.

.

27 dezembro 2016

Efeito cicuta: Madeira não apoia candidato de Ribinha/Léo Cunha na eleição da câmara.

Fábio Hernandes foi eleito na chapa PSC e PSDB, mas Madeira decidiu que vai apoiar Zé Carlos, eleito pelo PDT/PC do B. - Vai entender...

Mais uma vez o prefeito Madeira segue a contra-mão e vai apoiar um candidato a presidente da câmara que trabalhou durante dois anos para prejudicar seu governo, e ainda se utilizou dos erros da gestão para projetar um candidato da oposição. Só deu errado o resultado. 

Sebastião Madeira determinou que os vereadores Maura Barroso (PROS), Zeziel e Terezinha Soares do PSDB votem na eleição da câmara para o atual presidente, Zé Carlos (PV). 

Madeira teria tudo para defender e ajudar a eleger o candidato Fábio Hernandes, um dos motivos, seria em consideração a família Cunha, aliada, apesar de ter mais motivos para reclamar que para comemorar. Outro motivo, seria a eleição de Fábio ter sido na mesma coligação majoritária do PSDB, com o candidato Ribinha Cunha e o sobre-peso tucano como vice.

O PSC, partido de Ribinha Cunha, que elegeu tucanos e troianos, sacrificou a eleição para segurar o PSDB e correr as ruas da cidade com a rejeição de Madeira puxando pra baixo. Ribinha, um candidato novo e com chances reais de eleição. Agora falta a gratidão...

A decisão do prefeito Madeira de entrar na eleição atravessado, vai contra o grupo politico de Ribinha Cunha/Leo Cunha, e cela de vez o velho habito de deixar aliados por convergências próprias.  Só existe vereadores eleitos pelo PSDB porque Ribinha aceitou entrar com a carga tucana.

Fábio Hernandes, do PSC, tem grandes chances de ganhar a eleição, mesmo jogando contra os poderes do governo do Estado e agora (inexplicavelmente) contra Madeira. 


Postar um comentário