação e saúde.
“O consumo de drogas tem crescido de forma assustadora e infelizmente as autoridades municipais não tem dado a atenção necessária e, portanto, tem deixado a cidade no abandono”, lamentou.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:12

O governador Flávio Dino e o secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto, realizaram, na manhã desta segunda-feira (11), uma vistoria completa das ações da pasta na Região Metropolitana de São Luís. A comitiva do Governo visitou as obras do Hospital da Criança, inspecionou a recém-reformada Unidade Integrada Sagarana II, no bairro da Alemanha, monitorou a situação das MAs 201, 202, 203 e 204; e finalizou a vistoria nas intervenções urbanísticas da Lagoa da Jansen.

A visitação teve início com a inspeção nas obras de reforma e ampliação do Hospital Odorico Amaral de Matos – o Hospital da Criança. A construção, parceria do Governo do Estado com a prefeitura de São Luís, resultará em mais 91 leitos de internação, nova Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com 11 leitos, incluindo área de isolamento; mais 25 enfermarias, totalizando 178 leitos de internação somados aos oito existentes.

O hospital, que tem investimentos de R$ 10 milhões, ganhará, ainda, um centro cirúrgico com quatro salas de grande porte, além de serviços de diagnóstico e imagem, como tomografia computadorizada e ultrassonografia; e laboratório de análises clínicas. “Essa obra de enorme importância tem uma dimensão estadual, uma vez que atende não só crianças da ilha de São Luís, mas também de municípios do nosso Estado que demandam serviços de urgência e emergência aqui oferecidos”, destacou Flávio Dino que vistoriou o andamento da obra ao lado do secretário de Obras e Serviços Públicos de São Luís, Antônio Araújo.

Escola reformada

Uma das prioridades do Governo para o fortalecimento da educação no Estado, as reformas de escolas também estiveram no roteiro de vistorias do governador. Ele esteve na Unidade Integrada Sagarana II, no bairro da Alemanha, para inspecionar as intervenções estruturais realizadas na escola que possui 510 alunos e recebeu investimentos de R$ 1,04 mi.

Gildenilson Costa Santos, de 14 anos, é aluno do Sagarana II desde a quinta série. Agora na oitava, essa foi a primeira vez que ele presenciou uma reforma na escola. De acordo com o estudante, a quadra estava quebrada, assim como portas e janelas das salas e banheiros, e a falta de ventiladores incomodava os alunos. “Melhorou tudo depois da reforma. As salas estão até com ar-condicionado”, ressaltou o estudante, um dos que, junto com professores, aplaudiu o governador durante a vistoria nas obras da escola.

Vistoria nas MAs

O governador percorreu vários pontos de São Luís para fiscalizar as obras em andamento ou finalizadas, como a intervenção para melhoria da mobilidade do retorno do aeroporto, e percorreu as MAs que interligam as quatro cidades da região metropolitana.

“Nós estamos em um trabalho permanente de intervenção e manutenção emergencial dessas MAs que cortam a ilha de São Luís. É um enorme desafio diante de problemas acumulados durante décadas, sobretudo a falta de drenagem adequada nessas estradas. Isso faz com que no período de chuvas nós vejamos, como eu mesmo testemunhei, pontos em que há o afloramento de água, há um represamento de água, danificando totalmente a pavimentação”, explicou o governador.

Flávio Dino presenciou quatro equipes trabalhando na recuperação emergencial dessas MAs e garantiu que, até o final desta semana, mais sete integração os serviços. “Logo após as chuvas cessarem este ano, nós vamos fazer a chamada recuperação de segmento para deixar a via completamente recuperada, assim como vamos fazer também a sinalização dessas MAs. De modo que até o meio do ano elas estarão em boas condições novamente”, enfatizou.

Ele explicou ainda que o serviço completo de pavimentação e drenagem foi feito em alguns pontos, como na Avenida Tancredo Neves, no acesso ao Socorrão II, e na estrada da Maioba, nas imediações da empresa 1001. “Até o meio do ano essas MAs estarão em boas condições novamente. Agora vamos fazer essa manutenção emergencial que eu mesmo verifiquei. Apesar do trabalho incessante das nossas equipes desde o começo do ano. Estamos diante do crescimento do volume de chuvas e é preciso fazer mais”, esclareceu.

