15 fevereiro 2017

Liberação de recursos garante retomada da duplicação da BR-010


Por Janaina Amorim

As obras de Duplicação e Adequação da Capacidade e Segurança  da Rodovia BR-010,na travessia urbana de Imperatriz, iniciadas em  2014 e paralisadas por falta de recursos no orçamento federal, serão retomadas nos próximos trinta dias. A informação foi anunciada durante uma reunião entre o secretário de estado da  Infraestrutura Clayton Noleto e  o representante Humberto Oliveira,da empresa Edeconsil – Construções e Locações Ltda, responsável pela obra.

Ele garantiu que a duplicação do trecho da rodovia BR-010 será contemplada com   recursos   liberados para a continuidade das obras de infraestrutura no nordeste priorizadas pelo Ministério dos Transportes. “Agora teremos a retomada das obras com a  remoção do posteamento e o andamento normal da duplicação da  BR-010 sem os entraves e com os recursos necessários para seguirmos adiante”, frisou Humberto Oliveira.

A conhecida e aguardada com ansiedade pela Região Tocantina, obra de duplicação da BR-010, inclui a construção de oito elevados, duas novas pontes sobre o Riacho Cacau, e alargamento e reforço de duas pontes no subtrecho e entre a MA-280 (município de Governador Edison Lobão) e a MA-125 (próximo ao município de Cidelândia).  O Eixo central terá duas pistas com quatro faixas, garantindo maior segurança aos usuários, principalmente  entre o conjunto Itamar Guará e o posto da Polícia Rodoviária Federal, trecho de maior congestionamento e problemas no trânsito. 

Segundo  o secretário de estado da Infraestrutura o governo tem acompanhado com atenção e não vem medindo esforços para ajudar na retomada das obras para garantir a melhoria das condições de mobilidade urbana da Região Tocantina. “Nós estamos  empenhados e somando esforços para trazer mais esta vitória para a população, para isso, nos reunimos sistematicamente com a empresa responsável pela obra e com o DNIT buscando soluções, parcerias e alternativas para vencer os obstáculos que emperram o andamento da duplicação da BR-010”, explicou Noleto acrescentando que a retomada das obras é a garantia das condições necessárias para a continuidade do desenvolvimento econômico  e social da Região Tocantina. “Menos tempo no trânsito, , mais segurança, maior comodidade, melhor logística para o transporte de mercadorias e consequentemente mais  geração de empregos e mais  qualidade de vida”.








Postar um comentário