.

.

01 maio 2017

Cavalgada da Buritirana vira "pan demônio" e tem saldo de 2 mortes.

Um verdadeiro "pan demônio" assim pode ser resumido os acontecimentos que culminaram com várias tragédias na Cavalgada de Buritirana-MA.

O que era pra ser mais uma grande cavalgada da região se tornou um dos maiores desastres já ocorrido na festa na regional que atrai multidões. Pouca segurança e muita gente, o saldo são dois mortos e vários espancamentos em detrimento de confusões generalizadas. 

A prefeitura de Buritirana, organizadora da Cavalgada, até tenta passar para a região um resultado positivo com a presença de "muito pão e circo", porém, na vida de várias famílias e amigos dos jovens assassinados, dificilmente será esquecido da memória.

Adailton Nobre Lima e Wesley Melo foram os dois jovens assassinados, mas durante todo o dia e inicio da noite foram chegando diversas ocorrências, tanto em Amarante quanto em Imperatriz. A polícia investiga os dois crimes e já prendeu um policial do Estado do Pará por suspeita de envolvimento no caso.

A cavalgada aconteceu no domingo (30) que antecedeu o feriado do dia do trabalhador. A falta de estrutura de segurança da parte organizadora e a grande quantidade de pessoas facilitaram as ocorrências que tiveram indícios de execução.

Não é a primeira vez que ocorre situações graves que envolve troca de tiros na cavalgada de Buritirana. Pessoas que participaram denunciaram a falta de organização e segurança.
Postar um comentário