De acordo com o secretário Clayton Noleto, várias equipes estarão nos meses de abril, maio e até o início de junho, principalmente, de prontidão para realizar ações preventivas e também recuperações com ações especiais que garantam o tráfego com segurança. “Nós fizemos uma passagem geral pelas MAs do entorno da ilha: 201, 202, 203 e 204. Constatamos a existência de equipes que estão trabalhando na operação de tapa buracos e recuperações emergenciais, inclusive na parte da drenagem, e vamos ampliar essas equipes”, garantiu o secretário.

Revitalização da Lagoa da Jansen

Por fim, a comitiva visitou as obras de revitalização da praça da Lagoa da Jansen. Orçada em R$ 2,5 milhões, o novo espaço abrigará um novo equipamento urbano para crianças, jovens e adultos de São Luís. O local, que antes abrigava lixo a céu aberto e era foco de doenças devido ao depósito de entulhos, contará com uma área dedicada às crianças, inclusive com brinquedos específicos àquelas com deficiência.

“Também estamos licitando a reforma da concha acústica, de modo que até o fim desse primeiro semestre de 2016, nós teremos a recuperação plena, a integração desta praça, totalmente nova, uma grande área, com a concha acústica que será recuperada, assim como o Parque Estadual da Lagoa da Jansen, compondo um complexo de lazer, diversão e convivência comunitária para todos os moradores de São Luís”, realçou o governador.

Flávio Dino destacou, também, que a eliminação dos pontos de esgotos jogados na Lagoa estão em ritmo acelerado. “Nós já eliminamos metade dos pontos de esgoto in natura jogados historicamente, na lagoa, há décadas. Os moradores vizinhos testemunham a melhoria das condições ambientais da Lagoa, e nós vamos concluir este trabalho também até o meio deste ano”, finalizou.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:30

Sala do Empreendedor da Prefeitura prepara micro e médios empresários
         O comércio de Imperatriz em todos os setores vem atraindo consumidores de todas as regiões dos estados do Maranhão (região Tocantins), Tocantins (Bico do Papagaio) e Pará (sul/sudeste). São centenas, milhares de pessoas que desembarcam diariamente de carros particulares, táxis, vans e ônibus, para comprarem as mais diversas mercadorias no mercado local.
            O Setor Mercadinho é o preferido dos pequenos empreendedores das citadas regiões, uma vez que eles compram mercadorias diversas no atacado para serem revendidas em seus municípios de origem. O comerciante José Silva Sousa, 46, residente na cidade de Augustinópolis (TO), vem quase sempre à Imperatriz adquirir mercadorias que são vendidas em seu estabelecimento comercial no Tocantins.
            “Em Imperatriz nós, pequenos comerciantes, temos a oportunidade de comercializar bons produtos com preços bastante acessíveis, o que faz com que vendamos por um bom preço, atraindo mais clientes para o nosso comércio e aumentando assim nosso lucro”, afirma José Sousa. O pensamento de Sousa é compartilhado pelo comerciante Antonio Pereira da Silva, que usa o mesmo expediente em seu comércio em Axixá (TO).
            Porém, não é somente o Setor do Mercadinho que se vê “invadido” por comerciantes dos citados estados para adquirirem mercadorias diversas. Do mesmo modo os centros comerciais de vários setores da cidade como o Calçadão e centros comerciais da Nova Imperatriz, Bonsucesso, Vila Nova, Vila Lobão, Bacuri, entre outros, também recebem visitantes, assim como os shoppings da cidade.
            Para receber esses visitantes/consumidores, a Prefeitura de Imperatriz, por intermédio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico- SEDEC, procura preparar os empreendedores locais, estabelecendo parcerias com o SEBRAE e entidades empresariais. O secretário Sabino Siqueira da Costa informou que vem dotando setores da SEDEC para preparar o pequeno e médio empresário, auxiliando-o desde a abertura e condução de seus negócios.
            Sala do Empreendedor – Entre os setores em destaque, a Sala do Empreendedor, por exemplo, tem sido de fundamental importância para o pequeno e médio empreendedor de Imperatriz. De acordo com a coordenadora Zita Gonçalves, a Sala do Empreendedor tem como finalidade principal, agilizar e facilitar o atendimento ao cidadão que pretende abrir seu próprio negócio.
Ainda de acordo com a coordenadora, visa, ainda, realizar ações integradas com setores da sociedade com o objetivo de fomentar o empreendedorismo. A Sala do Empreendedor atende diariamente, em horário comercial nas dependências do Estádio Frei Epifânio da Badia, pela parte da Rua Coriolano Milhomem, em frente à Praça Mané Garrincha.
[Domingos Cezar/ASCOM]

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:30





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D