25 outubro 2016

A partir do dia primeiro é obrigatório CNH para moto cinquentinha...

50 cc são motivos de acidentes envolvendo idosos que transitam sem cnh
Após adiamento, falta de habilitação de 'cinquentinha' dará multa a partir de 1º de novembro. DENATRAN confirmou a data e a Infração é gravíssima e multiplicada por 3, chegando a R$ 880,41.

O Denatran chegou a dizer que a cobrança começaria em junho último, mas depois voltou atrás e declarou que seria apenas a partir de novembro. Na época, vários estados chegaram até a emitir as multas e o órgão indicou que os usuários podiam recorrer.A aplicação dessas multas foi adiada 3 vezes: a previsão inicial era começar em março passado.

Quem for pego conduzindo "cinquentinha" sem habilitação cometerá infração gravíssima com multa agravada, que é multiplicada por 3. Assim, como a penalidade para infração gravíssima subirá para R$ 293,47 em 1º de novembro, a cobrança por rodar sem habilitação chegará a R$ 880,41. O veículo também poderá ser apreendido.

Para guiar "cinquentinha" é preciso ter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria A, para motos, ou a ACC, um documento pouco conhecido do público, mas que tem sido pouco procurada em função do valor cobrado que fica proximo de tirar a habilitação permanente. 

Em Imperatriz, não é dificil encontrar um acidente com uma 50 cilindradas trafegando, geralmente, sem respeitar nenhuma norma de transito, o que resulta em acidentes graves e que muitas vezes custam a vida. Idosos e menores de idade trafegam livremente e são as principais vitimas da falta de conhecimento minimo para trafegar em um transito tão complexo. 

Ao certo a nova lei vai livrar muito idoso da morte no trânsito. 
Postar um comentário