08 janeiro 2017

Como em Imperatriz, empresa de Araguaína desiste do transporte Urbano por conta de clandestinos.

A empresa Viação Passaredo LTDA, que vem prestando serviços de transporte Urbano na cidade de Araguaina-TO, comunicou através de oficio à prefeitura, que não tem interesse em renovar e nem participar da licitação para continuar atuando no Transporte Público no Município.

Em 6 meses de atuação, a empresa alega prejuízos que chegam a mais de 1 milhão e 2 mil reais. As alegações da empresa são as mesmas que culminou em Imperatriz, com a saída da empresa VBL, que estimou prejuízo em mais de 10 milhões em mais de um ano de serviços.

Em Imperatriz, a empresa VBL não conseguiu continuar a luta contra o transporte clandestino que invade a cidade diariamente, na época, sem nenhum interesse por parte do município em resolver a questão.

A empresa RATRANS, que atua na cidade maranhense, já manifestou interesse em encerrar as atividades, como em Araguaina, no entanto, realizou acordo com Ministério Público e a prefeitura no ano passado, para manter-se até a licitação.


Mesmo assim, é possível que nenhuma empresa venha a participar do certame.

 Na cidade tocantinense,  a segunda maior do Estado, a prefeitura vai realizar a quinta licitação, todas sem aparecer nenhuma proposta para assumir o transporte Urbano.
Postar um comentário