25 abril 2017

De forma inédita, Governo promove desenvolvimento de projetos de extensão no Ensino Médio


Com o objetivo de estimular jovens estudantes das instituições de ensino médio e técnico do Maranhão a se envolver no processo de melhorias dos índices socioeconômicos do estado, atuando nos municípios do Programa Mais IDH, o Governo do Estado, lançou o edital ‘Juventude com Ciência’, que financiará, de forma inédita, projetos de caráter extensionistas para estudantes e professores do Ensino Médio e Técnico. 

O edital é uma ação conjunta das secretarias de Estado da Juventude (Seejuv), Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema) e tem o objetivo de contribuir para a formação de estudantes vinculados às instituições da rede pública, por meio da mobilidade para o desenvolvimento de projetos de caráter extensionista que contribuam para a melhoria dos indicadores sociais do Maranhão. As inscrições das propostas de projetos podem ser feitas até o dia 15 de maio através do site www.fapema.br/patronage. 

Para a secretária da Juventude, Tatiana Pereira, a ação mostra o compromisso do Governo Flávio Dino com a pauta da juventude, estando esta presente em todos os setores da gestão, possibilitando o avanço em várias políticas, principalmente em relação à pesquisa, a ciência e a educação. Ainda segundo a secretária, a iniciativa inédita estimula que estudantes do Ensino Médio e Técnico do Maranhão possam realizar atividades de extensão, contribuindo para que o ambiente escolar seja cada vez mais um berço de produção de conhecimentos que gere cidadania e transforme vidas. “Por meio das ações que estes jovens desenvolverão nos municípios de baixo IDH do Maranhão, eles romperão os muros da escola para compartilhar conhecimentos e dividir ideias, sendo protagonistas e corresponsáveis das transformações que ocorrem em todo o nosso estado”, destacou. 

O secretário da Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada, destacou que editais como o ‘Juventude com Ciência’ marca uma fase da Fapema que é vinculada à agenda de transformações sociais lideradas pelo governador Flávio Dino, tendo como eixos centrais a ciência, tecnologia e inovação. “A Secti é a grande coordenadora do Sistema Estadual de Ciência e Tecnologia e estimula ações intersetoriais conjugadas entre órgãos, instituições, secretarias municipais, prefeituras que possam fortalecer e levar a ciência, tecnologia e inovação para que todas as instâncias e esferas sociais que o governo do Maranhão possa intervir”, destacou Jhonatan Almada. 

Ciência em prol do social 

O diretor-presidente da fundação, Alex Oliveira, reforça que objetivo do edital é promover o pertencimento social dos estudantes da rede estadual de ensino. “O Juventude com Ciência vai fazer com que os nossos alunos compreendam a realidade e as adversidades vividas pelos nossos irmãos maranhenses que vivem nessas localidades, e assim possam levar serviços e ações políticas e educacionais, possibilitando melhorias no atendimento e a ação das academias e das escolas nesses municípios. Com esse objetivo pretendemos atuar no campo da saúde, da educação e da geração de emprego e renda”, frisou Alex Oliveira. 

Por meio do edital ‘Juventude com Ciência’ serão criadas caravanas para levar estudantes do Ensino Médio para estágios de imersão nos municípios onde ocorre o programa Mais IDH do Governo do Estado. Cada projeto aprovado receberá o financiamento de até 4 mil e 200 reais. 

Além disso, serão concedidas bolsas - auxílio de 120 reais para cada estudante e de 400 reais para cada professor, durante a execução do projeto. De acordo com o cronograma do edital, prazo de submissão das propostas de projetos no site da Fapema segue até o dia 15 de maio. Já a divulgação dos resultados ocorrerá no dia 3 de julho e a entrega da documentação impressa, será feita 10 dias após a divulgação dos resultados.
Postar um comentário