06 abril 2017

Empresario desmonta nota da MOB e denuncia esquema para beneficiar aliado de Cabral

Artur Cabral assinou autorização para Monte Hebron com validade até 2018, mas diz que a empresa é clandestina.

Artur Cabral - presidente da MOB
O empresário Denis Policarpo, sócio proprietário da empresa Monte Hebron, apresentará a justiça documento assinado pelo presidente da MOB, Artur Cabral, que autoriza a empresa a realizar o serviço de forma regular, o que reforça a tese que o empresário vem sendo perseguido para beneficiar um grupo protegido de Cabral e de um deputado Estadual.

A assessoria da MOB encaminhou uma nota ‘mentirosa’ hoje (6) pela manhã para tentar justificar a prisão dos ônibus da empresa que atua a mais de 30 anos na mesma linha.

Segundo a nota, a MOB justifica dizendo que a empresa não possui autorização para operar na linha, sendo considerada clandestina.

O empresário apresentou todos os documentos que garante sua legalidade, e mesmo assim não conseguiu tirar os ônibus apreendidos. 

Em uma operação da MOB realizada em Fevereiro, a agência utilizou os mesmos argumentos, porém não apresentou até hoje os motivos formais  (TERMO DE APREENSÃO) que justificam a apreensão dos ônibus, comprovando a forma autoritária e perseguidora na qual vem agindo o diretor Artur Cabral.

Segundo informações obtidas com exclusividade pelo editor do blog, Artur estaria sendo pressionado pelo proprietário da empresa Zanchettur que teria recebido a “carta convite” (a pedido de um deputado Estadual) para operar na linha com a promessa de que seria o “ganso dos ovos de ouro”, porém, a empresa estaria acumulando prejuízo, o que culminou com a ideia orquestrada para ludibriar o Ministério Público e a SETRAN sob a alegação de que seria uma operação para coibir o transporte clandestino.

Vale lembrar que a MOB não realizou operação da mesma espécie em nenhum outro lugar Maranhão, o que aumenta a suspeita sob a proteção da MOB e a ação arbitrária e irregular para perseguir uma das empresas mais antigas do Maranhão.


O Chefão da MOB é indicado pelo Deputado Federal e pré-candidato a Senador, José Reinaldo Tavares.






Postar um comentário