05 outubro 2016

O primeiro desafio de Assis Ramos


Eleito prefeito de Imperatriz contra grandes nomes da politica local como o do empresário Ildon Marques, apoiado pelo Senador Roberto Rocha, o empresário Ribinha Cunha, apoiado pelo atual prefeito Sebastião Madeira e de Rosangela, apoiada pelo governo, o prefeito eleito Delegado Assis Ramos terá a missão de responder ao eleitorado que votou e o que não votou em seu nome, no entanto, observa-se na eleição do novo prefeito, a opção do eleitor por um nome novo no cenário político.

O vicio político, a estrutura que envolveu os outros cenários podem configurar a justificativa da decisão do eleitor por Assis Ramos. Observa-se, por exemplo, a renovação da câmara, mas principalmente a frustração dos vereadores eleitos com estruturas gigantescas e as votações acanhadas.  Vereadores derrotados pelas urnas mas que antes comandavam e lideravam até o inicio da eleição todas as perspectivas.

Assis Ramos terá e deve preservar as origens da sua eleição mantendo-se fiel a estratégia de neutralidade, cobrança, determinação e combate a corrupção,  - filtros centrais que podem ter sido o motivo de sua eleição, mas ainda manter um governo voltado a resolver os problemas sociais e as demandas das periferias, através, principalmente, da aproximação do poder publico das classes sociais menos acompanhadas.


Imperatriz deixou claro que os profissionais da política que sustentam seus luxos (fazendas e muita boemia) através de dinheiro do contribuinte, devem ficar longe do novo governo, que deve seguir sem manchas ou sujeiras, pelo menos até tentar repetir em seu quadro de secretários algum dos corruptos manjados que já passaram por outros governos e não mudaram em nada a vida da sociedade imperatrizense. 
Postar um comentário