.

.

26 abril 2017

Academia Joãolisboense de Letras terá Cerimônia de fundação nesta quinta-feira (27)



Nesta quinta-feira, dia 27 de Abril, ocorrerá o processo de fundação de mais uma entidade literária na Região Tocantina. De fato, a Academia Joãolisboense de Letras (AJL) surgiu da necessidade de se promover o desenvolvimento sociocultural por meio da literatura e ações pertinentes. Desse modo, a ideia de constituição teve início em 19 de fevereiro de 2017, quando destacou-se tais necessidades de se constituir uma organização desta relevância, na cidade de João Lisboa (MA). Assim, levantaram-se as primeiras pesquisas em prol de se constatar a presença ou não de uma inscrição associativa. 


Uma vez não tendo sido encontrado nenhuma evidência de inscrição, nos dados históricos da cidade, partiu-se para os primeiros convites dos Membros Fundadores e pioneiros, constituintes de fato, das cadeiras-pilotos (regentes), representadas pelo pedagogo, professor e escritor José Ribeiro da Silva Júnior, o pedagogo, psicanalista e escritor Ivan Lima de Azevedo, o empresário e escritor Valdizar Lima, e o bacharel em direito Emerson Nascimento, dos quais, tiveram a incumbência e o poder provisório de convidar alguns dos demais Membros Fundadores, para as ações iniciais referentes ao processo de constituição da AJL.

Nesse sentido, a Academia Joãolisboense de Letras, contará com 40 cadeiras, a serem ocupadas por Membros Efetivos, residentes em João Lisboa, Imperatriz e região (cada um com seu respectivo patrono homenageado). Além disso, a organização contará com 20 Sócios Correspondentes, residentes em outras cidades e estados do país, e também do exterior, dos quais, serão convidados após a fundação, tendo as suas atividades de correspondência iniciadas a partir da futura posse dos Membros Efetivos da AJL.

Baseado em tais perspectivas, a primeira reunião de caráter extraordinário, foi realizada no dia 16 de março de 2017, em Imperatriz–MA, para acerto de detalhes provenientes ao processo burocrático de fundação da AJL, e início oficial da emissão de ofícios circulares, para o convite de ocupação das cadeiras e demais elementos protocolares. Alguns dias depois, em 02 de abril de 2017, decidiu-se pela data de 27 de Abril do corrente ano, para a realização oficial da Assembleia Geral Constituinte (AGC), sendo esta, a partir de então, a Data Magna da AJL. 

Nesse caso, a Câmara Municipal de João Lisboa, será o local da realização desta supracitada AGC, na manhã desta quinta-feira, dia 27 de abril de 2017, às 08h00, do qual ocorrerá a fundação e constituição da primeira chapa administrativa da AJL, que atuará no período de 2017 a 2019, tendo a posse prevista entre 60 a 75 dias após o evento de fundação.



PROTOCOLO CERIMONIAL DE FUNDAÇÃO DA AJL


1º Momento

Discurso cerimonial de introdução;

2º Momento

A cerimonialista convida as autoridades para a composição da mesa;

3º Momento

Formada a mesa, todos são convidados a ficarem de pé para a execução do Hino Nacional do Brasil e da cidade de João Lisboa. Realizada essa ação cívica, a palavra é destinada às autoridades na seguinte ordem: convidado 1, convidado 2, encerrando-se com o Presidente da Câmara Municipal e Prefeito, sendo finalizada pelas Cadeiras-piloto, na seguinte ordem: Emerson Nascimento, Valdizar Lima, Ivan L. de Azevedo e José Ribeiro Júnior;

4º Momento

A Assembleia é assumida pelo Presidente da Câmara, que no ato, declarará aberta a Assembleia Geral Constituinte (AGC);

5º Momento

O Presidente Provisório (José Ribeiro Júnior) é convidado pelo Presidente da AGC para realizar o Discurso de Fundação (declarando-se fundada a AJL), e eventual leitura do Estatuto Social para aprovação no então momento.

Nesse momento, é solicitado pela cerimonialista que se desfaça a mesa, permanecendo apenas o Presidente da AGC;

6º Momento

É dada a palavra ao então Presidente da AGC, para que o mesmo inicie o processo de eleição da primeira chapa administrativa da AJL, para o mandado de 2017 a 2019.

7º Momento

É declarada eleita à chapa apresentada, que na ocasião é convidada a comparecer a mesa, assim, o Presidente da AGC tecerá os seus comentários finais, e passará a oportunidade de fala para o Presidente eleito (2017–2019), a fim de que o mesmo realize os comentários finais, para os devidos agradecimentos e encerramento da AGC.

8º Momento

A cerimonialista solicitará que a mesa se desfaça, agradecendo a todos os presentes conforme protocolo.
Postar um comentário