06 maio 2016

Entrega de 600 Títulos Definitivos lota auditório da OAB


Todas as pessoas presentes receberem, gratuitamente as posses definitivas dos seus imóveis
O ato de entrega de 600 Títulos Definitivos, de propriedade, ocorrido nesta sexta-feira, 6, foi um dos eventos mais concorridos já realizados pela Secretaria Municipal de Regularização Fundiária Urbana (SERF). A solenidade para a entrega do documento aconteceu no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil – OABQ/Imperatriz, que lotou os assentos e os espaços livres. Todas as pessoas presentes refletiam no rosto a ansiedade e a gratidão por receber, gratuitamente, tão importante documento.
“A partir de hoje eu me sinto completamente tranquilo, vou dormir sossegado com o documento da minha casa em mãos”. Declarou o mecânico Antônio Alves dos Santos, ao receber o Titulo Definitivo das mãos do secretário Daniel Souza (SERF).
Ao se pronunciarem, os componentes da mesa de honra enalteceram o trabalho da SERF e reconheceram como altamente positiva a iniciativa do prefeito Sebastião Madeira, em instituir uma secretaria especialmente para este fim, cujas ações além de assegurarem a posse definitiva de um bem material, ainda têm efeito social, por promover cidadania e elevar a autoestima das pessoas.
O vereador Antônio José fez questão de declarar sua admiração e reconhecimento desse feito do Governo Municipal. “Tenho cinquenta anos de Imperatriz e jamais vi um trabalho tão importante na área da moradia”. Disse o vereador. “Antes, para adquirir um Titulo Definitivo o proprietário tinha que desembolsar praticamente o valor da casa”, acrescentou.
Já o vereador João Silva, Líder do Governo na Câmara, exortou os novos proprietários a reconhecerem e agradecerem ao prefeito Madeira e ao secretário Daniel Souza, que tanto fizeram para efetivar a politica de regularização fundiária urbana em Imperatriz.   
O secretário da Receita Municipal, Francisco Jeferson, comparou o valor do Título Definitivo ao de um bem abstrato. “É algo que não se compra, não se vende, não se troca. É a dignidade pessoal”, argumentou.
Com ar de satisfação, pelo cumprimento de mais uma etapa de trabalho, Daniel Souza, parabenizou os novos proprietários e ressaltou: “Esse documento é a certeza da posse definitiva do imóvel”. Aproveitou para anunciar às lideranças comunitárias presentes, as boas novas alusivas aos processos que tramitam na justiça sobre a desapropriação de áreas, como Vila Davi, Santo Amaro, Vila Chico do Rádio e São Félix. Este ultimo tem como parte requerente a comunidade das quebradeiras de coco. “Estamos aqui para defender os interesses daqueles que não têm voz e às vezes, não têm vez”. Concluiu o secretário Daniel Souza.
Dijé Guedes [ASCOM]
Postar um comentário